O Brasil, maior produtor mundial de café e segundo maior consumidor, ainda vai se render ao café especial gelado. A bebida nessa temperatura deverá crescer e se tornar uma opção no longo prazo no que depender de Marco Suplicy, da Suplicy Cafés Especiais.

Apaixonado pelo café gelado consumido em viagens que fez ao exterior, ele lançou recentemente o Cold Brew Nitro, café extraído a frio com injeção de nitrogênio para dar uma textura cremosa e colarinho caramelo, semelhante ao chopp.

O Cold Brew Nitro é produzido a partir do Cold Brew, onde o grão torrado e moído é extraído em contato com a água fria durante um período maior, que pode variar de 8 a 18 horas, processo longo que garante os mesmos sabores e aromas intensos do café filtrado em água quente. Após esse processo ele é extraído em uma chopeira, carregada com nitrogênio, para dar uma textura mais rica e cremosa, semelhante à cervejas como a do tipo Guinness. “O processo é bastante artesanal e desde 2015 começou a aparecer em cafeterias nos EUA, e é bem recente no varejo”, conta Marco Suplicy, fundador da marca.

Cold Brew Nitro

A versão Cold Brew Nitro da Suplicy Cafés é vendida exclusivamente na nova flagship da marca, localizada na região da Vila Olímpia, em São Paulo, (300 ml por R$ 10).

_________________________________________________________________________________________________________________

Françoise Terzian, jornalista paulistana e curiosa por natureza, é autora do site  Prazerices – as boas coisas da vida. Dentre elas, claro, comer bem. Seu apetite por novas descobertas, de um café especial a um bolo irresistível, é o tema desta coluna.

Posts relacionados