São Paulo é literalmente um prato cheio para os foodies de plantão. Além das tradicionais casas, cantinas e botecos que há anos fazem sucesso, a capital paulista ganha todo mês novos restaurantes que merecem destaque. Confira as últimas novidades gastronômicas da agitada SP

Noma Sushi, de Florianópolis para São Paulo 

Noma Restaurante (Foto: Tina Bornstein)
Combinado com surpresas do chef no Noma Sushi (Foto: Tina Bornstein)

Sucesso de público em Florianópolis há três anos, o Noma Sushi abriu as portas com sua cozinha japonesa contemporânea, ambiente badalado, com luz baixa e decoração moderna, DJ animando as noites e bons drinques. No cardápio, é claro que insumos vindos de Santa Catarina, como mel, vieiras, ostras, ouriços, peixes e siris moles são destaque. Entre os mais pedidos da casa estão o Futomaki de siri mole da costa da lagoa, feito com siri mole no tempurá, broto, ovas massago e calda quente de lichia, o sashimi especial “omelete trufado”, com cortes de salmão e omelete trufado especial do chef.  O cardápio é repleto de boas opções de usuzukuri, carpaccios, sashimis, sushis e rolls, além de pratos quentes. Nossa sugestão é chamar o chef, passar suas preferências e deixar nas mãos dele. Garantimos: você se surpreenderá tanto pelo gosto, quanto pela linda apresentação. No nosso “combinado” (foto) vieram vieiras com trufas negras e ovas, atum com nozes pecan, niguiri de carapau com ervilhas de wasabi e barriga de salmão com manteiga trufada e vieira crocante.  A carta de coquetéis também merece destaque. É uma criação conjunta entre a equipe de barmans de Florianópolis com os profissionais de São Paulo. A supervisão do bar está na mão do criativo Kiko Soares que traz opções como Lili Lichie Vodka (licor 43, xarope de pimenta, limão siciliano e lichia), Noma Gin (xarope de rosas e gengibre) e o Wasabi Martini (sake, vodka, lichia e wasabi).

Rua Padre João Manuel, 1050, Jardins /  Funcionamento: segunda a quarta-feira, das 19h às 00h, e quinta a sábado, das 19h às 3h.

Coz, do chef Dalton Rangel 

Comandado pelo chef Dalton Rangel, o Coz chega ao Itaim com decoração contemporânea, um belo bar e uma varanda na entrada que é um convite para as tardes de sol. No menu, com inspiração mediterrânea, espere por porções bem servidas e ótimas para compartilhar. Comece pelas saborosas croquetas de jamón ou pelo tartar de kobe beef, como prato principal a costolleta de cerdo é divina e chega à milanesa acompanhado de purê de batata, rúcula e mostarda à l`ancienne ou o arroz de pulpo ibérico, um polvo grelhado no ponto certo, com arroz bomba ao nero di seppia e crocante de jamón. Para finalizar, uma sobremesa hiper “instagramavel” e saborosa é a Pêra, que na verdade é uma surpresa de limão siciliano recheada com pedacinhos de pêra – um doce inspirado nas técnicas do consagrado chef de confeitaria francesa Cédric Grolet.

Sobremesa Pêra do Coz (Foto: Tina Bornstein)
Sobremesa Pêra do Coz (Foto: Tina Bornstein)

Rua Pedroso Alvarenga, 554, Itaim / Tel: (11) 2337-6624 / Funcionamento: terça a quinta, das 12h às 16h e 19h às 23h30, sexta e sábado, das 12h às 23h30, e domingo, das 12h às 20h. 

J1, a versão mais acessível do estrelado Jun 

Tempurá do J1 (Foto: Tina Bornstein)
Tempurá do J1 (Foto: Tina Bornstein)

O estrelado chef Jun Sakamoto lança mais uma casa com modelo casual no shopping VillaLobos. Assim como o seu restaurante no Iguatemi Shopping, o novo J1 tem diversas opções de teishokus e ótimos pratos com preços bem mais atrativos que sua estrelada casa em Pinheiros. Um diferencial do J1 é uma inovadora sessão de Steakhouse – Jun é fanático por carnes e inspirou-se em um restaurante do Japão para montá-la. Entre as pedidas, Porter House, Assado de Tira (assado por 8h) e Prime-Rib. De entrada o ninho de tempurá de ovo de codorna com gema mole e azeite trufado ou o tempurá tradicional (foto) são impecáveis, depois é possível montar combinados de acordo com a fome com Atum, Salmão, Beijupirá e Serra, Olho-de-Boi, Carapau, Linguado, Toro, Vieira, entre outros. Um extenso menu executado com primor e atendimento atencioso. Aquele japonês para entrar na listinha de casas que iremos voltar muitas vezes.

