Conhecida como destino religioso e turístico, a cidade santa surpreende com sua gastronomia pungente e chefs criativos, que reinventaram a culinária local. Quer saber onde comer em Jerusalém? Alguns lugares imperdíveis na cidade

Israel é um país que me encanta, seja pela sua história ou por sua inovação tecnológica. Já visitei Jerusalém para conhecer a cidade Santa, como também já estive para fazer uma missão de empreendedorismo em inovação, com visita à espetacular Universidade de Jerusalém ao Instituto Weinsman, em Tel Aviv. Uma constatação: com o passar dos anos a gastronomia do país, principalmente de Jerusalém, deu um salto enorme. Tel Aviv já era boa e seu cenário gastronômico está ainda melhor. Agora, Jerusalém…está imperdível para os foodies. Aqui uma lista dos locais que visitei e alguns na minha lista desejo. Aproveite!

Homus

Jerusalém vem passando por uma transformação gastronômica, mas a tradição ainda se mantém na Cidade Santa. A batalha de melhor homus da cidade é disputada por vários endereços. No topo desta disputa, três dividem a opinião (na dúvida, experimente os três): Abu Shukri na Via Dolorosa (5°estação) para mim é disparado o melhor, ainda mais pela sua fácil localização. Ainda na Jerusalém antiga, o Hummus Lina, no bairro cristão, é uma instituição com porções reconhecidas pela maciez e sabor. Já o Tala Hummus and Falafel (Shlomo ha-Melekh St 3-7) também tem um famoso falafel e uma ótima pasta de grão de bico. Você come por $20 shk em média. A conversão é praticamente um para um (1shk = 1R$).

Criatividade

O  Machneyuda conquistou a cidade com a criatividade de três chefs que trabalham a vista dos comensais em uma cozinha aberta. Pratos acompanham a sazonalidade dos ingredientes encontrados no mercado Machne Yehuda, onde está localizado.

Foto divulgação

O menu degustação ($296 shekels) traz uma boa mistura da cozinha local com influências mediterrâneas. Do menu à la carte, vá de salada Fatuch do jeito que nunca viu na vida ($52 sk) e shiksshukit, tahine e iogurte em cima de kebab (churrasco típico, $54sks). Finalize com o T-bone de cordeiro com tutano e abóbora grelhada. De sobremesa, plaiseu sucre, a base de chocolate ($50 sks).

Modernidade

O moderninho Adom tem comida excelente, com bom custo. Ele fica na antiga estação de trem de Jerusalém, transformada em um lugar de entretenimento com restaurantes, lojas e entretenimento. Dê uma pausa na culinária local com o saboroso Rib-eye com alho confitado e purê de batas ($138 sks) ou o impecável risoto de alcachofra ($62 sks), que vem bem cremoso coberto com lascas de parmesão. De entrada o Sabith é uma mistura de berinjela, grão de bico e cebola com um ovo pochê e um molho que leva tahini, limão e alioli (maionese de alho), levemente picante, que é imperdível.

Rib-eye do Adom. Foto Daniela Filomeno

Internacional

O Piccolino busca ter um menu simples e valorizando a cozinha italiana, com focaccias assadas diariamente, pizzas à lenha e um bom menu de pastas. Seus peixes chegam frescos diariamente, inclusive o salmão norueguês com queijo roquefort ($110 sks). Se a vontade for variar a cozinha local, a pizza de rúcula vem com mussarela, tomates cerejas e parmesão ($66 sks).

Tradição

Reconhecido como um dos melhores restaurantes de Jerusalém, o Chakra se mantém no topo há 20 anos fazendo boa comida, lugar animado e cheio de gente bonita. O chef Eran Peretz passeia pelas diferentes culinárias com delícias como o Spice Shrimp (camarão apimentado), apimentado na medida certa ou o imperdível sorvete de pistache feito na casa.

 

Cozinha bíblica

No bairro artístico, o The Eucalyptus tem como proposta uma releitura moderna da culinária bíblica a partir da paixão do chef Moshe Basson por receitas, especiarias, ervas locais e selvagens da época anciã. Entre os pratos, figos recheados de frango ou o guisado de lentilhas vermelhas, prato preferido de Jacob e Esau.

Rooftop do Hotel Mamilla (Foto Daniela Filomeno)

Não deixe de:

Tomar um drinque no Rooftop do Hotel Mamila, com vistas incríveis da cidade antiga.

Comer os donuts da deliciosa Roladin Bakery. Ele tem mais de 20 diferentes sabores com uma massa leve e fofa, em vários endereços, inclusive no shopping Mamilla.

 

Posts relacionados