Aventura à beira-mar e muita comida típica (e dá-lhe frutos do mar), a capital potiguar é perfeita para um fim de semana prolongado ou férias em família

Foto: André Aloi / Acervo Pessoal

Dias de sol praticamente o ano inteiro e temperaturas quentes fazem da capital potiguar um dos destinos preferidos no Nordeste. Abaixo, passeios deliciosos, com gastronomia envolvida, e também um dos restaurantes preferidos dos potiguares. Scroll!

Passeio de buggy
Um dos passeios mais incríveis, que você pode bookar na recepção do SERHS Natal Grand Hotel, é o passeio pelas dunas de Genipabu. Por R$ 250 (casal) ou R$ 450 (exclusivo para uma família com quatro), você vai para diferentes praias e reservas, como o Parque Turístico Ecológico Dunas de Genipabu, a Lagoa de Jacumã e a Lagoa de Pitangui.

Veja também:
Onde os chefs comem? com Daniel Cavalcanti, em Natal

O buggy (com e sem emoção) sai do hotel bem cedo – por volta das 7 horas -, mas é inesquecível. Retorna ao lobby por volta das 17 horas, com uma pausa para o almoço (pago à parte), em um restaurante pelas praias do sul do estado. Leve dinheiro em espécie, muitas das atrações não aceitam cartões. 

Passeio de dromedário
Linkado à primeira opção, o passeio de dromedário é imperdível. Oferecido pelo Dromedunas, o passeio em caravana dura cerca de meia-hora. Funciona de segunda a domingo, das 9 às 17 horas, mas em dias de maré alta funciona até 13h30. O buggy faz uma pausa e você escolhe descer uma das dunas com o próprio veículo, com os animais ou em um esquibunda (também pago à parte). Neste momento, você faz uma pausa para um sorvete ou água de coco à beira-mar. Bom demais!

Informações pelo telefone (84) 3225-2324

Onde comer:
Um dos restaurantes preferidos dos potiguares é o Mangai. O restaurante, servido em buffet, tem todos os quitutes da gastronomia local: escondidinho, peixes à moda, cuscuz e paçoca de carne de sol, caranguejada feijão verde, entre outros. Recentemente, eles abriram uma unidade em Ponta Negra. Novíssima e a decoração toda trabalhada no regionalismo. Linda demais!

Rua Des. João Vicente da Costa, 8861 – Ponta Negra

Para um drinque antes do jantar, recomenda-se o Aloha Beach Club (R. Erivan França, 184). A melhor vista da baía fica colada do Morro do Careca (duna fechada à visitação), no extremo sul da Praia de Ponta Negra. Outros restaurantes que podem interessar ficam no entorno dessa praia, como o Abade, o Spaço Guinza e o Hamachi (oriental e peruano) e o Camarões. Como o nome sugere, este último focado em frutos do mar. Peça o camarão com molho branco e cogumelos, servido com purê e arroz branco, que não está no cardápio.

Como chegar:
Para chegar lá por São Paulo, tem voos diretos de Guarulhos. E, com uma pequena pausa no Rio de Janeiro, é possível ir via LATAM.

Tem mais:
Quem é local, indica uma volta no Forte dos Reis Magos, em forma de estrela. É uma fortaleza portuguesa, do século XVI, na foz do rio Potengui. É bom ir em grupos monitorados e ter bastante cuidado com itens pessoais! 

Serviço
Abade – Via Costeira, 8828 – Ponta Negra, Natal | Tel.: (84) 3219-4469
Aloha Beach Club – R. Erivan França, 184 – Ponta Negra, Natal | Tel.: (84) 98642-5120
Spaço Guinza – Via Costeira, 4 – Ponta Negra, Natal | Tel.: (84) 3219-2002
Hamachi – Oriental Y Peruano – Av. Praia de Ponta Negra, 8884 | Tel: (84) 2010-2090

Fotos: André Aloi/Acervo Pessoal

Posts relacionados