Você, provavelmente, já deve ter visto o clássico negroni nas mais diversas cartas de bebidas. A combinação do bitter, gim, vermute e laranja, com sua intensa cor avermelhada, tornou-se referência ao redor do mundo. O fato é que o drinque foi criado na Itália e, teoricamente, os melhores preparos estão por lá. Aqui, três bares para apreciar o coquetel em Milão

Bar Basso

Foi aqui, em 1972, que o bartender Mirko Stocchetto errou a receita do tradicional negroni e criou uma nova versão do drinque. O Negroni Sbagliato é feito com espumante, ao invés de gim, e é marca registrada do Bar Basso. Desde 1968, é um ícone milanês, com ambiente repleto de luzes quentes e um letreiro neon na fachada. A decoração é típica dos anos 80, com balcão de madeira, detalhes prateados e lustres de cristal.

Via Plinio 39

Onde tomar um clássico negroni em Milão
Bar Basso (Foto: reprodução Facebook)
Onde tomar um clássico negroni em Milão
Camparino Bar (Foto: divulgação)

Camparino in Galleria

Uma vitrine repleta de garrafas vermelhas, um enorme balcão feito de madeira e mesinhas redondas distribuídas pelo ambiente. Assim é o Camparino, o verdadeiro bar da Campari em Milão. Localizado dentro da Galleria Vittorio Emanuele, é o lugar certo para apreciar o marcante e intenso coquetel que mistura bitter, gim e vermute vermelho, finalizado com uma fatia de laranja.

Piazza del Duomo 21

Banco

O ambiente é pequenininho e seu balcão ocupa quase todo o espaço. O Banco é um convite para apreciar o tradicional negroni às margens do canal Naviglio Grande. A carta de bebidas conta com clássicos da coquetelaria que são embalados ao som de jazz. É um bar típico milanês, que foge das rotas turísticas e que atrai público descolado.

Alzaia Naviglio Grande 46

Veja também: 

Onde comer risotto alla milanese em Milão

Onde tomar café em Milão

 

Posts relacionados