O Brasil recebeu o primeiro voo comercial do mundo do Airbus A330neo, um dos mais modernos aviões da atualidade, e o Viagem & Gastronomia foi conferir em primeira mão e conta tudo aqui.

A TAP Air Portugal foi a primeira companhia aérea do mundo a receber o novo equipamento que tem 25% menos emissões de poluentes, cabine mais espaçosa e maior compartimento de bagagens. 

Amantes de aviões irão entender: são raríssimas as vezes que o Brasil foi escolhido para um voo inaugural de um equipamento como o novo Airbus A330neo. A TAP escolheu nosso país em uma aposta de avançar no mercado, principalmente por Lisboa estar na “porta de entrada” da rota Brasil-Europa. Cabines mais espaçosas, iluminação de LED para maior conforto que muda de acordo com o momento do voo, executiva com poltronas-cama 180° e maior espaço na cabine (inclusive na classe econômica).

Dani Filomeno no voo inaugural do A330neo da TAP (Foto: acervo pessoal)

Sua tecnologia permite um voo com menor ruído e redução de 25% de emissão de poluentes, os motores são mais modernos e eficientes (Rolls-Royce Trent 7000). E tem um sistema de entretenimento que promete ser o melhor de todos com grandes telas de alta definição.

No voo o que mais nos impressionou foi a redução do ruído em voo, além da iluminação, que aumenta a sensação de conforto. A diferença para a executiva do avião antigo da TAP é incomparável, a poltrona realmente vira uma cama e o serviço é simpático e atencioso. A comida é muito boa, assim como a carta de vinhos portugueses. Já na econômica, a sensação de espaço maior não é tão grande como apresentam, mas a iluminação e barulho reduzido ajudam a tornar o voo mais prazeiroso.

No menu a bordo, a TAP oferece cardápio assinado por chefs estrelados portugueses, como José Avillez (entre os 100 melhores chefs do mundo), Rui Paula (DOP, no Porto), Henrique Sá Pessoa, Miguel Laffan (LAND’s Vineyard) e Rui Silvestre.

Posts relacionados