A capital cultural da Itália inspira arte, mas também é um dos melhores lugares do país para apreciar a culinária local. A cidade é um convite para se perder pela sua arquitetura histórica, cantos barrocos, charmosos bares e restaurantes e, claro, se jogar no il vero gelato italiano. Ah, Florença, uma cidade para ser degustada com calma… São muitos endereços para refeições inesquecíveis e a nossa editora-chefe Daniela Filomeno conta quais são

Bottura mais informal

O chef italiano Massimo Bottura, que teve sua Osteria Francescana eleita como o melhor restaurante do mundo, acaba de abrir sua casa mais casual em Florença, o Osteria Gucci, que faz parte do Jardim Gucci. Com somente 50 lugares, tem cardápio bem acessível, executado por Ana Karime Lopez Kondo, com pratos clássicos italianos e especialidades de Bottura, como o tortellini de parmigiano reggiano (€ 10). Peça também a incrível Caesar salad (€ 15). Dentro do Palazzo della Mercanzi, o lugar também abriga um museu da grife italiana e uma loja com produtos exclusivos, que levam a assinatura Gucci Garden.

Leia mais – Osteria Gucci: Máximo Bottura abre restaurante casual em Florença

Gucci Osteria (Foto: divulgação)

Tradição fiorentina

Trattoria Cammillo – tradicional e no típico estilo cantina italiana, servem pastas com os melhores ingredientes frescos da temporada. É mandatório para quem gosta de uma boa trattoria. De entrada o prosciutto (presunto parma) com melão é delicioso. Siga com o simples e saboroso parpadelle com molho de cogumelos frescos e finalize a refeição com o tiramisù.

Cammillo – Borgo S. Jacopo, 57/r, 50125

Um local que mistura locais e turistas, a Trattoria 13 Gobbi tem ambiente aconchegante e divertido, com sua decoração ostensiva cheia de objetos pendurados em seu salão. Lugar ideal para experimentar clássicos italianos, como a excelente bistecca alla fiorentina e um famoso rigatoni de mussarela de búfala e tomates frescos.

Trattoria 13 Gobbi- Via del Porcellana, 9R

Pasta do Buca Mario (Foto: acervo pessoal)

Para comer uma boa massa na cidade, o centenário Buca Mario é uma unanimidade entre os turistas e locais. Desde 1886, ocupa o andar inferior do Palazzo Niccolini. Com pastas feitas em casa, como o bem servido fettuccine com trufas (€ 30), também serve clássicos toscanos, como a bistecca alla fiorentina (€ 78 para duas pessoas) – não deixe de notar o vai e vem das peças de carnes para a Bistecca alla Fiorentina, que fica guardada em uma vitrine em pleno salão.

Buca Mario  – Piazza Ottaviani 16/RP

La vera pizza

Se quiser pizza: Ristorante & Pizzeria Rocco e i suoi fratelli, como o próprio nome diz Rocco e seus irmãos atendem e servem os clientes. O lugar é bem simples com as típicas toalhas quadriculadas vermelhas – que se vê em filmes de restaurantes italianos – e tem um menu que também inclui pastas e outras delícias. A atmosfera é super familiar, sempre Rocco, a esposa e a família trabalhando. Fica fora do centro, uns 10 minutos de taxi.

Rocco i su fratelli – Piazza Ravenna, 10

                                                                                        A Florença da stylist Ucha Meirelles

Aperitivo italiano

Procacci: não dá para parar de comer os paninis

Mesinhas de bistrô, seleção ótima de vinhos e minissanduíches para acompanhar: o centenário Procacci  serve um delicioso aperitivo na via Tornabuoni, rua das grifes em Florença. É uma parada imperdível, desde 1885. O preço da taça de vinho (a partir de €13) é convidativo, com a qual vale acompanhar o passeio por vários sabores de panini: o de aliche com manteiga (€ 2) é de enlouquecer e o de pasta de trufas (€ 2,20) é a mordida tradicional que não pode faltar. A casa também tem unidade em Milão e Viena.

Procacci – Via Tornabuoni, 64/r 50123

Cibreo: um império gastronômico de Fábio Picchi

Próximo ao mercado Sant’Ambrogio, Il Cibreo é um dos melhores de Florença sob o comando de Fábio Picchi, que diariamente define o menu. O sucesso foi tanto que ainda tem o Cibreo Trattoria, com preços mais acessíveis, e o Café Cibreu, que não fecha após almoço. E acaba de abrir o Cibreo Tuscan Oriental Cusine, vindo da paixão do chef por Kioto, a casa conta com apenas 16 lugares, oito em um balcão onde combina as técnicas de ambos países. Já quero conhecer!

Cibreo – Via Andrea del Verrocchio, 5R

                                                                             Veja também: Florença, a capital italiana da arte 

Drinques

Salão de coquetéis no estilo dos anos 50, o Manifattura faz sucesso pelos seus drinques feitos pelo badalado bartender local Fabiano Buffolino, em seu charmoso ambiente em uma praça atrás da igreja Santa Maria Novella.

Piazza di S. Pancrazio, 1

Estrelados

Considerado o melhor de Florença, a Enoteca Pinchiorri  é sofisticado e é o único da cidade a ter três estrelas do guia Michelin. Localizado em um Palácio do Sec. XVIII, tem serviço impecável, o que traduz todo o refinamento do restaurante que é bem formal.

Via Ghibellina, 87

Dani no jantar exclusivo do Four Season Firenze na Ponte Vecchio (Foto: acervo pessoal)

Localizado no histórico Four Seasons Florença, que ocupa o Palácio della Ghirarda, o estrelado Il Palagio encanta pela comida e suas mesas ao livre, no espetacular jardim do hotel, com direito a pianista. É uma das mais agradáveis refeições de Florença. Eles também comandam o especial jantar que fizemos no topo da Ponte Vecchio, em sua única varanda. Um primor. O jantar é uma experiência exclusiva do Four Seasons Firenze, onde é possível assistir o pôr do sol e ter uma noite memorável na única varanda da ponte. É mágico!

 99, Borgo Pinti

Posts relacionados