O movimento Segunda Sem Carne surgiu em 2003 nos Estados Unidos e, hoje, está presente em mais de 40 países. A causa é apoiada por nomes como Paul McCartney, que por onde passa convida seus fãs a trocarem a proteína animal pela vegetal pelo menos uma vez por semana, estimulando uma mudança de hábitos alimentares que trazem benefícios para a saúde, para os animais e para o planeta

Homa (Foto: Tina Bornstein)
Arroz cremoso de beterraba do Homa (Foto: Tina Bornstein)

No Brasil, a Segunda Sem Carne foi lançada em 2009 pela Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) com o apoio da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente. Hoje, o movimento também recebe o incentivo da Secretaria de Educação de São Paulo, e já é realidade na alimentação escolar de mais de 100 municípios. Substituir a proteína animal da refeição ao menos uma vez na semana, além de ajudar a poupar o planeta e reduzir o abate de animais, pode funcionar também como incentivo para você diversificar seu prato e descobrir verdadeiras iguarias elaboradas com os vegetais.

Separamos cinco casas vegetarianas incríveis para conhecer na sua #segundasemcarne em São Paulo, confira!

HOMA

Comandado pelos chefs  José Barattino e Gilson de Almeida, a pequena casa numa rua tranquila de Pinheiros tem como logo uma berinjela com uma coroa, o que explica a filosofia da casa: os vegetais são tratados como rei. O restaurante tem mesas comunitárias, serviço informal e serve suas refeições em bowls e sem faca – só colher e garfo! O arroz cremoso de beterraba com ricota e raspinha de limão é imperdível, assim como o falafel de feijão branco com molho de hortelã e o cookie de chocolate de sobremesa está entre os melhores da cidade. Abre cedinho, o que é ótimo para um bom café da manhã com opções vegetarianas e veganas.

R. Benjamin Egas, 275, Pinheiros / Tel.: 11 3097-9031 / Funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 16h, e aos sábados e domingos, das 9h às 16h.

TEVA 

Lasanha vegana do Teva (Foto: Tina Bornstein)
Lasanha vegana do Teva (Foto: Tina Bornstein)

É preciso deixar de lado todos os preconceitos e estereótipos antes de entrar no TEVA Restaurante e Bar de vegetais. A casa carioca que aterrissou faz poucos meses em São Paulo já tem fila na porta aos finais de semana e é fácil entender o motivo: na cozinha entram apenas alimentos frescos, orgânicos, sazonais, não industrializados e produzidos localmente que se transformam em iguarias. Difícil escolher entre tantas opções deliciosas do extenso cardápio, mas vá no Bolinho de baião de dois empanado em Panko e recheado de tofu defumado, maionese de lambão e couve frita, na Lasanha fresca de vegetais com ricota de tofu e tomate seco, molho de cogumelos, espinafre sauté, muçarela de castanha de caju e pesto ou no delicioso Burger de cogumelos e cereais, rúcula, cebola caramelizada, tomate, maionese de pimenta chipotle e pão rústico. Não deixe de pedir o Bolo Toffee com maça caramelizada servido quente sobre caramelo de coco, sorvete de canela e farofa praliné de nozes para finalizar com chave de ouro a refeição. Durante a semana, no almoço, oferecem menu executivo com entrada, prato principal e sobremesa por R$ 58.

R. Cônego Eugenio Leite, 539, Pinheiros/ Tel.: (11) 3062-8257/ Funcionamento: segunda a sexta, das 12h às 16h e 18h às 24h. Sábado, das 12h às 24h, e domingo, das 12h às 22h.

Falafel do Carrito Organic (Foto: Tina Bornstein)
Falafel do Carrito Organic (Foto: Tina Bornstein)

CARRITO ORGANIC

Recém-aberto, o pequenino Carrito, nos Jardins, é daqueles lugares que nós faz esquecer que estamos na agitada São Paulo. Logo na entrada mesas ao livre com luzinhas penduradas dão as boas-vindas. Com a proposta de uma cozinha totalmente orgânica e que valoriza o os pequenos produtores, a sazonalidade dá o tom ao cardápio, que varia seus pratos a cada semana. De entrada peça o falafel de grão de bico com especiarias da casa e molho de gergelim, o dip de couve flor empanada na linhaça ou os nachos com guacamole, as tostada com pão de fermentação natural com hommus de beterraba, avocado e granola salgada é deliciosa. Já os bowls tem para todos os gostos, como o Mexican Bowl, com arroz, feijão preto, salsa, guacamole, sour cream vegano, mix de folhas verdes, pico de gallo, creme de chipotle acompanhado de tortilha de milho, pancs ou ainda a lasanha raw, com massa de abobrinha, queijo de castanha fermentado e pesto de pinhão. As sobremesas, todas são preparadas com leite de cará, como o mousse, com cacau alcalino com avocado, melado de cana acompanhado de farofa de cocada. Oferece um menu executivo no almoço, durante a semana, com entrada, prato principal e chá da casa por R$ 49,90.

Al. Tietê, 636, Jardins / Funcionamento: segunda a domingo, das 9h às 22h.

THAT VEGAN BRAND

Comida saborosa, preço justo, casa com ambiente informal. No restaurante That Vegan Brand – Comedoria Vegana a ideia é se sentir na casa da vó, com comidinha que “abraça”. No menu algumas opções fixas do dia como, por exemplo, de segunda-feira é o Virado à Paulista, feito com arroz branco ou integral, tutu de feijão, couve, banana empanada e bacon de cenoura; de terça é a vez do Gnocchi de Mandioquinha com pesto de rúcula e assim vai. Se preferir, peça o hambúrguer de falafel ou de cogumelos e alguma das porções, como a de anéis de cebolas empanados.

Rua Aimberê, 91, Perdizes / Tel.: (11) 2609-9097 ou 94551-2448 / Funcionamento: segunda, das 12h às 15h; terça a sexta, das 12h às 24h; sábado, das 12h à 1h; domingo, das 12h às 22h. 

PURANA

Moqueca de banana com pupunha do Purana (Foto: Tina Bornstein)
Moqueca de banana da terra com pupunha do Purana (Foto: Tina Bornstein)

Ambiente espaçoso, com pé direito alto e um café que funciona sem intervalos para uma pausa ao longo dia acompanhado de uma torta saborosa e saudável. A casa que tem receitas criadas pela sócia e apresentadora do Diário de uma Vegana, do GNT, Alana Rox, não oferece absolutamente nada com derivados de animais. O cardápio para o almoço não é longo, mas certeiro! Receitas impecáveis, como a Moqueca orgânica de Banana da terra e Pupunha com molho de tomate e leite de coco (feitos na casa), pimentões, cebola roxa, lascas de coco e  farinha de mandioca com sementes e linhaça ou o Bali bowl, com feijão vermelho e favas, quinoa tricolor, sementes de girassol, verdes escuros refogados, tomate cereja, repolho roxo, abóbora cabotiá assada com especiarias, sementes de abóbora, tofu orgânico em cubos assados, três tipos de cogumelos, pastinha de avocado, molho tahine e brotos. Os doces também seguem a linha saudável, como a Torta de Maça com doce de leite de castanhas e açúcar de coco.

R. Cônego Eugênio Leite, 840, Pinheiros / Funcionamento: segunda, das 12h às 20h; terça, das 9h às 20h; quarta a sábado, das 9h às 19h; domingo, das 9h às 16h. 

Um hotel e spa com propósito: oferecer um estilo de vida mais saudável

Posts relacionados