Shopping VillaLobos: Av. das Nações Unidas, 4777 – Alto de Pinheiros / Tel: (11) 3588-8778 / Funcionamento:  segunda a quinta, das 12h às 15h e 19h às 22h, sexta, das 12h às 15h-19h às 23h, sábado, das 12h às 23h, domingo, das 12h às 22h.

Fat Cow, uma hamburgueria artesanal e cheia de peculiaridades 

Eggie-Muprhy-FAtCOW
Eggie Murphy do Fat Cow (Foto: Carol Fiacadori)

Depois de longos meses de espera, com fotos torturantes no Instagram, a lanchonete que mais parece uma usina de criações Fat Cow abriu no Itaim. Da união do chef Luiz Filipe (leia-se o estrelado Evvai) e Fabio Moon, cada um trouxe suas referências familiares e experiências gastronômicas para o menu. O resultado? Sandubas e outras delícias que fogem do óbvio e tudo 100% artesanal. Comece com a batata frita crocante e sequinha com kimchi e queijo derretido ou com o FCFC (Fat Cow Fried Chicken) que são pedaços de frangos empanados e fritos com molho agridoce…para comer com as mãos, lambuzar os dedos e ser – muito – feliz. Os pães são com massa de brioche, o hambúrguer feito com um blend de seis tipos de carne é saboroso; prove o Eggie Murphy, com bacon artesanal e uma  gema de ovo infusionada com demi-glace, ou seja, quando você “aperta” o burger a gema rompe e escorre. Outros bons pedidos: Lobster Roll, com lagosta cavaquinha na manteiga e molho tártaro no pão de leite ninho, o KPB (Korean Pork BAO), barriga de porco glaceada com gotchujang, folha de gergelim no pão ao vapor, Fat Dog, com salsicha 100% bovina, dijonnaise, queijo, picles de pimenta-de-cheiro e bacon bits. Para finalizar, se jogue na Banoffee Split, uma banana split com doce de leite, sorvete de cumaru e biscoito de cacau com canela.

Rua Iaiá, 173, Itaim Bibi / Funcionamento: segunda, das 19h às 00h, terça a quinta, das 11h30 às 14h30 e 19h às 00h, sexta, das 11h30 às 14h30 e 19h à 1h, sábado, das 13h à 1h, e domingo, das 13h à 0h.

Lupe Bar y Taqueria, descontraído e ótimo para reunir os amigos 

Na Rua Cunha Gago, na agitação de Pinheiros, o Lupe abre as portas e é uma ótima opção para reunir a turma de amigos ou sentar em suas mesas altas na varanda – sem pressa e acompanhado de um bom drinque à base de tequila. No cardápio, os tacos de milho vêm com recheios autênticos, como: linguiça levemente apimentada com limão, salsa roja e rabanete, cacto nopal chapeado com tomate e cebola, camarão temperado, avocado, bacon e molho de camarão ou a nossa predileta com frango empanado com gengibre e shoyu, maionese de curry verde, epazote e picles de couve-flor com hibisco. Finalize com o saboroso pastel de tres leches, um bolo branco bem molhadinho com cobertura de creme de leite, leite evaporado e leite condensado. Criada pelo bartender-consultor Fabio La Pietra, a carta de bebidas vai muito além das famosas margaritas e oferece coquetéis autorais com toques típicos, como o tamarindo, o chipotle e o óleo de avocado.

Rua Cunha Gago, 625, Pinheiros / Tel: (11) 3819-4990 / Funcionamento: terça e quarta, das 19h à 01h, quinta e sexta, das 19h às 2h, sábado, das 12h às 17h e 19h às 02h, e domingo, das 12h às 17h.

