A rede luxuosa de hotéis Four Seasons chega a São Paulo trazendo matéria-prima nacional e as tão sonhadas e faladas camas da rede, famosas por proporcionarem  noites de sono inigualáveis

São Paulo, SP – Uma torre às margens do Rio Pinheiros poderia passar desapercebida entre os demais arranha-céus da região da Chácara Santo Antônio, onde reúne muitas empresas. Porém, ali se encontra o mais novo hotel de luxo da cidade, o Four Seasons São Paulo, que traz à capital paulista seu conceito de sofisticação e serviço impecável. Na sua construção, muita matéria-prima brasileira, como o mármore vindo do Acre ou a madeira Jatobá. No lobby, já é possível ver a elegante decoração, com cores quentes como o vermelho, que dão um toque de aconchego, além de esculturas de Francisco Brennand, pintura de Burle Marx e móveis de Guilherme Torres, Leo Di Caprio (arquiteto brasileiro). O projeto foi desenvolvido pelo escritório americano HKS e decoração por Anne Wilkison.

Uma alusão à constelação com um buraco negro dá as boas-vindas no teto da recepção com 537 luzes de fibra ótica. No hotel, são 258 quartos com 42 suítes de 77m² a presidencial – que tem 220 m², que seguem a linha de decor contemporânea, com tons terrosos, amarelo ou vermelho. Papel de parede de folha de bananeira com seda traz novamente às raízes brasileiras presentes em todo o hotel.

Logo na entrada, um simpático bar, o Caju, onde o mixólogo Paulo Ravelli traz releituras de clássicos, como o Caju Amigo. Nos petiscos também é possível ver nossa brasilidade, frango à passarinho, pão de queijo recheado de goiabada e queijo Palmyra e, claro, coxinha com Catupiry. O chef Paolo Lavezzini, ex-Fasano al Mare Rio, traz ao restaurante italiano Neto um mix de pratos com ingredientes brasileiros, como a clássica e suculenta bisteca fiorentina, a criações não óbvias, como o abacaxi cozido na cachaça com sorvete de coco e coalhada de cabra.

No final do lobby uma imponente escada em espiral vermelha e dourada não passa desapercebida. Com a promessa de ser um dos pontos icônicos do hotel, foi projetada para representar o Sol, com muita luz natural e raios saindo da sua base.

O hotel ainda tem diversas salas de eventos, que comportam até 400 pessoas, que podem ser configuradas de diversas formas. Com lançamento previsto para 2019, o exclusivo Global Traveller Relaxation Lounge será  um espaço exclusivo para os hóspedes de algumas categorias de acomodações, onde terão à disposição uma série de privilégios, incluindo concierge exclusivo, acesso a uma sala de reuniões privativa e petiscos e bebidas de graça durante todo dia, entre outros.

Spa Botanique

Primeiro Spa fora de seu hotel, o Botanique assina o local que quer ser um verdadeiro centro de wellness com massagens como a Feminino Sagrado e a Jornada Olfativa, inspirada em antigos rituais de cura pela aromaterapia. O fitness centre proporciona uma vista do rio e equipamentos de última geração.

Four Seasons Private Residences

A exemplo de outros Four Seasons pelo mundo, os últimos 13 andares são residenciais, com 84 apartamentos, com até 200 metros quadrados. Para ter o serviço do hotel cinco estrelas também tem um preço à altura: 20 mil dólares o metro quadrado, chegando a 750 mil dólares o apartamento grande. Este é o primeiro Four Seasons Private Residences da América Latina.

Preços especiais de inauguração

O hotel preparou ofertas de inauguração, com descontos para reservas feitas com 14 dias de antecedência, terceira noite cortesia e créditos para serem usados no hotel, além do Pacote Romântico com mimos exclusivos para casais em um fim de semana a dois.

Veja mais detalhes do hotel em nosso vídeo:

Fotos: divulgação e Daniela Filomeno 

Posts relacionados