São muitas docerias e sorveterias – algumas muito conhecidas, como a Pasticceria Marchesi e a Cova, e os chocolates sofisticados de Ernst Knam, espalhados por Milão. Uma lista de alguns que vale provar, fora do circuito famoso da cidade

Uma dolce Milano: as docerias de Milão
Pasticceria Martesana (Foto: reprodução Facebook)

Pasticceria Martesana

Filas na porta, assim é a Pasticceria Martesana de Milão. Seu interior tem design neutro e cores sóbrias, mas não se engane pensando que isso é símbolo de modernidade. A doceria está lá desde 1966 e mantém sua tradição artesanal no processo de fabricação. Prepare-se para encontrar panetone clássico, aerado e amanteigado, feito com total excelência.

Via Cagliero 14

Pasticceria Supino (cannoncino)  

A Supino tem uma portinha pequena e é tipo parada obrigatória quando se vai a Milão. O cardápio é reflexo de uma confeitaria clássica italiana e, por isso, conta com o autêntico cannoncino, seu carro-chefe. Com um formato em espiral, é feito com massa folhada, bem crocante e recheado com creme de confeiteiro.

Via Cesare da Sesto 1

Di Viole Di Liquirizia

Em uma ruela do Brera, há mesinhas na calçada e uma vitrine repleta de cupcakes e muffins, sucesso da Di Viole Di Liquirizia. Com detalhes charmosos, como molduras pitorescas nos quadros, oferece doces com inspirações francesas, com finalizações coloridas e fotogênicas. Reserve uma pausa para um café acompanhado de cupcake com creme de confeiteiro.

Via Madonnina 10

Il Massimo del Gelato

O autêntico gelato italiano tem as mãos de Massimo Travani nos bastidores. O chef gelatier prioriza ingredientes com alto frescor e qualidade em seus gelatos na Il Massimo del Gelato. Prove a cremosidade do sabor pistache e se apaixone por uma simples casquinha feita artesanalmente.

Via Lodovico Castelvetro 18

Uma dolce Milano: as docerias de Milão
Il Massimo del Gelato (Foto: reprodução Facebook)

Pasticceria Sissi

Imagine uma casa de avó e pense logo em seguida na Sissi. Uma pequena porta na calçada em frente à Praça del Risorgimento dá entrada ao aconchegante ambiente da padaria, que manteve suas essências e suas paredes rosadas, além do quintal coberto de trepadeiras. Delicie-se com o croissant recheado com creme de confeiteiro ou com o chiacchiere – uma massinha frita e finalizada com açúcar de confeiteiro.

Piazza del Risorgimento 6

 

Posts relacionados