Quer saber onde os bartenders mais famosos do Brasil bebem? O bartender Laércio Zulu, do Bar Candeeiro, conta tudo!

O baiano Laércio Zulu está na coquetelaria há oito anos e já passou pelos principais balcões de São Paulo, como no extinto La Maison est Tombée – lugar onde teve a oportunidade de desenvolver receitas autorais e reforçou sua paixão pelos ingredientes nacionais. Em 2014 foi campeão do World Class Brasil, que é um verdadeiro Oscar no mundo da mixologia. Atualmente é gestor dos bares São Conrado e São Bento, presta consultoria em todo o país com a sua empresa Custom Cocktails, e é também o dono da primeira marca de Bitters do Brasil, o Zulú Bitters. Além disso, é sócio e responsável pelo Bar Candeeiro, onde prepara diversas receitas atrás do balcão.

Laércio Zulu é o responsável pelo Bar Candeeiro (Foto: Fernando Ctenas)

Jiquitaia

O Jiquitaia tem a sala mais hospitaleira da cidade, uma comida que é um espetáculo à parte e é comandado pelo chef Marcelo Corrêa Bastos e por Carolina Bastos, conhecida carinhosamente como Nina. Sem dúvidas, é a melhor caipirinha da cidade, além de um torremos de tirar o fôlego. Mas, se optar por jantar, a comida brasileira do Marcelo é cheia de estilo e sabor.

Rua Antônio Carlos, 268 – Consolação / Tel: (11) 3262-2366

Boca de Ouro

O Boca de Ouro é o lugar para encontrar os nossos amigos da área da gastronomia. Por lá, cuidado, você pode estar sendo filmado o tempo todo, rs. Dizem que bar que reúne bartenders e cozinheiros é sinal de que é bom. Então, sendo assim, o Boca tem até estrelas Michelin. Há boas porções, os coquetéis são muito bem executados e a cerveja está sempre gelada. Todos amam e eu também.

Rua Cônego Eugênio Leite, 1121 – Pinheiros / Tel: (11) 4371-3933

Riviera Bar

O Riviera é um dos bares “classudão” da cidade e é grande em tudo. Parece cada de avó com um tantinho a mais de barulho. Os coquetéis são incríveis e os bartenders tem um astral ótimo. É também um bom lugar para apreciar um “comfort food“. O que também me leva até lá é o fato de me sentir abraçado pelos magos do balcão, principalmente pelo responsável pela carta de drinques, meu amigo Marco de La Roche.

Avenida Paulista, 2584 – Consolação / Tel: (11) 3258-1268

Onde os bartenders bebem? Com o mixologista Marco de La Roche

Guilhotina Bar

A casa do “master”, assim é como sempre chamo o idealizador do projeto Guilhotina, Márcio Silva. Atualmente, é o profissional brasileiro de bar que tem o maior reconhecimento internacional e, por isso, nome em que mais ouço falar durante os eventos é o dele. O Guilhotina é uma referência para mim, pois o cardápio é muito bem elaborado devido à expertise da diretoria comandada por Márcio. As técnicas são apuradíssimas, tanto dele quanto do time, e a hospitalidade torna o ambiente ainda mais especial.

Rua Costa Carvalho, 84 – Pinheiros / Tel: (11) 3031-0955

Cachaçaria Salinas – Bar e Restaurante

A Salinas fica em um ponto “old school” na Praça 14 Bis, no Centro. Como o nome já diz, o que não falta é opção de cachaça e tem de todas as partes do Brasil. No entanto, a estrela da casa, para mim, é o atendimento do Madureira – que já foi bartender em hotel de luxo e hoje é empresário do setor e tornou-se um grande anfitrião. Além disso, a Salinas fica aberta até altas horas da madrugada com serviço de bar e também de cozinha, com direito a rabada, baião de dois e pirão de galinha caipira. Melhor lugar!

Avenida Nove de Julho, 1335 – Bela Vista / Tel: (11) 3101-7160

Onde os bartenders bebem? Com Chris Carijó, do Negroni Bar, em SP

Posts relacionados