Pra quem nunca foi, o Japão pode parecer intimidador. Mas não se deixe enganar. Tóquio, a capital do país, é uma das maiores megalópoles do mundo, frenética, globalizada, e com um cenário cultural, gastronômico e histórico pulsante. Erguem prédios com a mesma paixão que preservam seus templos. Usam carros, mas usufruem dos quilômetros de linhas de metrô e trem. São modernos, mas cuidam de suas gueixas com preciosismo. Tóquio é um lugar onde você, ocidental, realmente se conecta com a cultura local, sem escapatória. Aqui, Thiago Takahashi*, economista e travelholic, divide dicas para aproveitar o indispensável da cidade em uma breve estadia:

Veja também:
Top 5 melhores hotéis de Tóquio, por Daniela Filomeno
Curiosidades sobre o Japão
Os melhores lugares para se visitar na Ásia, por Lonely Planet

Thiago Takahashi

Hospedagem: vale escolher por hotéis que fiquem perto de estações de metrô. Ao redor da Tokyo Station, por exemplo, há vários. O Shangri-La é praticamente em cima da estação. É da rede também um dos melhores cafés da manhã. Há pratos específicos, como variações de Eggs Benedict, incluindo um servido sobre uma carne extra macia de hambúrguer. Há também comida típica japonesa ou buffett com opções internacionais. A vista para a estação de Tóquio é maravilhosa. Dica: a melhor maneira de explorar a cidade é de metrô. É possível ir para todos os lados desta maneira. Vale só planejar bem os horários porque na hora do rush os vagões ficam lotados!

Gastronomia:  é muito comum o cardápio de restaurantes não terem traduções –  tirando os superturísticos, claro! Pro aventureiro, escolha pelo cheiro! Algumas sugestões:
Katsukara: lá serve o Tonkatsu, o tradicional prato japonês criado com costeleta de porco frita e empanada, casca bem crocante, servido com repolho picado ou sopa de missô. À mesa, você mesmo moe o gergelim para criar seu molho.

Nana: simples e tradicional, este restaurante fica dentro do shopping Kitte, logo à frente da estação de Tokyo. Tem bela vista e serve um Sobá gelado excelente!

Hokokuji Temple (Foto: Shutterstock)

Maguroya em Tsukishima: por causa da proximidade com o mercado de peixe, o sashimi de Toro (atum gordo) é fantástico. Além dele, a especialidade da casa é a chapa na mesa para cozinhar “panqueca” (ou seria pizza?) japonesa chamada de Monjayaki ou “Monja”. Algo divertido para se fazer com amigos! A comida é uma delícia, a reserva é recomendada e melhor ser feita através do concierge do hotel.

Passeios perfeitos para uma day trip saindo de Tóquio: com o transporte público que é rápido e eficiente é possível explorar o “Japão de verdade” sem ter que pernoitar fora da cidade. Kamakura, por exemplo, é uma cidade que fica há 1 hora ao sul de Tóquio, onde dá para visitar vários templos budistas, santuários e também uma praia! Aqui, 4 ideias de destinos:

– Hokokuji Temple: templo budista com floresta de bambu. Não deixe de provar o chá verde de matcha moído na hora. Beba de frente para a floresta de bambu. Espetacular!

Kotoku-in (Foto: Thiago Takahashi)

– Hachimangu Shrine: lindo santuário pertinho da estação de Kamakura. Uma coisa bacana para se fazer é escrever o seu nome e um pedido em um “Ema”, uma plaquinha de madeira. É uma tradição Budista e Shinto, mas pessoas de todo o mundo se engajam no ritual.

– Kotoku-in: grande Buddha de Kamakura

– Caminhada no calçadão da praia Inamuragasaki: quando o tempo está claro, é possível ver o Monte Fuji com os pés na areia. Vim atrás desta foto, mas no verão é comum que a vista fique um pouco nublada. Mesmo assim, é linda e, pra quem só viu Tóquio, da uma sensação completamente diferente estar no clima relaxado da praia, que fica a 12 minutos de trem saindo de Kamakura.

* Thiago Takahashi estudou Economia e Alemão na Saint Louis University, em Missouri, Estados Unidos. Brasileiro morando em terras norte americanas desde 2001, é fanático por fotografia, viagem e gastronomia. Foram estes interesses que o levaram a conhecer o Viagem & Gastronomia no Instagram (@viagemegastronomia). Em suas viagens pelo mundo, a trabalho pela Fintech, procura sempre levar sua câmera e aprender mais sobre cada local através das refeições, um momento onde é possível se conectar com pessoas e culturas. Cada viagem aumenta seu bucketlist, que possui um projeto ambicioso: retornar a todos os lugares que visitou, mas, nessa segunda vez acompanhado pelas filhinhas e esposa, também amantes de viagem!

Posts relacionados