Por Ana Paula Filomeno, do @bora_pra_portugal 

A Ana Paula é brasileira e mora em Porto (confira mais no insta @bora_pra_portugal), apaixonada por Portugal, passa a compartilhar suas dicas com os leitores do Viagem&Gastronomia. Aqui, cinco lugares obrigatórios para incluir no seu roteiro por Porto. Confira!

Catedral da Sé, Porto
Catedral da Sé, Porto (Foto: Shutterstock)

ESTAÇÃO SÃO BENTO

Ao lado de uma estação de metro com o mesmo nome está a estação de trens, ou comboios em português de Portugal, São Bento. Icônica, data do século IX e foi construída sobre os restos do antigo convento de São Bento de Ave Maria. Ainda conserva no ar a melancolia tão presente e característica do Porto. Superada a fachada, sóbria e monumental, em seu interior encontramos um delicioso e colorido contraste: um hall decorado com mais de 20.000 azulejos retratando a história de Portugal. Sem dúvida uma das mais belas estações da Europa.

CATEDRAL DA SÉ

A menos de 500 metros da estação São Bento está a Catedral da Sé, construída na parte mais alta do Porto, tem uma das mais belas vistas para a cidade. A maior parte da catedral é barroca e a visita é imperdível neste, declarado, Monumento Nacional. Ao redor pode -se ver o que restou da antiga muralha medieval que outrora cercou a cidade e é ali que iniciam-se as ruazinhas, escadarias e vielas charmosas e cheias de surpresas que desembocam na Ribeira do D’ouro.

Veja também:
Oito atrativos para sair do básico em Portugal 
Kids: o que fazer com as crianças em Lisboa

RUA DAS FLORES

Partindo do mesmo ponto na Estação São Bento nasce a Rua das Flores. Uma ladeira encantadora que faz jus ao nome na decoração de cada uma de suas sacadas. Para além do charme, que define a rua e o Porto, a rua respira arte. Ali podemos ver uma das fachadas do período Barroco, talvez a mais bonita, na Igreja da Misericórdia de autoria do arquiteto italiano Nicolau Nasoni.

Também nesta rua temos uma escultura do artista Rui Chaves em instalação que passa quase desapercebida e se continuarmos um pouco mais veremos a Araujo & Sobrinho – uma das papelarias mais antigas do mundo e a mais antiga da cidade do Porto. E é no prédio da antiga papelaria que encontramos o Galeria do Largo, restaurante do hotel A.S. 1829 Porto Hotel que vale a visita para matar a fome depois da caminhada ou mesmo para um cálice de vinho do Porto na esplanada do restaurante.

PONTE D. LUIS I

Ponte D. Luis, Porto
Ponte D. Luis, Porto (Foto: Shutterstock)

Imperdível. A ponte é cartão postal e visita obrigatória para quem passar ou ficar em Porto. Construída em 1888 e idealizada por um dos colaboradores de Gustave Eiffel, liga a cidade do Porto a Vila Nova de Gaia, onde ficam as famosas Caves de Vinho do Porto. O tabuleiro superior possui acesso para pedestres e a vista a qualquer hora do dia é de tirar o fôlego mas, ao pôr do sol, a sensação é de contemplação.

MOSTEIRO DA SERRA DO PILAR

Mosteiro da Serra do Pilar
Mosteiro da Serra do Pilar (Foto: Shutterstock)

Atravessando a ponte, um pouquinho adiante, está o Mosteiro da Serra do Pilar. Que é considerado um dos mais notáveis edifícios da arquitetura clássica europeia com sua igreja e claustro circulares. Histórico, foi ocupado pelas tropas portuguesas em 1809 quando a cidade do Porto estava ocupada pelas tropas de Napoleão. História à parte é, sem dúvida alguma, o melhor miradouro para o rio D’ouro e zonas históricas do Porto e Vila Nova de Gaia.

Posts relacionados