O risoto alla millanese é um dos pratos mais antigos e tradicionais da culinária milanesa e ir à cidade e não experimentá-lo é praticamente uma ofensa. O prato teve origem em 1574, no casamento da filha do Mastro Valerio de Flandres, pintor flamengo que na época trabalhava na Catedral de Milão. Segundo manuscrito encontrado na Biblioteca Trivulziana, Mastro Valerio tinha um assistente apelidado de Saffron, que tinha o hábito de misturar um pouco de açafrão nas tintas para torná-las mais fortes. Durante o casamento da filha de Valerio, o assistente combinou com o cozinheiro de acrescentar um pouco da iguaria ao risoto, que era servido apenas com manteiga. A reação dos convidados foi surpreendente: açafrão, além de colorir o prato, trouxe um sabor requintado e delicioso. Desde então esse tornou-se o prato-símbolo da cidade. E quer saber os melhores lugares para apreciar esta iguaria?

Trattoria Masuelli San Marco (Foto: reprodução site)

Trattoria Masuelli San Marco

Aberta em 1921, a trattoria já está sob o comando da terceira geração da família Masuelli e continua entre as melhores da cidade. Apesar de ficar afastada do centro, vale a pena se deslocar até lá para provar o seu risotto alla milanese, que chega à mesa em uma generosa porção bem cremosa e acompanhada do tradicional ossobuco e seu molho.

Viale Umbria 80

Ratanà

Prepare-se para entrar em um sobrado do século XIX e se surpreender com uma decoração moderna. O Ratanà oferece uma culinária tradicional italiana, mas, ao mesmo tempo, conta com toques contemporâneos. O risoto é servido em uma linda cerâmica e foge das louças clássicas. Perfeito para um almoço ou jantar descontraído.

Via Gaetano de Castillia 28

Ratanà (Foto: reprodução Facebook)

Antica Trattoria Della Pesa

Italianíssima, a Antica Trattoria opera desde 1880 e é uma das mais antigas de Milão, assim como seu próprio nome diz. É o lugar para provar o clássico prato da cidade e encontrar alguns moradores locais. Como sempre, o risoto chega à mesa muito bem servido.

Viale Pasubio 10

Pisacco

Não espere encontrar um ambiente clássico. Aqui, a modernidade prevalece até mesmo na escolha das louças que são bonitas e junto com os utensílios formam uma bela composição. O risotto alla milanese, servido em uma delas, faz parte do cardápio e é servido com ragu de vitelo.

Via Solferino 48

Pisacco (Foto: reprodução site)

La Trattoria da Abele

O luxo não é sinônimo para a Trattoria da Abele, mas o aconchego, sim. Esteja pronto para encontrar pratos fartos em mesinhas de madeira e jogo americano de papel. O risotto alla milanese pode ser muito bem acompanhado com um vinho – servido em uma tacinha baixa. Aproveite o ambiente familiar.

Via Temperanza 5

Trattoria Al Pont de Ferr

Seu ambiente é marcado pelos arcos feitos de tijolinhos à vista que nos remete a um espaço medieval, mas a gastronomia típica italiana é quem impera. No cardápio, é possível apreciar uma culinária baseada no slow food, com toques modernistas. O risotto alla milanese chega à mesa simples, mas, ao mesmo tempo, elegante, com ossobuco em pequenos pedaços e bem saborosos.

Ripa di Porta Ticinese 55

Biffi (Foto: reprodução site)

Biffi

Localizado na emblemática Galleria Vittorio Emanuele o Biffi é um bom lugar para badalar em meio às cadeiras antigas de madeira. A localização privilegiada beneficia para ver o vaivém de gente descolada e comer um delicioso risotto alla milanese com uma boa taça de vinho.

Galleria Vittorio Emanuele II

Trattoria Casa Fontana: 23 Risotti

Aberto em 1979, pelo chef Sergio Fontana, a casa imediatamente seguiu uma linha precisa: especializar-se em risoto, proposto em 23 diferentes variantes. Uma escolha corajosa, mas que levou o local a ser premiado com a prestigiada estrela Michelin mantida até 1987. Hoje, é comandado por seu filho, Roberto, que manteve a essência: um lugar elegante e acolhedor, onde o arroz continua a ser o verdadeiro protagonista na cozinha.

Piazza Carbonari 5

Posts relacionados