Única ilha privada do Havaí, Lanai se mantém como uma joia escondida no arquipélago

A menor ilha habitada do Havaí, Lanai, tem uma peculiaridade: 97% do seu território tem dono. Esqueça cidades, restaurantes, compras ou qualquer outro tipo de agitação. Lanai é um paraíso banhado por um mar safira onde a privacidade e serenidade são as palavras de ordem. A ilha abriga um dos mais luxuosos resort do arquipélago americano, o Four Seasons Lanai.

Uma das principais produtoras de abacaxi do Havaí, Lanai foi comprada por Larry Ellison (dono da Oracle) em 2012 por $300 milhões de dólares. Ele é bem conhecido pela ilha e admirado: reformou há dois anos o Four Seasons Lanai e está renovando outro hotel da cidade para ser um centro de wellness, com spa, meditação e yoga. O investimento abriu novas oportunidades trazendo empregos de qualidade aos moradores e inseriu novas tecnologias – tudo envolvendo a comunidade. Resultado: Lanai é uma das mais receptivas ilhas do Havaí.

Ellison tem uma visão a longo prazo para Lanai. Está fazendo da ilha um campo de estudos experimental para seu projeto de bem estar, que proporcione soluções práticas e simples para que as pessoas vivam mais saudáveis. Seus planos incluem investir em eletricidade solar, plantações hidropônicas computadorizadas em casas verdes gigantes e parceria com Telsla. Ele quer Lanai como uma grande comunidade sustentável em num formato que possa ser replicado

Leia mais:

Onde ver baleias no Havaí

Porque você vai se apaixonar pelo Havaí

Já se imaginou na cratera de um vulcão ativo?

Você pode pegar um ferry de Maui para Lanai para um day trip, mas o bom mesmo é jogar a âncora e aproveitar tudo o que a ilha oferece. Snorkel, mergulho de cilindro, passeio de barco, observação de golfinhos e de baleias. Ainda sobrevoos para outras ilhas, como Big Island, onde é possível ver o maior vulcão ativo do mundo.

A cor do mar de Lanai é de um azul profundo, que contrasta com o verde das ilhas de origem vulcânica. É maravilhoso. Descansar em uma espreguiçadeira na praia ou um passeio de barco é a fotografia de férias de descanso perfeita. A Hulopoe Bay fica dentro de um parque nacional e é conhecida pela prática de snorkel, mergulho e velejo. Não raro ver golfinhos rotadores pela manhã , foi assim que fomos recebidos logo no primeiro dia.

Four Seasons Lanai

O Four Seasons Lanai Resort fica em Manele Bay e parece ter sido construído em meio a mata, sem nada ter sido alterado, tamanha sua harmonia e interação. Os quartos são espaçosos, modernos e sofisticados, mas sem sinais de ostentação. Em sua maioria, voltados para o mar, tem amplas varandas, de onde pode observar o pôr do sol.

Four seasons Lanai, um dos mais sofisticados resorts do Havaí

Sua piscina é de pedras, entre vegetação, parece piscina natural. Agradável e convidativa para passar o dia, tem também duas áreas de banho de sol, onde não precisa sair nem para almoçar. Dentro do hotel, tem um restaurante italiano, um estrelado Nobu (de comida asiática) e um Malibu Farms, restaurante que fica no píer de Santa Monica e é conhecido por comida orgânica.

Super family friendly, faz com que seja um dos melhores destinos do Havaí para viajar com crianças. O serviço é impecável. Com uma área da praia privativa, tem uma variedade de atividades e atrações que permite não sair do resort, se quiser. E por vários dias: de aulas diárias de yoga, tai chi chuan, academia completa e programação para as crianças.

A sensação é de estar inserido em uma mata nativa

Como chegar?

Visitar as ilhas do Havaí requer planejamento. Afinal, são várias ilhas, muitas que precisa ir voando de uma para outra. Big Island é muito conhecida pelos seus vulcões ativos, Oahu por sua capital Honolulu, Maui por sua beleza natural e a migração das baleias jubartes ou mesmo Kauai e sua beleza selvagem.

Para alcançar Lanai, voos regulares de Honolulu. A partir de Maui, uma balsa liga as duas ilhas cinco vezes por dia, sete dias por semana. O que atrai muitos turistas em day trip.

A ilha de Lanai tem apenas 3,1 mil habitantes e sua tranquilidade é notada da serenidade dos locais ao pôr do sol. Do som de passarinhos constante ao total contato com a natureza. Um lugar para relaxar.

Fotos: Daniela Filomeno 

Posts relacionados