Localizada na Áustria, a Eisriesenwelt é a maior caverna de gelo do mundo e fica a cerca de 40 quilômetros da pacata e musical Salzburgo. Sim, é possível visitá-la

Por Julia Eggen

No caminho para a caverna de gelo (Foto: acervo pessoal)

A Eisriewenwelt é a maior caverna de gelo do mundo e está localizada na Áustria, bem próxima à cidadezinha de Salzburgo. Com um total de 42 quilômetros, é possível realizar uma visita guiada, mas apenas no primeiro quilômetro, com guias especializados e autorizados. Mas, não se engane achando que será um passeio leve. Apenas esse único quilômetro equivale a 1400 degraus e 70 minutos de passeio dentro da caverna. E, antes que você desista, saiba que está diante de um espetáculo único e inesquecível da natureza. Suas paredes são imensas, feitas de gelo e esculturas que hipnotizam os mais de 200 mil visitantes que passam por lá todos os anos.

Onde comer em Salzburgo? Confira! 

Esse fenômeno foi formado pelo Rio Salzach, que corroeu as passagens para a montanha ao longo de 100 milhões de anos. Já as formações de gelo ocorreram pelo derretimento da neve, que drenou para a caverna e congelou durante o inverno. Como a entrada para as cavernas é aberta o ano todo, os ventos frios de inverno sopram e congelam a neve lá dentro. Mas, você deve estar se perguntando: “e no verão?”. Durante a estação mais quente, um vento frio de dentro da caverna sopra em direção à entrada e impede que as formações se derretam. Portanto, prepare-se, lá dentro a temperatura fica em torno de zero grau.

Onde comer em Viena, na Áustria

Na caverna, não há iluminação, exceto pelas lâmpadas de magnésio seguradas pelos guias e um lampião fornecido para cada duas pessoas, o que torna o passeio bem “roots” e ainda mais charmoso. O tour é guiado em inglês e alemão e, se até agora, seu espírito aventureiro não despertou, que tal um restaurante com terraço panorâmico que serve Schnitzel e cerveja gelada? Assim é o Oeld Haus, que faz qualquer um se animar.

Processo de entrada na caverna (Foto: Julia Eggen)

Confira as dicas abaixo para tornar sua visita ainda mais especial:

Quando ir: de maio a outubro, com horários de visitação das 8h30 às 15h;

Duração: reserve pelo menos quatro horas para o passeio completo;

Preço: o valor regular é 24 euros por pessoa, já com cable car incluído. Crianças pagam 14 euros e eles têm pacote família que vale a pena consultar;

Como funciona: há um estacionamento perto do Ticket Office e, após comprar o ingresso, é necessário caminhar por 20 minutos até o cable car, seguido por um rápido trajeto, que dura em torno de três minutos. Depois, caminhe mais 20 minutos até a entrada da caverna. Lá dentro a visitação dura 70 minutos, que parece muito e bem cansativo, mas não é;

Roupas: o ideal são roupas impermeáveis, mas que na verdade não são indispensáveis. Ir de tênis é uma boa, já que existe uma caminhada para chegar até lá e as luvas também são importantes, pois o corrimão de apoio é bem gelado;

Vale ir com crianças? Eles recomendam acima de 4 anos e, mesmo a partir desta idade, o que vale levar em consideração é o perfil da criança e se costuma lidar bem com este tipo de atividade.

Atenção! Não é permitido fotografar e nem filmar dentro da caverna. Eles justificam que é para não atrasar o tour, mas muitos não obedecem e, às vezes, levam bronca, que em alemão pode ser um pouco assustador.

Trilha para chegar até a caverna de gelo (Foto: Shutterstock)

Sobre a Julia 

Julia Eggen é carioca, mãe de duas meninas, e apaixonada por viajar e descobrir o que cada lugar tem de melhor. Formada em jornalismo e em formação constante em “maternidade”, tem a antena ligada 24 horas por dia em busca de novidades sobre viagem, decor, moda, festas, diversão e cultura! No instagram @estilosinhos compartilha tudo que ama neste universo infantil.

Posts relacionados