Por Kizzy Magalhães

Não são apenas os brasileiros que estão invadindo Portugal. Massas de italianos também chegaram por lá. Mas estas são redondas, crocantes na medida certa, com os melhores ingredientes e produzidas com farinha 100% “nacional”. Para – muito – além do bacalhau, Lisboa tem uma rica variedade de pizzas italianas à vera. De Napoles à Roma, com toalha quadriculada ou lâmpada de filamento. Escolha a sua e mangia che te fa bene

VALDO GATTI

Pizza da Valdo Gatti, entre as melhores de Lisboa (Foto: divulgação)
Pizza da Valdo Gatti, entre as melhores de Lisboa (Foto: divulgação)

A Valdo Gatti abriu em 2018 e virou sucesso imediato. Turistas do mundo inteiro percorrem as ruelas estreitas e charmosas do Bairro Alto atrás da ótima relação custo-benefício de lá.  A farinha das pizzas é 100% orgânica, assim como os vinhos. O cardápio é enxuto e certeiro e 95% de todos os ingredientes também são naturais. Outra vantagem é que abre todos os dias até às 23h.

CASANOVA

Uma cantina italiana na beira do Tejo. Despojada, com mesas compartilhadas, sempre cheia de gente feliz. Evite os horários de pico. As pizzas de massa fina assadas no forno à lenha são realmente disputadas. Mas se tiver fila não se preocupe, elas andam super rápido.

Nos dias quentes a melhor pedida é comer na varanda, coladinha no rio. Também é uma dica para jantar mais tarde, quando Lisboa fica com poucas opções de bons lugares para comer. A Casanova fecha todos os dias a 1 e meia da manhã. Além das pizzas, da cozinha aberta saem pastas, lasanhas e saladas.

REFEITÓRIO SR ABEL

Um tesouro bem guardado em Marvilla, atual bairro-queridinho da cidade.

Uma dupla competente comanda o restaurante: o chef argentino Chakall, que há mais de 20 anos mora em Portugal, e o italiano Roberto Mezzepelle que, entre outros prêmios, é campeão europeu de pizza acrobática.

O restaurante ocupa o antigo refeitório de um tradicional prédio onde funcionava a Associação Comercial Abel Pereira (frequentada por Fernando Pessoa, vale ressaltar). No salão principal, uma imensa árvore-instalação-origami domina o ambiente literário-hype. Ao lado (quase um anexo) fica o Heterônimo Baar, perfeito para começar a noite ou para uma saideira.

Entre as pizzas, destaque para as massas especiais – e surpreendentes – de carvão vegetal, cúrcuma, 7 cereais e cânhamo (sem THC). Tem pizza Gluten Free (reserva antecipada de 1 dia) de farinha de milho, arroz e trigo sarraceno. No cardápio também tem burratas que chegam de avião diretamente da Itália, e carpaccios de atum, peixe espada, boi e bresaola.

ZERO ZERO 

Pizza com glamour no Príncipe Real. Um dos restaurantes mais disputados da cidade, fica especialmente agradável quando é possível comer nas mesas ao ar livre. Ou seja, durante o ano inteiro, já que a temperatura em Lisboa sempre ajuda.

Logo na entrada, um bar de Prosecco e coquetéis, além de uma caprichada carta de vinhos italianos. O cardápio de pizzas (todas com farinha 00, ora pois) também é extensa e alterna sabores clássicos, opções vegetarianas e especialidades como a “Pugliese” (tomate, mozzarella fiordilatte, presunto de Parma 18 meses, ricota, ovo e parmigiano reggiano 16 meses) ou a “Tartufi e Porcini” (mozzarella fiordilatte, cogumelos porcini, queijo asiago e creme de trufa preta). Na sobremesa, não ouse pular o tiramisù. A Zero Zero também tem uma filial no Parque das Nações.

FORNO D’OURO

melhores pizzas Lisboa
Forno forrado a ouro na Forno d`Ouro em Lisboa (Foto: divulgação)

A vera pizza napoletana em Lisboa tem nome, endereço e certificado: o Forno d’Ouro recebeu a mais alta distinção no universo das pizzas, o equivalente à “Estrela Michelin” das redondas. O nome não é à toa: a vedete do restaurante é um forno de 9 toneladas forrado a ouro, importado de Nápoles, cuja pedra vulcânica no interior mantém a temperatura nos 450 graus.

O tempo cronometrado do cozimento (exatos 70 segundos) garante fornadas sempre perfeitas, orquestradas pela simpática equipe do chef nepalês Tanka Sapkota (que também comanda os excelentes “Come Prima” e “Casa Nepalesa”). As tradicionais pizzas napolitanas se misturam com ingredientes portugueses como requeijão de ovelha, porco preto e bacalhau defumado. A entrada de burrata com tartufo nero é imperdível.  Além dos vinhos, o Forno d’Ouro tem uma carta com mais de 30 rótulos de cerveja artesanal.

Categoria extra: Pizza de balcão

LA PIZZA DE NANNA

Perto do Príncipe Real, a Pizza de Nanna não tem mesas nem cadeiras, apenas um pequeno balcão que só funciona até às 22h e serve as melhores pizzas estilo romanas. Massa firme e crocante, farinha importada da Itália.  São cerca de 5 sabores diferentes, vendidas a peso, como a infalível marguerita, a de presunto de Parma ou a de pepperoni picante.

Dica 1: telefone, encomende e vá buscar (ou peça por aplicativo). E coma no conforto de casa (seja lá hotel, airbnb ou residência)

Dica 2: compre sua caixinha de pizza e vá comer no jardim da Assembleia da República, que fica ao lado. Ou atravesse a rua e pegue uma carona nas mesas do mercadinho São Bento (ninguém vai olhar de cara feia).

Dica 3: Tome um sorvete de sobremesa no Nannarela, dos mesmos donos e vizinho de parede da Pizzaria.

 


Posts relacionados