Nova York é uma cidade fascinante. Sua pluralidade é de uma riqueza inestimável. Arte, cultura, moda, compras…são tantas coisas para fazer que uma semana sempre será pouco na Big Apple. E tudo isso acompanhado sempre de uma boa refeição, já que sua vocação gastronômica é tão grande que, se decidir almoçar e jantar todos os dias, durante um ano, em um restaurante diferente, conseguirá fazer isso sem repetir um único lugar. E só Nova York pode proporcionar isso. O bom de ir tantas vezes a uma cidade é que nos ajuda a desvendar os lugares que são absolutamente mandatórios de ir… Quer saber quais são os meus prediletos? 

The Polo Bar
O Tuna Tartar, do The Polo Bar – Ralph Lauren, é imperdível. Vem molhadinho, mergulhado em um delicioso molho de gergelim e acompanha torradas finas e crocantes. De prato principal, a Vitela à Milanesa é deliciosa. Para fechar, o menu de sobremesas tem tantas opções gostosas que fica difícil escolher. Sugiro o The Polo Bar Brownie ou o Ralph’s Ice Cream, que vem acompanhado de cookies. Não deixe de tomar um drinque no charmoso bar! Mas atenção: reserve com muita antecedência porque é um dos lugares mais disputados de Nova York.

L`Artusi (Foto: Daniela Filomeno)

1 e 55th St

Scalinatella
Descendo por uma escada no Upper East Side, após entrar em uma porta quase imperceptível na rua, está o Scalinatella uma típica e deliciosa cantina italiana. Pouco frequentada por turistas, num ambiente muito agradável e característico das casas romanas, os nova-iorquinos se deliciam com as pedidas da gastronomia da Itália, como as fartas entradas e antepastos, massas tradicionais, peixes e carnes.

201 E 61st St

L’Artusi
Italianíssimo nova-iorquino, o L’Artusi é muito indicado por chefs, que o consideram um dos melhores da cidade. Superbadalado, o ambiente é acolhedor e sofisticado. O serviço é impecável e a comida saborosa. De entrada peça a salada temperada de anchovas, fresca e deliciosa. Para o prato principal, eles preparam releituras como o Fettuccine ao Vôngole que vem apimentado com o Manila Clams (uma espécie de Vôngole), pimenta jalapeño e farofa crocante de pão. Delicioso! Tudo harmoniza perfeitamente com um bom vinho italiano.

228 West 10th St

Gramercy Tavern
É quase impossível conhecer alguém que não goste do Gramercy Tavern. Por lá, comece a visita no disputado balcão do bar e peça um drinque. O atendimento é exemplar, a comida excelente, sem frescura e o ambiente é cool. O restaurante já foi eleito o melhor da cidade “pelas pessoas que o frequentam”, dizem os locais com orgulho. Entre as pedidas, a pasta de bolonhesa de porco é absolutamente imperdível e o Sea Bass (nosso Robalo) é leve, saboroso e tem um surpreendente molho de combinações inusitadas. Para sobremesa, a torta de banana com sorvete é servida em uma releitura interessante.

42 e 20th St

Public Kitchen (Foto: Daniela Filomeno)

Pizza de trufas do chef Jean Georges
Os amantes de trufas e pizza não podem deixar de comer a iguaria do chef francês Jean-Georges Vongerichten. Um dos endereços que oferece o prato é o meu queridinho na cidade, o Mercer Kitchen, no SoHo. Do forno sai a deliciosa pizza de trufas com queijo fontina. De sobremesa, vá de Butterscotch Pudim, com caramelo salgado e creme fraîche. Outro restaurante para se deliciar com a receita é o Public Kitchen, com ambiente de concreto aparente, que lembra um descolado galpão. Ele fica aos fundos da recepção do Public Hotel.

215 Chrystie St

From Farm
Os restaurante orgânicos, no estilo from farm to table, são populares na cidade. Tem entre seus melhores exemplos o ABC Kitchen, em Midtown. Do mesmo talentoso chef Jean-Georges, a casa busca os ingredientes mais frescos, todos de produtores locais. A regra aqui são alimentos sem agrotóxicos ou fertilizantes sintéticos. As carnes provêm de animais com criação livre e sem hormônios. Entre os destaques, peça o sashimi de atum de entrada e a pizza com cogumelos e ovo (from the farm) estalado ou o suculento burger de prato principal. Sobremesa? Um sundae de caramelo com flor de sal. Vale todas as calorias.

Mercer Kitchen: 99 Prince St
Public Kitchen: 215 Chystie St
ABC Kitchen: 35 E 18th St

Spotted Pig (Foto: Daniela Filomeno)

Tofu fresco e uma refeição deliciosa no EN Brasserie
Que tal um autêntico restaurante japonês? No En Japanese Brasserie, os ingredientes são escolhidos de acordo com a sazonalidade. Tem entre suas estrelas o tofu, que é tratado com uma iguaria. Não só é preparado diariamente, mas seis vezes ao dia – o que confere um frescor inigualável. É servido em duas versões: frio, como uma coalhada seca; ou quente, com textura que lembra um excelente burrata. Na mesa, tempere com shoyo e flor de sal e seja feliz! Não dá para descrever, só comendo para entender o quanto é bom.

435 Hudson St (at Leroy)

Um dia no museu
Localizado dentro do MoMA, o restaurante The Modern tem ambiente clean, despretensioso e fica pertinho do jardim das esculturas. A comida é surpreendente. As vieiras, por exemplo, foram umas das melhores que já comi. O menu muda constantemente e o restaurante tem duas áreas: uma com cardápio fechado e outra à la carte, ideal para uma parada durante sua visita ao museu. Peça uma taça de um bom vinho branco e seja feliz.

9 W 53rd St

Best Burguer
De menu enxuto, mas delicioso, o The Spotted Pig serve saladas, sanduíches, peixes e agrada os vegetarianos também! Mas minha sugestão é o incrível Cubano Sandwich com rúcula. A carne é impecável, suculenta e muito saborosa, vai queijo roquefort na medida e é coroada com pão brioche macio. Acompanha porção de batatas fritas fininhas e crocantes com lâminas de alho e alecrim, daquelas que você devora até a última.

314 West 11th St

Veja também: 

Onde os chefs comem? Com Jean-Georges em NYC

Posts relacionados