{My Darling Londres} O Castelo de Leeds é uma construção medieval que serviu, inicialmente, como uma fortaleza dos povos normandos. É, atualmente, o resultado de quase um milênio de mudanças e reconstruções

Castelo de Leeds é uma opção de rota próxima a Londres (Foto: My Darling Londres)

Situado no condado de Kent, o Castelo de Leeds conta com mais de 200 hectares de lindos jardins e espaços verdes. O primeiro registro do local remete ao ano de 857, quando um solar chamado Esledes foi elevado. Em 1119, foi substituído por uma construção gerenciada por Robert de Cravecoeur e, anos depois, se tornou morada real para Eduardo I, da Inglaterra, e de sua Rainha, Leonor de Castela. Posteriormente, se tornou o castelo do Rei Henrique VIII e sua primeira esposa, Catarina de Aragão. No total, o Castelo de Leeds chegou a ser propriedade de seis rainhas inglesas e por isso, é conhecido como o castelo das damas.

No começo do século XX, a socialite americana Lady Baillie comprou o imóvel e restaurou vários cômodos e por lá morou com suas duas filhas. Após sua morte, em 1974, Lady Baillie deixou o Castelo nas mãos da instituição Leeds Castel Foundation, com o objetivo de preservá-lo e de também beneficiar o público e a comunidade local. De acordo com o seu desejo, desde então, o castelo tem sido mantido como uma residência “habitada”, acomodando hóspedes, casamentos, conferências e outros eventos. Inclusive, para quem visita o castelo e quer vivenciar uma experiência mais bacana, é possível se hospedar lá. Os antigos estábulos foram convertidos em um hotel quatro estrelas, com diárias a partir de £100.

Como chegar

Saindo de Londres, é possível chegar ao Leeds Castle usando uma combinação de trem + transfer. Os trens saem da estação London Victoria com destino a Bearsted em intervalos de 30 minutos. A viagem dura, aproximadamente, uma hora. Os tickets podem ser comprados na própria estação ou online. Ao chegar na estação de Bearsted você verá informações sobre um serviço de transporte, chamado Spot Travel. Eles oferecem horários regulares de abril a outubro e não é preciso agendar com antecedência. Já nos meses de inverno, entre novembro e março, é bom verificar se haverá serviço com, pelo menos, 24 horas de antecedência. Veja os horários e demais informações no site. Vale lembrar que o pagamento deve ser feito em dinheiro. Como alternativa, também é possível acessar este link: http://www.nationalrail.co.uk/posters/BSD.pdf e conferir mais informações sobre taxis e linhas de ônibus que operam em Bearsted. Já para quem vai de carro, o trajeto também dura um pouco mais de uma hora de Londres e o estacionamento é gratuito.

O Castelo de Leeds oferecem inúmeras atividades ao longo do ano (Foto: My Darling Londres)

O que fazer?

Aproveite sua ida ao Castelo de Leeds para explorar (da melhor forma) cada cantinho deste local encantador. No decorrer do ano há inúmeras atividades e atrações para todo tipo de público, como: jardins e toda sua área verde; aviário (Falcoaria); esportes radicais; o castelo e seus interiores; labirinto e gruta; mercado de natal; playgrounds; tour com segwaytrem e barquinhos; além de outros eventos especiais, que podem ser acompanhados no link: https://www.leeds-castle.com/What%E2%80%99s+On.

Onde comer? 

Você encontrará uma variedade de locais para comer durante a visita ao castelo, sendo elas: Castel View Restaurant, Maze Café, Costa Coffee, além dos quiosques pelos jardins. Uma alternativa e uma dica muito bacana, principalmente nos meses mais quentes, é levar seu próprio pic nic.

Leeds Castle 

Maidstone, Kent, ME17 1PL
Horário de funcionamento – Abril a Setembro: jardins e áreas verdes das 10h às 18h e castelo das 10h30 às 17h / Outubro a Março: jardins e áreas verdes das 10h às 17h e castelo das 10h30 às 16h
Valores: £26 no ticket office e £25 online (crianças/estudantes pagam menos e os tickets têm validade de um ano, ou seja, podem ser reutilizados diversas vezes durante um ano pelo mesmo usuário

___________________________________________________________________________

A coluna My Darling Londres é assinada por Carla e Marília, duas amigas brasileiras que moram em Londres há mais de seis anos. Juntas, criaram o @mydarlinglondres, uma série de guias online que dá dicas não turísticas da cidade, complementado por um perfil no Instagram. Os guias podem ser adquiridos através do ETSY (clique AQUI). 

Posts relacionados