Se desconectar para se conectar. A experiência no Rituaali, na Serra Fluminense, permite isso: uma conexão física, mental e espiritual consigo mesma – e uma desconexão com as redes sociais e o cotidiano agitado das grandes cidades

Esqueça qualquer visão ou ideia que tenha de um spa. Podemos dizer que o Rituaali, em Penedo (cerca de 3h30 de carro de São Paulo), é um centro de qualidade de vida, algo que vai muito além de uma dieta de baixa caloria. Aliás, se existe algo que eles não gostam é desse papo de calorias contadas minuciosamente. Aqui, importa muito mais os nutrientes do prato do que quanto engorda.  

spa-rituaali-penedo
Spa Rituaali (Foto: divulgação)

O conceito do spa é oferecer instrumentos, técnicas e educação para que os hóspedes tenham mais qualidade de vida – como o próprio slogan diz: para viver mais e melhor. Algo comum de ouvir de alguns funcionários é que a clínica oferece a oportunidade dos visitantes desfrutarem de um “lifestyle saudável”, com o consumo consciente dos alimentos, inserindo de forma leve e gradual o “movimentar-se” na rotina (o que não necessariamente significa matar-se numa academia) e com tempo para relaxar e cuidar do corpo e da mente.

No Rituaali eles são adeptos de uma gastronomia sem insumo animal (a única exceção é o mel) e deixam claro que não são vegan, mas vegetarianos vitais. O que isso significa: a não inclusão de carnes animais nas refeições não é por ideologia ou apenas por compaixão aos bichos, e sim por motivos de saúde. Está provado que uma alimentação plant based colabora para o equilíbrio nutricional, sem excessos e sem carências. Essa é uma alimentação pura, limpa, saudável, equilibrada, rica, diversificada e nutritiva. 

Quarto Rituaali (Foto: divulgação)
Quarto Rituaali (Foto: divulgação)

Eles também têm duas outras regras nutricionais rígidas: não comer entre as refeições, sem lanchinhos ou beliscos, isso para a mucosa do nosso intestino ter tempo de se regenerar. Para quem, como nós, está acostumado a comer quase 24h por dia essa é a parte mais difícil da experiência. Nos primeiros dias o mau humor toma conta no final da tarde, a barriga chega a roncar na madrugada, mas esses sintomas passam depois de uns três dias, garantimos. A outra regra é nada de líquido durante o almoço e jantar. O processo de digestão começa na boca, na mastigação e com o uso da saliva, não bebendo água o corpo é forçado a salivar. Além disso, a água ajuda a fermentar os alimentos em nosso organismo, o que não é nada bom.

É impressionante como a comida do spa surpreende com belas montagens de pratos, sabores inusitados e deliciosos, dignos de restaurantes requintados. O café da manhã é farto, servido pontualmente às 8h, sempre com um prato cheio de frutas e opções como pães integrais ou sem glúten produzidos na casa, mingau de aveia, pão de queijo, geleias sem açúcar e até biscoitinhos de limão ou mini broa. Cafeína é proibida e só café de cevada ou de milho para aquecer a manhã. 

Alimentação vegetariana vital   (Fotos: Tina Bornstein)

O almoço, às 13h, sempre chega com porções bem servidas de saladas, verduras e opções como uma deliciosa e inesquecível lasanha de massa integral com recheio de palmito e cogumelos com molho de tomate fresco, feijoada vegana ou quiche de grão de bico. Essa é a única refeição que está liberada (para algumas pessoas) sobremesa: sempre sem açúcar refinado, com muitos cremes de frutas e alfarroba, o que para as formigas de plantão já é um verdadeiro deleite. Já no jantar, às 19h30, as porções não são tão generosas e podem ser sopas, caldos e, se tiver sorte, um hambúrguer de lentilha com ketchup de goiaba que é sensacional.

Piscina principal do Rituaali (Foto: Tina Bornstein)
Piscina principal do Rituaali (Foto: Tina Bornstein)

O Rituaali desenvolveu quatro diferentes tratamentos para estimular cada hóspede a transformar desejos e expectativas em ações concretas. Os tratamentos são: Ansiedade e Depressão; Estresse Crônico; Obesidade e Sobrepeso e Bem-Estar. Na chegada, cada hóspede é encaminhado para uma entrevista psicoeducativa e, somente após esse primeiro encontro, lhe é indicado o programa mais adequado. Isso vai definir qual alimentação cada pessoa terá, os tratamentos mais indicados no spa e qual grupo participará nas palestras matinais, que podem ter foco em compulsão alimentar, saúde holística, doenças do mundo contemporâneo, entre outras. Sempre lideradas por profissionais gabaritados e comandados pelo diretor do centro, o psicoterapeuta argentino Juan Carlos Picasso, uma coisa fica muito clara: a tal busca por uma vida mais saudável começa de verdade na cabeça e não no corpo sarado e no prato lotado de alface. Além dessas palestras, após o almoço, também ocorrem workshops que vão desde gastronomia e terapias naturais a respiração e postura.

Os exercícios físicos, claro, também fazem parte da programação. O dia começa cedinho com uma caminhada, às 7h, pela cidade; depois tem aulas de hidroginástica, danças, trilhas, funcional, entre outros que fazem todos se mexerem, cada um no seu ritmo, sem cobranças por performance.

De tarde, terapias, massagens, fisioterapia, hidroterapia e massoterapia no spa fazem parte do cronograma de atividades dos hóspedes. É o momento de relaxar, esvaziar a mente, curtir alguma das duas super piscinas, ouvir e se conectar consigo mesmo e com a natureza. O dia acaba às 22h, quando a internet é desligada e todos são estimulados a dormirem e reabastecerem as energias para o novo dia.

Sabemos que manter essa alimentação totalmente clean e o ritmo de vida desfrutado no Rituaali quando voltamos para a realidade é praticamente impossível, mas o que trazemos na bagagem são lições, analises e reflexões de que tipo de vida levamos, qual tipo queremos ter e quais atitudes podemos tomar para ficar mais próximo da desejada “vida saudável”.

Área do Spa (Foto: divulgação)
Área do Spa (Foto: divulgação)

Rituaali

Posts relacionados