Principal destino LGBTQI dos Estados Unidos, São Francisco oferece uma variedade de atrações. Confira as imperdíveis

São Francisco é a típica cidade em que LGBTQIs se sentem acolhidos de cara. Um dos berços do movimento por direitos da comunidade, o lugar tem um bairro inteiramente dedicado a ela, o Castro. É arco-íris por todo lado! Recentemente, Fernando Oliveira, o Fefito, apresentador do Estação Plural (mesa redonda que discute assuntos ligados à diversidade na TV Brasil) visitou a cidade e indica cinco lugares imperdíveis.

Passear pelo Castro e ir ao cinema

Só de andar pela Castro Street já se sente o clima de respeito e tolerância. Lá está um dos cinemas mais antigos da cidade, o Castro Theatre, que tem sempre uma programação gay-friendly, com direito a atores interpretando filmes como Mary Poppins ao mesmo tempo em que são exibidos. Um dos charmes é o tocador de órgão, que levita até a tela antes do filme.

The Lookout

The Lookout (Reprodução Facebook)

É um bar que fica no primeiro andar de uma loja, com varandas com vista para cidade e um mooooonte de boys. Detalhe: num dos dias, a hostess é uma drag chamada Carnie Asada. Funciona durante o dia e à noite e tem bons drinques.

The Twin Peaks

Twin Peaks (Reprodução Facebook)

Indispensável ir ao bar gay mais antigo da cidade, lugar que era frequentado por LGBTs desde quando a perseguição era implacável. Até hoje vários idosos estão lá bebendo e contando histórias. O ambiente é aconchegante e o clima é divertido.

Haight-Ashbury

Haight-ashbury (Reprodução Facebook)

Quem curte passeios mais alternativos vai adorar esse cruzamento que era frequentado por John Lennon e até hoje tem vários hippies por lá. Há uma série de livrarias, restaurantes veganos e barzinhos super acolhedores, como o Trax.

Tour Harvey Milk

Tour Harvey Milk (Reprodução site)

Não existe propriamente um tour Harvey Milk, mas recomendo fazer o que fiz. No Castro, vá até a lojinha da Human Rights e conheça o lugar onde o ativista LGBT mais importante da história da cidade morou. De lá, vá até o LGBT Museum e conheça um pouco mais sobre a história dele e de outras figuras. Depois, vá até o prédio da prefeitura de San Francisco e explore tudo. Além de ter um busto dedicado a Milk, SEMPRE tem casamentos, muitos deles LGBTs. No dia que eu fui um casal de lésbicas bafônico selou a união. A prefeitura é tão aberta que tem até quem vá fazer ioga lá – e a arquitetura é um bafo e rende boas fotos.

Posts relacionados