Já se perguntou onde os chefs dos restaurantes mais badalados do país comem quando não estão atrás das panelas? Na nossa coluna “Onde os chefs comem” eles abrem o jogo e contam quais seus restaurantes e pratos prediletos ao redor do mundo

O chef Rafael Portes sempre foi apaixonado pela gastronomia e costuma dizer que ela está em seu sangue. Filho de pescador, teve uma infância à beira mar e, desde pequeno, acompanhava os pais na cozinha. Acostumado a ver o pai sempre chegar em casa com peixes frescos e a mãe cozinhando para 7 filhos, os pratos à base de frutos do mar despertaram a paixão por servir. Aos 17 anos, começou a preparar sushis, depois se aprofundou no universo da culinária japonesa e tem aperfeiçoado suas técnicas desde então. Hoje, aos 29 anos, é chef executivo desde o início do Noma Sushi, com duas unidades em Florianópolis abertas há três anos e uma recente filial inaugurada em São Paulo. Além disso, Rafael também comanda na Ilha o Kiki Poke, restaurante especializado em pokes e o Healthy Food, de comida saudável. Todas as casas são criações do jovem empresário e empreendedor Ivo Pires. Confira abaixo suas casas prediletas em Floripa e São Paulo. 

Veja também:
Onde os chefs comem com Alyson Muller, em Florianópolis 
Mais um: Renata Vanzetto inaugura o Mé Taberna em São Paulo
 
Polvo do Barú Marisqueria
Polvo do Barú Marisqueria (Foto: reprodução site)

Amalfi Ristorante: de fundo para o cais, com excelente vista para os barcos, o tranquilo restaurante é especializado em frutos do mar e a indicação de pedida é o polvo grelhado na brasa.

R. Quinze de Novembro, 18 – Santo Antonio de Lisboa – Florianópolis – SC

Costelaria Ponta D’Agulha: um ambiente incrível com linda vista. Não existe costela como a deles em nenhum outro lugar!

Rod. SC 401, 7626 – Santo Antônio de Lisboa – Florianópolis – SC

Barú Marisquería: pequeno, quase escondido em uma galeria em plena Rua Augusta, o local vive lotado e é merecido. Peça o tartar de atum no chips de banana, o polvo na brasa e camarão empanado no molho especial, que são meus preferidos na casa que faz um mix bem legal da gastronomia contemporânea com a peruana.

R. Augusta, 2542 – Jardins – São Paulo – SP

Ema: fascinado por esse restaurante com cozinha autoral da chef Renata Vanzetto, pratos muito bem feitos, o menu sempre é renovado com ingredientes que são tendências. Sempre peço o menu-degustação da chef, sem erro!

R. Bela Cintra, 1551 – Consolação – São Paulo – SP

deBetti Dry Aged: o espaço é superconvidativo e grande, ideal para encontros com amigos; carne de qualidade e, na minha opinião, o ponto forte da casa é a costela.

R. Curumins, 11 – Cidade Jardim – São Paulo – SP

Booking.com

Posts relacionados