Já se perguntou onde os chefs mais badalados do mundo comem quando não estão comandando seus restaurantes? Na nossa coluna “Onde os chefs comem” eles abrem o jogo e contam quais seus locais prediletos. O convidado dessa semana é Tsuyoshi Murakami

Tsuyoshi Murakami é uma figura bastante conhecida no cenário gastronômico nipônico de São Paulo. Desde setembro, o chef voltou aos holofotes da gastronomia para apresentar seu mais novo empreedimento, o Murakami, onde recebe apenas 12 clientes por turno. Na nova aposta, o chef abandonou a dólmã e assumiu um estilo mais descontraído, com tênis, camiseta e cabelos longos – que são presos em um coque – e um óculos redondo, meio hispter. Mesmo com todas as mudanças, Murakami manteve a essência da sua cozinha e de ser um showman. O cardápio muda todos os dias, depende de quais ingredientes ele considerar os melhores do dia. Com seu tamanho reduzido, o restaurante ajuda o chef na interação com as pessoas que por lá circulam e, se der sorte, Murakami poderá até declamar um poema ou cantar. Quando está comandando seu balcão, o chef explora algumas casas em São Paulo e aproveita para pedir os pratos que ele adora. Curioso? Confira abaixo

Tsuyoshi Murakami (Foto: divulgação)

Izakaya Issa

O Izakaya Issa é aquele lugar para comer qualquer iguaria garimpada diretamente pela dona da casa, Margarida Haraguchi. Alguns pratos são servidos com ingredientes vindos diretamente do Japão e todos eles são muito bem executados.

Rua Barão de Iguape, 89 – Liberdade / Tel.: (11) 3208-8819

Izakaya Kabura

Em uma portinha na Liberdade está o Izakaya Kabura, um dos pioneiros no conceito Izakaya em São Paulo. Sem grandes firulas no ambiente, eles servem um delicioso motsu no nikomi, que é como se fosse uma dobradinha japonesa, que pode ser feito com carne de porco, bovina ou até mesmo miúdos. O tempo de cozimento é alto e é finalizado com legumes, tofu, entre outras coisas.

Rua Galvão Bueno, 346 – Liberdade / Tel.: (11) 3277-2918 

Yakitori

Um restaurante tradicional que foge do circuito da Liberdade e tem um ambiente despretensioso com um delicioso fígado mal passado, conhecido no Japão como Leba Yaki, servido com molho tarê.

Avenida dos Carinás, 93 – Moema

Kinboshi

Discreto, o Kinboshi fica no Paraíso e tem ambiente tradicional dos izakayas japoneses, com balcão de madeira, bastante acolhedor. Minha pedida é sempre o Tan Shio, um prato que serve uma língua no sal feita no carvão.

Rua Coronel Oscar Porto, 319 – Paraíso / Tel.: (11) 3637-5387

Quito Quito 

Em um ambiente acolhedor, que conta com um cardápio escrito à mão, o Quito Quito é mais um endereço que foge do bairro da Liberdade. A equipe de Kaori Muranaka serve deliciosos pratos quentes e frios, assim como a lula crua feita com o próprio fígado, conhecido como shiokara.

Alameda Campinas, 1179 – Jardins / Tel.: (11) 3586-4730

Veja também: 

Um giro pela cozinha japonesa, com a jornalista Beatriz Marques

Booking.com

Posts relacionados