Quando falamos em Colômbia o primeiro destino que vem em mente é Cartagena das Indias, uma cidade repleta de cores e curiosidades, que reúne turistas do mundo todo. A fotógrafa Bruna Guerra passou suas últimas férias por lá e compartilhou o seu roteiro com o V&G. Confira os detalhes abaixo e anote as dicas

Restaurantes

La Vitrola

Este talvez seja o restaurante mais conhecido de Cartagena, tornando sua visita indispensável. Com mais de 25 anos, sua pequena portinha na Carrera 2 quase passa despercebida enquanto estamos andando pela cidade amuralhada. Apesar de mais clássico, o ambiente é animado, com música caribenha ao vivo e culinária típica cubana, com ótimas opções de peixes e frutos do mar. É indispensável fazer reserva por telefone e os homens não podem entrar de bermuda.

Carrera 2, 33-66 

Cartagena das Indias (Foto: Bruna Guerra)

Moshi

Dos mesmos donos do restaurante Carmen, também conhecido na cidade, o Moshi foi meu favorito em Cartagena. De culinária sofisticada, é uma fusão entre asiática e colombiana. Possui ambiente aconchegante e ótimo atendimento, além de duas opções de menu degustação, com 7 ou 11 tempos. Independente do prato escolhido, não deixe de provar uma das entradas da casa, o O-Temaki, uma espécie de sushi com “taco” de alga.

Calle 38, 8-19

Cuzco Cocina Peruana

Para quem procura um ambiente mais animado, com música caribenha ao vivo, o Cuzco é uma ótima opção, sendo uma mescla de bar e restaurante. O ambiente é agradável e os pratos são deliciosos. Optei por um ceviche e combinei com um dos ótimos drinques.

Calle Santo Domingo, 33-48

La Cevicheria

Por falar em ceviche, não deixe de provar o melhor da cidade, localizado a poucos metros da Plaza San Diego. O La Cevicheria possui um ambiente mais jovem, com mesinhas na calçada e diversas opções de ceviches no cardápio. Para acompanhar, nada melhor que uma Michelada ao estilo colombiano, que leva apenas cerveja, suco de limão e sal.

Calle 39, 7-14

Peças locais de Cartagena (Foto: acervo pessoal)

Lojas

St. Dom

Localizada no centro da Cidade Amuralhada, em uma casa com mais de 300 anos, a St. Dom é uma multimarca onde é possível encontrar roupas, sapatos e acessórios de luxo, além de itens de decoração e artesanal local. Vale a pena conferir!

Calle Santo Domingo, 33-70

La Ruta de las Índias

Lojinha muito fofa dentro da Cidade Amuralhada, de artigos para colecionadores, como espadas, miniaturas e réplicas de objetos históricos. Além disso, tem alguns achadinhos, como espadrilles de Menorca feitas à mão ou um tabuleiro italiano de xadrez.

Calle 35, 2-114

Silvia Tcherassi

Para as apaixonadas por moda, não deixe de visita a boutique da estilista colombiana queridinha do momento, Silvia Tcherassi. Na América do Sul ela só possui lojas na Colômbia e os looks são a cara de Cartagena.

Calle 31, 31-11

*Hot tip: além disso, não deixe de garimpar pelas lojinhas locais, com muitas opções de itens feitos à mão. 

Cidade Amuralhada (Foto: Bruna Guerra)

Passeios

Castillo de San Felipe de Barajas

Conhecido como o guardião de Cartagena, o castelo foi construído pelos espanhóis em 1657 e era lá que reuniam todo o ouro que seria levado para a Espanha. Repleto de túneis e labirintos, o passeio é imperdível! Só não esqueça de levar chapéu e água, pois o sol é muito forte.

Café del Mar

Pode ser clichê, mas o Café del Mar tem a melhor vista para o pôr do sol. Reserve uma mesa para ter uma visão privilegiada, tome um drinque e aprecie o entardecer. Outra opção é assistir como os próprios caribenhos, sentando-se na muralha. Igualmente lindo!

Museo del Cacao

Quando estiver passeando a pé pela Cidade Amuralhada, não deixe de entrar no Museo del Cacao. Na parte superior há o museu que mostra a história do cacau e o processo de fabricação até se transformar em chocolate. Para os chocólatras de plantão, na loja, localizada no térreo, é possível encontrar o chocolate em suas mais variadas formas. Aproveitei para comprar o chá de casca de cacau que eu amo.

Carrera 7, 36-145

Praias privadas em Islas Rosario

Por existirem muitas opções de praias, é difícil saber qual é a mais incrível. As praias de Cartagena não são muito convidativas, sem areia branca e água cristalina. Para quem procura isso, a melhor opção é pegar um barco para Islas Rosário. Optei pela Gente do Mar, onde é possível ficar hospedado no resort ou então comprar um day use. Como tem um número limitado de visitantes por dia, é super tranquila e não tem o inconveniente dos vendedores que te abordam de um em um minuto nas praias públicas. Recomendo ficar hospedado ao menos uma noite, pois o day use sai de Cartagena às 9h e retorna às 15h, devido a maré que costuma ser bem forte, ou seja, pode ser um passeio cansativo.

Passeie pelas praias privadas de Cartagena (Foto: Bruna Guerra)

É uma cilada, Bino!

Fuja da Praia Branca – Barú

Infelizmente a praia mais conhecida de Cartagena, localizada a cerca de 45 minutos de carro ou barco, é uma cilada. Nem a areia branca, nem a água azul compensam a dor de cabeça do passeio. Digo isso, porque a praia é pública e normalmente fica muito lotada, além de você ser abordado a cada minuto por vendedores e massagistas, também falta infraestrutura. Ou seja, nenhum desses fatores permite que você relaxe e curta um dia de praia.

Veja também: 

A histórica Cartagena das Indias, na Colômbia

O que fazer em Bogotá, capital da Colômbia

Posts relacionados