Um copo de cerveja sempre vai bem – seja clara ou escura, suave ou amarga. O importante é brindar e, de preferência, com pessoas queridas. São Paulo tem uma infinidade de cervejarias e tem espaço para todos os gostos, ou seja, dá para curtir entre o almoço, happy hour e o jantar. Confira alguns endereços abaixo e cheers!

Cervejas da casa do Ambar (Foto: divulgação)

Ambar Cervejaria

Desde 2016, quando foi inaugurada, o bar Ambar atrai grande público em São Paulo. Em meio à decoração rústica, recebe os clientes com 15 torneiras de chope, onde são engatados diversos barris com rótulos nacionais e contam com uma rotatividade frequente. Além das torneiras da câmara fria, o Ambar ainda oferece uma geladeira com boas opções de cervejas em garrafas e latas, com rótulos produzidos no Brasil e no exterior.

No cardápio de comidinhas, brilham porções para compartilhar, além de sanduíches, tábuas de embutidos e queijos e até pratos para refeição – como no almoço, em que o cliente pode aproveitar algum rótulo da casa acompanhado de um simpático PF.  O bar ainda oferece rótulos exclusivos da casa – produzidos em cervejarias parceiras – como a Ambar Ale, uma cerveja de estilo homônimo ao nome, e a Double Trouble, a recém-lançada double IPA. Lá, os clientes podem optar por copos de 200, 310, 450 ou 500 ml e até mesmo pela jarra de um litro. Fora isso, o Ambar ainda aposta no uso do growler – um garrafão retornável, para encher com um litro da cerveja que preferir – e do crowler – sistema de envasamento de chopes em lata -, ambos para levar para casa. 

Rua Cunha Gago, 129 – Pinheiros / Tel.: (11) 3031-1274 / Horário de funcionamento: segunda das 12h às 15h e 17h às 23h45; terça e quarta das 12h às 23h45; quinta, sexta e sábado das 12h às 0h45

Veja também: 

Onde tomar cerveja em SP, RJ e Porto Alegre, por Júlia Fraga, do Ambar

Cervejaria Casa Avós

Na Vila Ipojuca, em uma rua não movimentada, está a Cervejaria Casa Avós, que como seu próprio nome sugere, é uma homenagem às avós de todo mundo. Sem grandes firulas e com um lugar ampliado, recebe os clientes em um ambiente totalmente convidativo, com mesas na parte interna, na varanda e cadeiras na calçada (lembre-se, a rua é tranquila, então você consegue imaginar um ar típico de cidade do interior). Fabricados ali, os rótulos ganham nomes como Ana, Antônia, Francisca, Maria e Terezinha e, além disso, também há algumas opções colaborativas. Para acompanhar, a casa oferece comidinhas assinadas pelo Edu Lopes, do Udegustar e o sistema funciona com comandas individuais, onde é possível realizar seu pedido em um balcão. Para deixar o clima ainda mais agradável, a Cervejaria Avós, às vezes, também conta com música ao vivo. 

Rua Croata, 703 – Vila Ipojuca / Tel.:  (11) 3672-4282 / Horário de funcionamento: quarta a sexta das 18h às 23h e sábado das 14h às 24h

Ambiente da Cervejaria Central (Foto: reprodução Facebook)

Cervejaria Central

Em uma simpática porta das ruas da Vila Buarque está a Cervejaria Central. Com produção própria, ali mesmo, o espaço conta com 12 torneiras de chope, de onde saem bons tipos de cervejas, como a Double IPA, que recebe o nome de Simcoe 1001, e a American Ale, que é conhecida como Central #1. Além das bebidas alcoólicas – vale lembrar que há também uma carta de drinques para quem prefira fugir das cervejas -, a Central oferece um menu de comidinhas de dar água na boca. O bolinho de carne de sol com queijo coalho e o choripán (com linguiça feita na casa), são boas pedidas. 

Rua Jesuíno Pascoal, 101 – Vila Buarque / Tel.: (11) 4179-7536 / Horário de funcionamento: terça a quinta das 18h às 23h40; sexta das 18h às 00h30 e sábado das 16h às 00h30

Cervejaria Dogma

Depois de conquistar sua independência e adquirir seus próprios tanques para produção dos rótulos, a Cervejaria Dogma se instalou na Santa Cecília, em uma rua menos conhecida, a Fortunato. Por ali, o tasting room – sala de degustações – como eles mesmos se denominam, funciona com 15 torneiras de chope, em uma espécie de galpão antigo. No fundo do estabelecimento é onde acontece toda a produção e, à frente, estão dois balcões e apenas duas mesas compartilhadas. O intuito é que você se acomode, seja nas mesinhas, no balcão sem cadeiras encostado na parede ou na calçada, para provar algumas cervejas produzidas ali mesmo. Aos sábados, um food truck estaciona em frente ao local e os clientes podem aproveitar diferentes comidinhas. 

