Juliana Gonçalez

Paulistana criada em Recife, Juliana Gonçalez (vai lá: www.jugoncalez.com) foi conquistada pela beleza, culinária regional e, claro, a simpatia do povo pernambucano. O polo gastronômico da cidade, que tem crescido cada vez mais, reúne influências internacionais harmonizadas com os melhores ingredientes locais. Foodie assumida, a influencer selecionou os melhores restaurantes recifenses, desses de comer babando

Para um jantar badalação

Kojima
Restaurante japonês contemporâneo e badaladíssimo. O espaço é pequeno e comandado pela dupla Arnaldo Motta e Alexandre Faeirstein, que traz inspiração Nikkei ao restaurante. O destaque da casa é o Shakemira de Nirá, que são enrolados de salmão recheados com cream cheese e nirá. Vale a reserva!

Rua Ondina, 141 – Pina

 

Veja também:
Onde os chefs comem em Recife
Fernando de Noronha: de volta ao paraíso

Bottega Bastardi

Bottega Bastardi
Bons aperitivos, ótimos drinks, carta de vinhos excelente e uma cozinha tipicamente italiana. É necessário reservar e não atrasar porque nas mesas as pessoas comem sem pressa. Culpa do ótimo sabor da comida. 

Av. Conselheiro Aguiar, 323 – Pina

Le Chef Bistro
A casa tem no comando da sua cozinha a chef Taci Tetti, com sua culinária francesa e italiana recheando o menu. Badalado, o restaurante foi todo decorado com peças de antiquários. Precisa de reserva.

Av. Domingos Ferreira 1097 – Boa Viagem

Para um jantar tranquilo
Nez Bistro
Muito conhecido por ser o point da influenciadora Camila Coutinho – seu pai, aliás, é dono da casa. Lá você encontra ótima comida franco italiana e bons vinhos, tudo oferecido em uma pequena casa tombada do século XVII.

Praça de Casa Forte, 314 – Casa Forte

Taberna Japonesa Quina do Futuro
Restaurante japonês tradicional considerado o melhor do Recife. Excelentes peças e cortes, montagem delicada e um ambiente familiar delicioso. Para quem não é fã de culinária crua, há opções quentes no cardápio.

Rua Xavier Marques, 134 – Aflitos

Oleiro

Oleiro Cozinha Artesanal
A definição de cozinha brasileira está no Oleiro, restaurante do chef Claudemir Barros. Apresentação delicada, sabores incríveis e uma adega com 70 rótulos de vinhos para harmonizar com os pratos servidos.Um cardápio enxuto, com dois tipos de menu degustação. Destaque para a costela de porco com jerimum assado e purê de castanhas e para a sobremesa de caju confit com farofa, sorvete de castanha e licor de caju. Para completar, o restaurante trabalha com alimentos orgânicos e frescos vindos da Terraverde Brotos.

Rua Albino Meira, 58 – Parnamirim

Oma Pâtisserie Bistro
Uma pequena pâtisserie ao entrar, com uma porta que dará no pequeno salão do bistrô. O Oma conta com um cardápio autoral e enxuto, que traz inspirações da culinária francesa, italiana e alemã.

Rua José de Godói Vasconcelos, 109 – Parnamirim

Restaurantes  especiais para turistas

Vista do Oficina do Sabor

Oficina do Sabor
Inaugurado em 1992 conta com uma vista privilegiada e lindíssima de Olinda e um pôr do sol maravilhoso. O chef César Santos assina os pratos que servem culinária tipicamente pernambucana e de babar. Destaque para o camarão tamarineira, feito ao molho de tamarindo, servido com purê de banana comprida e arroz de coco.

Rua do Amparo, nº 335 – Amparo, Olinda

Leite
Com 130 anos de história, o Leite é o restaurante mais antigo do Brasil. Clássico e atemporal, serve carnes, peixes e frutos do mar. O grande destaque está no Bacalhau a Armênio Dias, uma homenagem ao dono da casa. A tradição do restaurante aparece no serviço: bandejas de prata, toalhas e guardanapos 100% algodão, garçons impecáveis e uma adega com rótulos do século XIX.

Praça Joaquim Nabuco, 147 – Centro

Bargaço
Aberto há 3 décadas, o restaurante é perfeito para os amantes de peixes e frutos do mar. O salão é grande, tem música ambiente, culinária baiana e muitos prêmios na bagagem.

Av. Antônio de Goes, 62 – Pina

Beijupirá
O Beijupirá fica em Olinda – e possui casas em Porto de Galinhas e na Praia dos Carneiros. Este restaurante é tradicional para quem gosta de peixes, frutos do mar e toques de caju, frutas e coco. As caipirinhas e as trouxinhas são pontos altíssimos também. Em Olinda, fica no Alto da Sé e você pode chegar até ele pegando o bondinho que sobe pela costa íngreme da Pousada do Amparo, um dos pontos turísticos da cidade. 

Rua Saldanha Marinha, s/n, Alto da Sé – Amparo, Olinda

Cajá

Confort Food

MöER
Restaurante do chef Romero Petribú, com passagem por casas com estrela Michelin na Europa. Tem comida gostosa, saborosa e sem frescura. Destaque para o picadinho de carne com toque de conhaque

Rua da Moeda, 88 – Recife Antigo

Ca-Já
Comandado pelo chef Yuri Machado, a cozinha prepara comida despretensiosa em receitas como ceviche, rosbife e pratos vegetarianos, como o arroz vermelho com legumes. A casa fica em um antigo casarão de 1950.

Rua Carneiro Viléla, 648 – Aflitos

FAACA Boteco e Parrilha
 O Faaca é recém-inaugurado e já ganhou o prêmio de melhor restaurante revelação. O boteco de parrilla serve corte de carnes especiais, um dos melhores hambúrgueres da cidade e cerveja sempre gelada. O ambiente é descontraído e o atendimento é super qualificado. A primeira unidade fica na Zona Norte, mas, em breve, abre uma segunda casa no bairro de Boa Viagem.

Rua Sebastião Alves, 273 – Parnamirim

Fotos: Juliana Gonçalez

Posts relacionados