A culinária típica de Veneza é baseada em peixes e frutos do mar, óbvio que sempre com opções de pastas, afinal estamos na Itália. Insumos locais frescos, somados a um bom vinho branco e observar o vai e vem das gôndolas é o combo perfeito para uma refeição na cidade. Afinal, pode-se querer mais da cidade mais romântica do país? Confira onde comer em Veneza

Veneza foi construída (em 421 d.C.) em cima de uma lagoa, entre o continente e o mar Adriático. Antigamente, os habitantes viviam em palafitas e a base de pesca e extração de sal. São 119 ilhas interligaras por canais, onde é possível passar de barco, gôndolas e vaporettos. O Grand Canal corta a cidade e é uma atração à parte com palacetes e casarões históricos ladeando o passeio.  E às margens do mar Adriático, a gastronomia de Veneza é farta em peixes e frutos do mar. E, como estamos na Itália, não faltam opções de pastas com estas delícias fresquinhas.

Leia Mais: Tour à italiana em Veneza, comendo pela Itália

As três melhores praias da Sardenha, na Itália

Onde comer em Roma, na Itália

Tradicionais

Vista da janela do Da Ivo (Foto: Daniela Filomeno)

Comece pelo tradicional Da Ivo, endereço imperdível na cidade, com o fettuccine feito na casa com bottarga (€35) ou o spaghetti con caparozzoli, um vôngole local (€25), especialidade veneziana. Já o Trattoria Antiche Carampane oferece uma das mais memoráveis refeições em Veneza. Peça o macio polvo (€24) em cima de burrata e uma farta fatia de tomate. De prato principal, tanto a pasta com peixe espada (€24) como o spaghetti ao vôngole (€16) são imperdíveis.

Ainda nos tradicionais, Osteria Alle Testiere e o Trattoria Due Forni, de 1972, são três endereços para os amantes de cantinas bem italianas. A Tratoria della Madona, fica ao lado da Ponte Rialto, com uma decoração bem ornamentada. Já a L’Osteria Santa Marina, no Campo Santa Marina, é uma bela refeição italiana em plena a praça.

Estrelado, sem perder a simplicidade

Considerado um dos melhores restaurantes de Veneza (único com uma estrela Michelin), o Da Fiore fica em uma ruela, colado em um canal. Premiado por executar com primor receitas tradicionais, o tiramisù (€20) é leve e muito gostoso. Vá de burrata com figo fresco (€24), seguida de uma simples e deliciosa pasta com molho de tomate frescos (€16). Simples assim. Tem a mesa mais disputada da ilha: em uma pequena varanda debruçada no canal e com três meses de espera.

Burano

Tris Di Crostacei Ala Griglia (Foto: Daniela Filomeno)

Com especialidade em peixes em frutos do mar, o Al Gatto Nero, em Burano, oferece vieiras e outras delícias do mar da Laguna di Veneza. De entrada, o Tris Di Crostacei Ala Griglia (€28), uma mistura dos crustáceos frescos do dia é uma visão perfeita do paraíso. Siga para a pasta com lagostin e ricota defumada (€22), a melhor que comi na região.

É mandatório reserva – mesas externas debruçadas no canal são deliciosas. Ele fica na rua principal, com mesas na calçada, no canal ladeado pelas coloridas casas de Burano. A ilha é uma colônia de pescadores, que fica depois de Murano, a 30 minutos de barco de Veneza e dá para fazer as duas ilhas no mesmo dia. O transporte público leva de Veneza a Burano, vale a viagem!

Os passeios imperdíveis da Costa Amalfitana

Porque você vai querer conhecer a Puglia, na Itália

O luxuoso Borgo Egnazia na Puglia, Itália

Locanda Cipriani, em Torcello

Em frente a Piazza San Marco, é possível admirar a ilha que abriga o tradicionalíssimo hotel Cipriani. É lá que fica o charmoso Locanda que faz muitos turistas e locais irem até lá só pela sua comida. Mesas em torno de um jardim, com a Piazza San Marco no horizonte, é o cenário mais encantador possível.

Brunch 5 estrelas

Que tal o domingo com um café da manhã reforçado, no melhor estilo brunch, com vista para o Grand Canal de Veneza? O Aman Venice, um dos mais luxuosos hotéis de Veneza, abre seu brunch (aos domingos) e café da manhã para não hóspedes. O café da manhã do hotel fica em um lindo pátio verde recuado, com vista para o Grand Canal, e não hóspedes podem reservar. Peça o Eggs Benedict (€22) que vem com a gema molinha, pão inglês feito na casa e creme hollandaise levíssimo. E hóspedes podem tomar o café da manhã a qualquer hora, sem limite.

Vista do brunch e café da manhã do Aman Venice (Foto: Daniela Filomeno)

Os hotspots de Capri, na Itália

Cinco sorveterias imperdíveis em Milão

10 Corso Como, a loja mais cool de Milão

Ae Botti, na ilha de Giudeca 

Na ilha de Giudeca, o Ae Botti tem lado a lado uma pizzaria, uma steakhouse e um italiano. Após a difícil escolha, pegue uma mesa na rua e aproveite o vai e vem do canal com um bom vinho.

Mesa no ae Botti (foto Daniela Filomeno)

Harry’s Bar

O Bellini e carpaccio do Harry`s Bar, apesar de caro (carpaccio a 60 euros, Bellini 16 euros – e exigência de traje social à noite), são parte da história de Veneza. Não deixe de visitar este local, escolhido por vários intelectuais, entre eles Hemingway, para suas noites boêmias. Hoje é um dos restaurantes mais conhecidos no mundo e conta com filiais em vários países. Se a opção for almoçar, vá de Baked Tagliolini, uma pasta com queijo gratinado e presunto.

Como sempre volto com uma lista maior que vou, minha wishlist para a próxima vez com base em indicação de amigos:

Ristorante Riviera

Ai Barbacani

Oro Restaurant

Quadri 

Vini da Gigio

La Zucca

Vini da Gigio 

Da Celeste (Pellestrina) 

Linea d’Ombra (linda vista, só abre em alta temporada)

Ridotto

Campo San filippo e Giacomo 

CoVino

Mesubim

 

Posts relacionados