Rua Fortunato, 236 – Vila Buarque / Horário de funcionamento: terça a sexta das 17h às 22h30; sábado das 12h às 22h30 e domingo das 14h às 20h30

Cervejaria Dogma (Foto: reprodução Facebook)

Cervejaria Tarantino 

Fora de alguns circuitos gastronômicos de São Paulo, a Cervejaria Tarantino atrai grande público para o Limão, na Zona Norte. Em meio aos galpões do bairro, a cervejaria se instalou para produzir seus próprios rótulos de cerveja, de onde saem boas opções como German Pils ou a Miracle IPA. Além da fábrica, a Tarantino oferece um bar (apenas aos finais de semana) aos frequentadores e, junto dele, podem aproveitar um grande pátio com mesas coletivas – que também recebe food trucks e ainda conta com um cesto de basquete, para que todos aproveitem, adultos e crianças.  

Rua Miguel Nelson Bechara, 316 – Limão / Tel.: (11) 3297-7181 / Horário de funcionamento: sexta das 12h às 22h; sábado das 14h às 22h e domingo das 14h às 2oh

Ambiente da Cervejaria Tarantino (Foto: reprodução Facebook)

Perro Libre

Colado no Ambar, na mesma rua em Pinheiros, está a Perro Libre, vinda diretamente de Porto Alegre. Com o conceito de cervejaria cigana – que não há lugar próprio para produção e faz todo o processo de seus rótulos em cervejarias parceiras – funciona no esquema de autoatendimento. Funciona assim: ao chegar no estabelecimento o cliente recebe uma comanda pré-paga, que pode ser levada para casa, e nela coloca a quantidade de créditos que desejar. Depois disso, é só se divertir e apreciar os chopes oferecidos pela casa; se dirigir às torneiras e aproximar o cartão para se servir. Para completar, se acomode em uma mesa compartilhada ou aproveite a varanda e combine sua ida com uma das boas opções do cardápio assinado pela chef boliviana Monica Galbeno, que oferece comidinhas latino-americanas, como sanduíche de lula com cebola caramelada, bacon e maionese de ají no pão de leite. 

Rua Cunha Gago, 83 – Pinheiros / Tel.: (11) 3562-8070 / Horário de funcionamento: segunda das 12h às 15h; terça a quinta das 12h às 24h; sexta e sábado das 12h às 01h

Perro Libre veio do Rio Grande do Sul para São Paulo (Foto: reprodução Facebook)
Cervejaria Trilha tem brewpub em Perdizes (Foto: reprodução Facebook)

Trilha Cervejaria

A Trilha caiu no gosto dos paulistanos e abriu seu próprio taproom em Perdizes. Em um espaço não muito grande, localizado no “hall” da fábrica, conta com 12 torneiras rotativas dos pequenos lotes de cervejas produzidos ali mesmo. Sem firulas, recebe o público em um ambiente que funciona com autoatendimento – onde você pede o que deseja no balcão e no mesmo lugar retira seu pedido. Aproveite um dia de sol e se acomode na calçada para tomar algum dos bons rótulos. 

Rua Apinajés, 137 – Perdizes / Tel.: (11) 4329-0193 / Horário de funcionamento: terça a sexta das 17h às 23h; sábado das 12h às 23h e domingo das 12h às 22h

Quintal da Imperatriz

Em uma rua residencial, em Alto de Pinheiros, uma das casas se destaca, já que é ali que está instalado o Quintal da Imperatriz, o bar proprietário da cerveja Imperatriz, produzida em Sorocaba. Em um ambiente totalmente convidativo para grupos, em uma espécie de grande varanda, oferece chopes da casa em diferentes tamanhos e também conta com uma boa carta de drinques. Entre os tipos de cervejas estão a American IPA, Weiss, American Pale Ale e outros. Além dos rótulos proprietários, há também boas opções de comidinhas, com um ótimo custo-benefício. Aproveite o sanduíche com queijo e linguiça e os dadinhos de tapioca, ideais para compartilhar. Ah, se quiser, você também consegue adquirir alguns rótulos que estão à venda na lojinha acoplada. 

Rua Pio XI, 2061 – Alto de Pinheiros / Tel.: (11) 3022-5267 / Horário de funcionamento: terça a quinta das 17h às 23h; sexta das 17h às 24h; sábado das 12h às 24h e domingo das 12h às 17h

Veja também: 

Cinco cervejas para fazer bonito e harmonizar com perfeição

Artesanal ou não, cerveja boa é aquela que você gosta

Booking.com

Posts relacionados