O estado americano da Califórnia será o primeiro a ter um guia Michelin exclusivo

Evento para anunciar o Guia Michelin Califórnia (Foto: Tina Bornstein)

Sacramento, Califórnia – Foi anunciado ontem, 05 de março, com um grande evento que reuniu veículos de comunicação dos quatro cantos do mundo (o Viagem&Gastronomia era o único brasileiro!), o primeiro Guia Michelin Califórnia, ou seja, pela primeira vez um estado americano terá um dos mais renomados e importantes guias da gastronomia exclusivo.

Que a Califórnia vem se destacando no cenário gastronômico não é novidade. Foi aqui que o conceito Farm to Table (da fazenda para o prato) foi difundido, a preocupação com produtos frescos e com alimentação saudável e equilibrada do estado ganhou os noticiários e virou referência global, e o espírito livre e criativo da região pode ser sentida nos inúmeros ótimos restaurantes que abrem a cada dia.  Regiões como Napa Valley já tinham entrado na rota dos foodies, com seus vinhos e restaurantes da alta gastronomia, San Francisco passou Nova York na quantidade de restaurante três estrelas Michelin (a pontuação máxima que uma casa pode receber), e a Califórnia é um dos estados mais visitados do país. Sendo assim, mais que merecido ser o primeiro estado a ganhar um guia para chamar de seu, certo?

A área coberta pela edição do Guia Michelin Califórnia 2019 será a grande Los Angeles, Monterey, Orange County, Sacramento, San Diego e Santa Bárbara. A expansão reconhece a mistura única da Califórnia de sofisticação descontraída e seu papel de liderança como uma potência culinária, uma combinação que atrai viajantes de todo o mundo em busca de sabores e experiências de luxo descomplicados. O Guia Michelin revelará a seleção de restaurantes de 2019 para o California Guide daqui alguns meses, durante o verão americano. 

Gwendal Poullennec, Diretora Internacional dos Guias Michelin, disse: “Com acesso a muitas das melhores fazendas do mundo, produtores de alimentos e vinícolas, a culinária californiana é respeitada mundialmente não apenas pela qualidade de seus ingredientes, mas também devido à criatividade exibida pelos seus chefs. Além disso, nossos inspetores ficaram impressionados com o talento e a inovação dentro da comunidade gastronômica em todo o estado. A parceria da Michelin combina a força do turismo da Califórnia com os mais de 120 anos de experiência da Michelin em gastronomia. ”

Paradas obrigatórias na sua viagem pela Highway 1, na Califórnia 

“A diversidade e a abundância de oportunidades gastronômicas aqui, incluindo uma variedade incomparável de jantares étnicos, chefs femininas e generosidade agrícola ilimitada, diferenciam a Califórnia de qualquer outro destino no mundo”, completa a presidente e CEO do Visit Califórnia, Caroline Beteta.

Atualmente, o Michelin cobre as cidades de Nova York, Chicago, San Francisco e Washington. A agitada e badalada Los Angeles, na Califórnia, já esteve no guia mas há dez foi excluída em uma atitude que deixou muitos chefs e moradores da cidade com um gosto amargo na boca. Na época, os críticos gastronômicos diziam que a cidade estava mais interessada em quem frequentava os restaurantes do que nos pratos servidos. Ainda bem que o mundo dá voltas e essa impressão ficou no passado.

*A jornalista viajou a convite do Visit Califórnia e do Guia Michelin. 

 

 

 

Posts relacionados