Você sabia que é em Recife que está o restaurante mais antigo em funcionamento no Brasil? A cidade pernambucana não é só referência em cultura e beleza natural, mas coleciona endereços gastronômicos históricos e de cozinha requintada, que abrange da culinária italiana à francesa sem perder, claro, o acento regional, tão saboroso e marcante

Nez Bistrô
Inaugurado em dezembro de 2007, o  bistrô está em um sobrado do século XVII – tombado pelo patrimônio histórico – e onde funcionava uma senzala do engenho pertencente à Ana Paesa, antiga campina de Casa Forte. O projeto atual, assinado pela arquiteta Juliana Monteiro, preserva a áurea histórica e cultural do imóvel, que abrange desde a estrutura original até o uso de materiais típicos da época de sua construção.

Já no cardápio, os pratos seguem o mesmo nível de sofisticação que sua reforma. Há massas, como o Ravioli á Pan Cook, recheado de queijo gruyére coberto com filé salteados ao molho suave de gorgonzola e o Linguini Al Mare com molho pomodoro, lula, camarão e lagosta grelhada. Peixes, carnes e risotos, como criado com arroz arbóreo cozido no vinho tinto com lascas de pato confit, também podem ser sua opção. Existe também um menu exclusivo para veganos e vegetarianos.

Praça de Casa Forte, 314, Casa Forte / Tel: (81) 3441-7873

Ponte Nova
Parada obrigatória no mapa da gastronomia pernambucana, o restaurante, comandado pelo chef Joca Pontes, oferece cozinha autoral sem esquecer as raízes regionais. Integrante do time da Associação de Restaurantes da Boa Lembrança (ARBL) e com uma estrela no Guia 4 Rodas, a casa tem cardápio enxuto para poder primar pela base técnica da culinária francesa, sem deixar de lado os ingredientes, aromas e receitas do nordeste brasileiro. Um dos pratos mais desejados é o Porquinho do Oriente, um filé de porco marinado no missô, grelhado, bacon Yaguara, purê de batatas, agrião e molho laquê. Antes dele, peça o Ovo Molê, que é o mollet sobre pirão de queijo ao açafrão da terra, bacon yaguara e farofa de pão integral.

R. do Cupim, 172 – Graças / Tel: (81) 3327-7226

 

Míngus Chiwake
Uma verdadeira viagem ao Peru é o que proporciona esse restaurante de sabor marcante. Além da genuína culinária dos Andes, prepara ainda a interessante fusão da rigorosa cozinha japonesa com o picante tempero da cozinha peruana. No cardápio: ceviches, mariscos crocantes, camarões gratinados servidos em conchas e lagostas.

R. da Hora 820, Espinheiro / Tel: (81) 3423-1529

 

Leite
Fundado em 1882, é o restaurante mais antigo em funcionamento no Brasil. De ares aristocráticos, a casa não deixa de lado o requinte e esbanja refinamento. Quer ver? O palito de dentes, por exemplo, é feito à mão. As cadeiras de jacarandá são centenárias, as bandejas são de prata e os guardanapos de algodão puro. Um músico toca o lindo piano de cauda da casa de domingo a sexta-feira no almoço. Para comer, os pratos com bacalhau e frutos do mar são os mais pedidos.

Praça Joaquim Nabuco, 147 – Santo Antônio / Tel: (81) 3224-7977

 

Bargaço
São as fartas moquecas, servidas em panelas de barro, o pedido mais frequente neste restaurante, fundado em Salvador, em 1968, com filial em Recife e Belo Horizonte. Os sabores são variados: camarão, polvo, lagosta, ostra… De acompanhamento, arroz, pirão e farofa. Outro pedido muito desejado, de culinária típica baiana, é o camarão ao catupiry. Mergulhando mais a fundo nesse caldeirão marítimo, a casa serve peixes grelhados, risotos, massas e saladas, todos incrementados com frutos do mar.

Av. Antônio de Góes, 62 – Pina / Tel: (81) 3465-1847

Toscana Tratoria
Uma boa pedida para quem aprecia comida italiana em ambiente romântico. Apesar de não ter a atmosfera de uma cantina italiana tradicional, a casa prepara suas receitas, criadas pelo chef Thiago Vitta, em um forno à lenha, tem latas de conserva e pacotes de macarrão. Peça de entrada o mil folhas de polenta com ragu à bolonhesa e, depois, um rigatone de camarão com ricota de búfala, abobrinhas e tomates marinados.

R. Pereira da Costa, 80, Pina / Tel: (81) 3314-7071

Quina do Futuro
Considerado nove vezes pelo Guia Veja Recife como o melhor restaurante japonês e o melhor pastel da cidade, a casa tem mesas disputadas por quem tem queda pela culinária oriental. Além de sushis e sahimis, espere pelo Tsuki-Dashi Petit, uma seleção de legumes e frutos do mar preparados à moda japonesa, rolinho primavera, guioza e pratos com frango ou filé de peixe.

R. Xavier Marques, 134, Aflitos / Tel: (81) 32419-589

Kisu
Um dos points mais disputado do quesito comida japonesa, o Kisu é contemporâneo, tem menu criativo, variado e autoral, com coquetéis sofisticados.

Av. República do Líbano, 251 – 05, Pina / Tel: (81) 3327-0569

Posts relacionados