AE! Cozinha, menu autoral e surpreendente numa pequena casa na Vila Mariana

Eclair de maracujá do Ae! Cozinha (Foto: divulgação)
Éclair de maracujá com ganache de majericão e sorvete de mel do Ae! Cozinha (Foto: divulgação)


Logo ao chegar no AE! você já se sente acolhido. Uma pequena varanda dá boas-vindas com um bar e discos com uma boa seleção musical. Ao entrar na casa poucas mesas de madeira, ambiente simples, o próprio Felipe, um dos sócios, te atende e explica o cardápio enxuto e sazonal – tudo orgânico e de produtores vizinhos, os pães de fermentação natural vêm da padoca boutique do bairro, por exemplo. Com preço abaixo da média dos restaurantes paulistanos, vale pedir o menu composto por entrada, prato principal e sobremesa por R$ 95, embora todos os pratos sejam vendidos avulsos. Na parte de belisquetes o croquete de milho verde, ricota defumada, queijo tulha e pó de pipoca ou o pastel de queijo lua cheia com molho de pimenta são friturinhas que valem cada caloria, mas se preferir tem o  presunto Royale feito na casa com picles de cebola e mostarda francesa. Como entrada provamos a beterraba com purê de macadâmia e funghi ralado, de comer ajoelhado de tão saboroso; já como principal pedimos a carne do dia cozinhada em baixa temperatura com canjiquinha de milho, pinhão tostado e ora-pro-nóbis, a carne desmanchava, era suculenta, deliciosa e após devorar cada pedacinho descobrimos que era coxão duro, cozido em baixa temperatura por 30 horas, que grata surpresa. Transformaram uma carne considerada “de segunda” em uma verdadeira iguaria. Para fechar com chave de ouro peça a éclair de maracujá com ganache de manjericão e sorvete de mel ou o curd de limão, castanha do pará e sorvete de café. Aquele lugar para ir sem pressa e curtir cada garfada!

Rua Áurea, 285, Vila Mariana/ Tel: (11) 3476-8521/ Funcionamento: quinta e sexta, das 18h às 23h,  sábados, das 13h às 16h e das 19h às 23h, domingos, das 13h às 16h.

Vulcano, gastronomia italiana com sotaque grego 

Entradas do Vulcano (Foto: Tina Bornstein)
Entradas do Vulcano (Foto: Tina Bornstein)

Com cozinha inspirada no sul da Península Italiana, Vulcano, nova casa da Mariana Fonseca (nome por trás dos gregos mais badalados da cidade: Myk, Kouzina e Fotiá) resgata as origens italianas da chef e foca no período da colonização grega, quando essa região se chamava Magna Grécia. A casa de dois andares, toda branca com móveis em tom terracota, é elegante e ao mesmo tempo aconchegante, com um belo bar e adega logo na entrada. As entradas vêm em generosas porções, então o conselho é pedir algumas opções para compartilhar. Imperdível: o figo fresco com mussarela de búfalo, cebola roxa e manjericão, o carpaccio de vieiras, laranja e erva doce e a berinjela marinada com romã e pecorino – tudo isso acompanhado de alguma das foccacias da casa para aproveitar cada gotinha do incrível azeite que vem em abundância nos pratos. Como principal, tem massas, risotos (pedimos o de frutos dos mar e estava leve e delicioso), carnes e peixes – para agradar todos os gostos.

Rua Oscar Freire, 600, Jardins / Tel: (11) 2574-0545 / Funcionamento: de segunda a domingo, das 12h à 1h.

Varal 87 Steakhouse, ambiente familiar e excelente para os fãs de bons cortes de carnes 

Restaurante Varal (Foto: divulgação)
Restaurante Varal 87  (Foto: divulgação)

O nome Varal 87 faz alusão ao varal que assa e defuma carnes, vegetais e frutas e que divide espaço com a parrilla. Na parrilla são preparados os cortes picanha, Denver Steak, Chorizo, fraldinha, assado de tira, ancho e filé mignon. Há opções também para compartilhar, como o Porterhouse, Prime Rib, costela e fraldinha. Há uma seção no menu dedicada exclusivamente às linguiças, servidas nas versões Campeira, de costela bovina de Angus, A Predileta, feita com pernil suíno e requeijão de corte, cerveja pilsen artesanal e bacon defumado, a Picante, de pernil suíno e com a mistura de pimentas calabresa, dedo de moça e malagueta e a Pimenta Biquinho, de pernil suíno com pimenta biquinho. Enquanto as carnes são preparadas, peça a croqueta de costela defumada na churrasqueira e de espinafre com parmesão ou a coxinha cremosa de frango, já para acompanhar o pedido principal vá de arroz biro- biro, farofas de banana ou legumes grelhados. Aos sábados, a casa serve uma completa feijoada, em sistema de buffet.

Rua Graúna, 87, Moema / Tel: (11) 2307-0141 / Funcionamento: terça a sexta, das 12h às 15h e 17h30 às 23h, sábados e feriados, 12h às 23h, e domingos, das 12h às 17h. 

Posts relacionados