Lelê Saddi é apaixonada por Paris. Frequentadora assídua, conheçe tão bem a Cidade Luz que é autora do guia Paris pra Você, que em tom intimista, como se conversasse com uma amiga, ela dá dicas de passeios, lojas, museus e restaurantes para curtir a capital francesa. Desta vez, compartilhou com o V&G quais são as paradas que nunca ficam de fora do seu roteiro. Confira

Ambiente do Silencio Club (Foto: reprodução Instagram)

Silencio Club

Desde 2011, em um prédio escondidinho, projetado pelo mesmo atelier da Torre Eiffel, funciona o Silencio, que é uma verdadeira mistura de bar e night club. Fundado pelo diretor americano David Lynch, foi inspirado na boate de seu próprio filme, o “Cidade dos Sonhos”, de 2001. Ao chegar na Rua Montmartre você não imagina que ali funciona uma boate, já que não há nenhuma identificação. Ao adentrar o prédio, é necessário descer seis lances de escada para cruzar um corredor dourado e, enfim, chega no espaço do Silencio. O night club funciona em dois formatos: das 18h às 24h a casa só recebe membros filiados, que são presenteados com eventos artísticos, cinema, entre outras programações; e, depois da meia noite, recebe o público geral em uma pista badalada que vai até às 6h da manhã. Seus frequentadores podem apreciar drinques bem preparados e DJs que animam por horas. Lembre-se de chegar cedo para evitar as filas quilométricas.

142, rue Montmartre

Livraria Shakespeare and Company

Certamente é o lugar ideal para quem é apaixonado por livros. A Shakespeare and Company é uma livraria que está localizada na Rue de la Bûcherie, no quilômetro zero de Paris, ou seja, é o ponto inicial onde todas as ruas francesas começam. Foi fundada por George Whitman, em 1951, às margens do Rio Sena, bem próxima a Catedral de Notre-Dame e, ao entrar, você passa para um verdadeiro universo literário, que conta com dois andares repletos de prateleiras, estantes e milhares e milhares de livros. Antigamente funcionava como uma espécie de pensionato de escritores e já recebeu mais de 30 mil profissionais. É um lugar para se encantar e se perder nas inúmeras e mais variadas histórias.

37, Rue de la Bûcherie

Magret de pato do Josephine (Foto: reprodução Instagram)

Josephine Chez Dumonet 

O Josephine é um clássico e antigo bistrô francês, em um ambiente que traz características da Belle Époque. Uma residência familiar foi transformada em um restaurante um pouco requintado e tornou-se um lugar delicioso para quem deseja ter uma experiência gastronômica típica parisiense. Os pratos são muito bem servidos e o serviço é atencioso, desses restaurantes que te deixam bem confortável. O cardápio conta com clássicos, como pato, foie gras, steak tartare e de sobremesa, o gigante mil folhas. Vale um almoço e vale lembrar que só abre durante a semana e recomenda-se fazer reserva.

117, Rue du Cherche-Midi

Veja também: 

Os melhores hotéis de Paris

Posts relacionados