Cochinchine chega ao bairro do Jardins para reforçar o time de gastronomia vietnamita em São Paulo

Rolinhos vietnamitas de papel de arroz (Foto: Daniela Filomeno)

Amantes da gastronomia vietnamita podem comemorar: a chef Dani Borges, que comanda com maestria o famoso vietpub Bia Hoi, no centro de SP,  abre nova casa no Jardins com criações e ambiente mais sofisticados. Com foco na gastronomia do norte do Vietnã e com forte influência da culinária francesa, o resultado são pratos delicados e mais suaves – com menos pimentas e temperos.

Dani explica que “a grande diferença entre a culinária do Vietnã e a de quase toda a Ásia é justamente essa influência francesa que tem em todo o país. De certa forma, a gastronomia vietnamita já nasceu ‘fusion’. O que fazemos aqui é evidenciar essa união. Não é à toa que um dos principais alimentos por lá seja a baguete”.

A casa apresenta criações próprias num cardápio dividido em quatro sessões: para compartilhar, entradas, pratos principais e sobremesas – todas muito bem servidas. Comece com o Goi Cuon, os tradicionais rolinhos vietnamitas de papel de arroz recheados com ervas, pepino, nabo, cenoura e macarrão de arroz – que podem vir com camarão (R$ 28) ou na versão veggie (R$ 24) – ou com o Banh Bot Loc, um delicioso dumpling de polvilho doce cozido no vapor recheado com lombo de porco e camarão, servidos com cebola crocante e molho vietnamita (R$ 36) e para os veggies tem a versão recheada de abóbora, cogumelo, gengibre e aromatizados com folhas de limão (R$ 34).

Banh Bot Loc do Cochinchine (Foto: Daniela Filomeno)

Para quem quer realmente sentir essa influência francesa peça de entrada o Viet Tartar – versão para o tradicional prato francês que leva patinho de Angus Beef Passion picado na ponta da faca com especiarias, molho de peixe e chips de raiz de lótus (R$ 39), e também as leves e refrescantes Vieiras Grelhadas com Creme de Ervilhas e Gengibre (R$ 45).

Thit Kho To do Cochinchine (Foto: Tina Bornstein)

Entre os pratos principais foi difícil escolher o predileto, mas o Da Nang, um cozido de frutos do mar e barriga de porco com polvo, lula, camarões e mexilhões brancos em molho caramelo e especiarias acompanhado de arroz branco (R$ 74), é de comer ajoelhada de tão saboroso. Outras excelentes opções são o Thit Kho To, um suculento stinco de porco que se desmancha sobre um surpreendente molho de leite de coco queimado, servido com arroz branco (R$ 56) e para os veganos o Ca Ri Chay, a versão vietnamita do curry com legumes, pimenta, tamarindo, folhas de limão e cúrcuma servido com arroz branco (R$ 45). Se quiser algo mais leve peça a salada Hoa Chuoi, com flor de bananeira, cenoura, mix de repolho, picles de maça verde, ervas aromáticas e camarões ao molho de leite de coco (R$ 42).

Finalize com o French Quarter, um suave creme brulée de jaca (R$ 22); o Ben Tre, uma delicada mousse de coco, servida com molho de manjericão (R$ 22), ou o Mekong Crème Caramel, creme com calda de caramelo servido com compota de carambola e mamão verde (R$ 22).

Vida longa ao Cochinchine que conquistou o paladar do Viagem&Gastronomia!

Cochinchine Bistrô – Cozinha Vietnamita Moderna
Rua Haddock Lobo, 1002 – Jardim Paulista / Tel: (11) 3063-0718 / Funcionamento: de terça a sexta, das 12h às 15h e das 19h30 às 23h30. Sábados das 12h às 17h e das 19h30 às 23:30. Domingos das 12h30 às 17h30.

Posts relacionados