Após a passagem do furacão Irma pelo Caribe, o cenário gastronômico de St. Barths mudou. A boa notícia: a maioria dos restaurantes já estão abertos com novidades nos menus e locais novinhos em folha. Quer saber onde comer em St Barths?

Manapany (Foto: divulgação)

Uma vez em St.Barths é programa obrigatório ir almoçar no icônico Nikki Beach. DJs, gigantes garrafas Magnum ou Jeroboam nas mesas, pessoas descoladas e som animado são características de um dos mais badalados restaurantes da ilha.

O icônico hotel Eden Rock também terá seu restaurante panorâmico reaberto em dezembro. A comida é ótima e já valeria pela vista, inclusive para jantar. É lá que também fica o Sand Bar, pelas mãos do chef Jean-Georges Vongerichten.

São dois restaurantes deliciosos e descontraídos praticamente pé na areia: Shellona, na Shelly Beach, e o Maya’s, em Gustavia, para ótimos frutos do mar. Entre o Aeroporto de St. Jean e o Eden Rock, a diversão no Pearl Beach é ver o vai e vem dos aviões, dando rasante na praia.

Dia de barco: para um almoço a bordo, não deixe de passar no Maya’s to Go.

Para um jantar animado que vira uma verdadeira festa vá ao Le Ti St. Barth ou no Bagatelle.

Para amantes da cozinha italiana, jantar no Isola em Gustavia é imperdível. E para a melhor pizza, o pequeno Isoletta do mesmo grupo.

Veja também:
Conheça a St Barth de Donata Meirelles
A fervilhante St. Barth no Caribe
Luxuosa rede hoteleira europeia chega a St. Barth

L’epirit (Foto: divulgação)

Onde jantar:
Muitos restaurantes só abrem no jantar ou são especiais para esta ocasião, como o Bonito e sua vista linda do porto. Já o Ociela St. Barth não fica de fora. Um dos mais exclusivos hotéis da ilha, o Le Toiny também abriga um dos melhores restaurantes de St. Barths.

Ao pé de uma árvore de tamarindo, o charmoso Tamarin tem clima romântico, mesas iluminadas por luminárias e da cozinha, sob o comando do chef Charley Bouhier, prepara-se receitas contemporâneas com ingredientes frescos.

Lá Guérite  fica pertinho do porto de Gustávia, entre barcos de pesca e iates. A casa põe à mesa a autêntica cozinha mediterrânea, criada por um dos prodígios da gastronomia grega: Yiannis Kioroglou

O disputado L’espirit de Jean Claude tem ambiente informal e comida deliciosa, que também pode ser combinado após um bom dia de praia.

Comidinha rápida: um crepe na La Creperie e um sorvete Le Glacier, ambos em Gustavia.

François Plantation o legendário restaurante de St. Barths fica no charmoso hotel Villa Marie, traz seu estilo desposado chique com toque colonial para uma culinária francesa mediterrânea e da Provence com toques caribenhos.

O novo hotel da ilhaLe Manapany  também traz boa gastronomia. Um misto de culinária local com ares ingleses pautam esta cozinha. Para acompanhar, não deixe de passear pelo menu de drinques.

Um bar de vinho em pleno Caribe? Sim, não esqueça que está em terras francesas e aproveite tudo que o La Pappillon Ivre tem a oferecer. Para acompanhar, tábuas de queijos (franceses, claro), foie gras e charcuterie (embutidos) para uma harmonização perfeita.

Posts relacionados