The Bar at The Dorchester  (Foto: divulgação)

O The Bar at The Dorchester é famoso por trazer a melhor e mais eclética seleção de destilados e vinhos, desde pequenas destilarias independentes até nomes consagrados

Com a sua própria entrada privada num dos endereços mais prestigiados de Londres, o The Bar está aberto a hóspedes e não hóspedes do hotel e é supervisionado pelo lendário gerente de bar Giuliano Morandin e sua premiada equipe de alquimistas experimentais. E sua grande novidade é um barril de um raro whisky escocês, o Caol Ila, que foi destilado exclusivamente para o hotel pela refinaria da Caol Ila em Islay, na Escócia.

The Distillery: Bar de gin tem até quarto para quem exagerar na dose, em Londres

Este requintado whisky entrega notas de fuligem e cinzas, uma característica praiana e um toque apimentado, encapsulando perfeitamente o terroir autêntico e seu sabor distinto. Destilado em setembro de 1996, o barril exclusivo será dividido em 312 garrafas disponíveis apenas no estabelecimento. O uísque Caol Ila está disponível no The Bar at The Dorchester em doses de 50 ml a £25. Uma garrafa de Caol Ila de 70ct pode ser adquirida por £150.

The Promenade Bar (Foto: divulgação)

Localizado no mesmo hotel, no The Promenade Bar, você descobrirá um dos segredos mais bem guardados de Londres. Ele tem um design oval glorioso, formado em couro rico com um fundo de vidro carmesim profundo. O The Promenade Bar serve diversos frutos do mar e 14 variedades de champanhe em taça, além de coquetéis de champanhe misturados com perfeição pelos premiados mixologistas do hotel.

Para a temporada, ele oferece aos hóspedes um menu de coquetéis especializado em martinis feitos com uma extensa seleção de vodkas de alta qualidade de todo o mundo – 37 rótulos destilados em locais distantes da Polônia à Nova Zelândia. Além da incrível oportunidade de desfrutar de um pacote especial de champanhe e ostras a partir de £ 59. Os hóspedes podem se deliciar com seis ostras nativas de Menai e meia garrafa de champanhe NV Collée Special Cuvée.

Confira também: 

Londres: por que incluir o bairro de Chelsea no roteiro

Posts relacionados