Chegou o momento em que os melhores restaurantes do mundo são revelados ao público e, pela primeira vez, A Casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, integra a lista do The World’s 50 Best Restaurants, na 39ª posição. Confira todos os detalhes abaixo

Em uma cerimônia realizada nesta terça-feira, 25 de junho, em Cingapura, os melhores restaurantes do mundo foram revelados ao público. O The World’s 50 Best Restaurants tem patrocínio da S. Pellegrino e elege todos os anos as melhores casas gastronômicas ao redor do globo. Neste ano, a novidade é que os restaurantes que já atingiram a colocação máxima não competem mais e entram para uma nova categoria, chama de “Best of the Best” e, outra grande novidade é a estreia d’A Casa do Porco, de Jefferson Rueda, que agora integra a lista, sendo o único restaurante brasileiro entre os 50 mais bem colocados.

Os 10 primeiros colocados (Foto: reprodução Instagram)

Em primeiro lugar, no topo da lista, está o francês Mirazur, do chef argentino Mauro Colagrecco. Localizado na cidade de Menton, aos pés da Provence-Côte D’Azur, o chef apresenta receitas com inspirações vindas do mar e também das montanhas – tudo o que rodeia sua casa. O Noma 2.o, do chef René Redzepi, localizado em Copenhague, na Dinamarca, é o segundo colocado do ranking e também recebeu o título de maior nova entrada de todos os tempos, pois sua antiga casa, o Noma, também já atingiu a primeira colocação e foi fechado em 2017 (e agora faz parte da categoria “Best of the Best”) e o novo endereço e proposta de Redzepi foram reabertos em 2018 e, por isso, tornou-se a versão 2.0. O terceiro lugar ficou com o restaurante espanhol Asador Etxebari, localizado em San Sebastian, e comandado pelo chef Victor Arguignoz, que prioriza os preparos feitos na grelha de uma forma totalmente excelente. No ano passado, ocupava a 10ª posição.

Mais adiante, ainda entre os 10 melhores colocados, estão o Gaggan, do chef Gaggan Anand, localizado em Bangkok, na Tailândia, seguido pelo Geranium, também em Copenhague. O Central, restaurante sul-americano, localizado em Lima, do consagrado chef Virgilio Martinez, ocupa a 6ª posição e é seguido pelo espanhol Mugaritz, do chef Andoni Luis Aduriz. O Arpège, parisiense de Alain Paissard está em 8º e é seguido pelo Disfrutar, de Barcelona, dos chefs Mateu Casanãs, Oriol Castro e Eduard Xatruch. O Maido, também em Lima, no Peru, do chef Mitsuharu Maido completa a 10ª colocação.

Um verdadeiro orgulho nacional, A Casa do Porco, do chef Jefferson Rueda, integra a lista dos 50 melhores restaurantes do mundo e, agora, ocupa a 39ª posição. Jefferson traz o Brasil aos holofotes gastronômicos mundiais com seu preparo cuidadoso e artesanal com uma principal matéria-prima, o porco. Dessa forma, o chef também valoriza os pequenos produtores do interior. No ano passado, a casa dos Rueda estava em 79ª e fazia parte da outra metade da lista (51-120) – lista esta que agora conta com o D.O.M, de Alex Atala, na 54ª colocação.

Torresmo de panceta com Goiabada, d’A Casa do Porco (Foto: divulgação)

Abaixo a lista completa do The World’s 50 Best Restaurants de 2019:

1. Mirazur, Menton (França)

2. Noma, Copenhagen (Dinamarca)

3. Asador Etxebarri, Axpe (Espanha)

4. Gaggan, Bangkok (Tailândia)

5. Geranium, Copenhagen (Dinamarca)

6. Central, Lima (Peru)

7. Mugaritz, San Sebastian (Espanha)

8. Arpège, Paris (França)

9. Disfrutar, Barcelona (Espanha)

10. Maido, Lima (Peru)

11. Den, Tóquio (Japão)

12. Pujol, Cidade do México (México)

13. White Rabbit, Moscou (Rússia)

14. Azurmendi, Larrabetzu (Espanha)

15. Septime, Paris (França)

16. Alain Ducasse au Plaza Athénée, Paris (França)

17. Steirereck, Viena (Áustria)

18. Odette, Cingapura (Cingapura)

19. Twins Garden, Moscou (Rússia)

20. Tickets, Barcelona (Espanha)

21. Frantzén, Estocolmo (Suécia)

22. Narisawa, Tóquio (Japão)

23. Cosme, Nova York (Estados Unidos)

24. Quintonil, Cidade do México (México)

25. Alléno Paris au Pavillon Ledoyen, Paris (França)

26. Boragó, Santiago (Chile)

27. The Clove Club, Londres (Reino Unido)

28. Blue Hill at Stone Barns, Pocantico Hills (Estados Unidos)

29. Piazza Duomo, Alba (Itália)

30. Elkano, Getaria (Espanha)

31. Le Calandre, Pádua (Itália)

32. Nerua, Bilbau (Espanha)

33. Lyle’s, Londres (Inglaterra)

34. Don Julio, Buenos Aires (Argentina)

35. Atelier Crenn, São Francisco (Estados Unidos)

36. Le Bernadin, Nova York (Estados Unidos)

37. Alinea, Chicago (Estados Unidos)

38. Hiša Franko, Kobarid (Eslovênia)

39. A Casa do Porco, São Paulo (Brasil)

40. Tim Raue, Berlim (Alemanha)

41. The Chairman, Hong Kong (China)

42. Belcanto, Lisboa (Portugal)

43. Hof Van Cleve, Kruishoutem (Bélgica)

44. The Test Kitchen, Cidade do Cabo (África do Sul)

45. Sühring, Bangcoc (Tailândia)

46. De Librije, Zwolle (Holanda)

47. Benu, San Francisco (Estados Unidos)

48. Ultraviolet by Paul Pairet, Xangai (China)

49. Leo, Bogotá (Colômbia)

50. Schloss Schauenstein, Furstenau (Suíça)

Veja também: 

Conheça a Osteria Francesca, um dos melhores restaurantes do mundo, do chef Massimo Bottura

Posts relacionados