Uma experiência diferente e saborosa. Assim é ter uma refeição no Amani, restaurante árabe dentro do Estádio do Morumbi, que permite visão privilegiada do campo de um dos estádios mais famosos do país.

Kibe com quinoa (Foto: Tina Bornstein)

São Paulo, SP – Não precisa ser são paulino ou grande fã de futebol para achar, no mínimo, interessante a experiência de comer praticamente dentro do campo de um icônico estabelecimento da cidade, palco de partidas históricas e shows de celebridades nacionais e internacionais.

Na área de camarotes do Estádio do Morumbi está o Amani, que em dias sem jogos ou eventos, fica aberto ao público em geral que pode entrar no estádio sem pagar nada (inclusive o estacionamento, por enquanto, é gratuito) e aproveitar sua gastronomia árabe. Já, em dias de jogos, o local se transforma em um camarote, com pacotes fechados com comida, ingresso e bebidas.

Para começar, peça alguma das esfihas como a Basterma, com lascas de carne seca armênia com queijo (R$ 10), a Do chef, com carne, coalhada, nozes e especiarias (R$ 12) ou a de coalhada seca com azeitona preta e hortelã (R$7). Se estiver em grupo a Man-Ouchi (esfiha grande, de massa fina) pode ser uma boa para compartilhar, destaca-se a de Changliche (R$23) e a de Queijo (R$ 21). Todas as esfihas podem ser pedidas com massa integral.

Na parte dos kibes, o mais pedido é o Kibe Amani – kibe assado, recheado com coalhada seca, hortelã e nozes, servido com mix de folhas e tomate (R$48) ou kibe cru, que além do tradicional (R$40) tem também com quinoa vermelha no lugar do trigo (R$47) – uma boa para intolerantes ao glúten. Também oferece variadas porções, como o mix de pastas (R$36) ou Falafel, que vem com cinco unidades do bolinho de grão de bico, servidos com salada de alface, tomate, salsa, rabanete e molho de gergelim (R$35).

Carré de Cordeiro (Foto: Tina Bornstein)

Entre os pratos principais, destaque para o Carré de Cordeiro, carré grelhado com molho de hortelã, servido com cuscuz marroquino, uvas passas, amêndoas e aspargos (R$76), o Chich Barak, capeletes a moda árabe na coalhada quente, servido com arroz libanês (R$40), o Cordeiro Marroquino, fatias de pernil de cordeiro, servido com arroz marroquino, amêndoas laminadas e uvas passa, (R$62) ou o Charuto de uva (12 unidades, R$39). Para quem preferir um sanduba, oferecem beirute com carne de cordeiro (R$44) e os tradicionais kebabs (entre R$ 33 e R$39).

De sobremesa, a casa oferece desde opções tradicionais, como petit gateau (R$15) até itens típicos árabes como o Mhalabié, manjar de leite à moda árabe, calda de damasco e salpicado de pistache (R$18) ou o Atayef de Nozes, panqueca recheada com nozes e servido com calda de açúcar (R$15).

Atayef de Nozes (Foto: Tina Bornstein)

Vale dizer que no almoço de 3a a 6a feira tem um bem servido menu executivo (R$45), podendo escolher entre uma opção de prato principal – dentre seis, três acompanhamentos – dentre oito e uma sobremesa – dentre três opções. E que quinta-feira acontece o “Happy Hour Amani”, das 18h30 às 21h, onde os drinques contam com desconto de 50% e o balde com cinco cervejas long necks sai por R$30. Possui DJ ou música ao vivo (sem cobrança de couvert artístico).

Outra item legal que oferecem é o Espaço Kids – com monitores nos finais de semana e feriados. Um programa gostoso e fora do comum!

 

 

 

 

Amani Restaurante: Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 – Morumbi, portão 2 (acesso pela rampa) / Tel: (11) 3476-2146 / Funcionamento: de terça a sexta das 12h às 15h e 19h às 23h; sábado das 12h às 16h e 19h às 23h; e aos domingos, das 12h às 16h.

Posts relacionados