As Bahamas são conhecidas pelas praias paradisíacas, mar turquesa e clima tropical, ou seja, sol o ano todo. Isso atrai uma multidão de turistas o ano todo, principalmente americanos, já que é o país caribenho mais próximo dos EUA. Quer aproveitar o paraíso longe do turismo em massa?  Conheça a rústica e escondida região de Ábaco, no norte das Bahamas

A região é cheia de casas e condomínios residenciais, sem a agitação de hotéis de Nassau (foto Daniela Filomeno)

A geografia das Bahamas – mais de 3 mil ilhas e ilhotas –  na terceira maior barreira de corais do mundo contribuem para uma paisagem inesquecível. Bancos de areias, praias desertas, ilhas ligadas entre si por extensões de areia onde é possível caminhar, fazer snorkel… A extensão do país possibilita diversão para todos os gostos: para quem busca agitação ou calmaria por completo. No extremo norte das Bahamas, a meia hora de Miami de avião, fica o Ábaco, um arquipélago que esconde uma beleza intocada, para quem ama natureza, com água transparente turquesa e areia branquinha. Ábaco engloba um grupo de ilhas e ilhotas que formam uma cadeia de 120 milhas de comprimento que se estende por 650 quilômetros quadrados.

Top 10 lugares no Caribe para suas próximas férias

Esqueça a agitação de Nassau, Exumas ou os barcos e pousadas de Eleuthera, a região é rústica, onde americanos endinheirados têm suas casas de veraneio, já que as Bahamas são o país caribenho mais próximo dos Estados Unidos. A melhor forma é alugar uma casa, se hospedar em um barco ou encarar as simples pousadas que existem por lá. Raramente se vê turistas brasileiros por aqui.

A região é pouco turística, leia-se uma quase inexistente estrutura hoteleira, restaurantes e lojas; consequentemente tem praias desertas de natureza selvagem. A melhor forma de explorar a região é de barco, pulando de ilhota para ilhota, em busca de bancos de areias e áreas de mar raso. Os tons de azul do mar, contrastando com a areia clara, são um convite à contemplação da natureza.  O povo é extremamente educado, alegre e faz de tudo para os turistas se sentirem em casa. E quem não sonha com uma praia deserta em suas merecidas férias?

 Conheça as Bahamas, paraíso turquesa

Um pouco do que se pode ver na região:

Lugar preferido da nossa editora-chefe, Daniela Filomeno, a região de Ábaco é rústica e deserta.  Grande Abaco Island e Little Abaco servem como o “continente” com a capital Marsh Harbour com uma área central animada com todas as comodidades da cidade, onde abriga um aeroporto com voos regulares dos Estados Unidos. Treasure Cay possui quilômetros de praias, incluindo uma das 10 melhores praias do mundo e abriga um aeroporto executivo. Elbow Cay, onde fica a cidade de Hope Town, e Green Turtle Cay são antigos assentamentos lealistas ingleses, onde você encontrará arquitetura colonial preservada com um toque de cor das Bahamas. É aqui também que fica a Tahiti Beach, uma faixa de areia que invade o mar, e Tiloo Cay, uma extensão de águas rasas, ótimo para uma parada de barco. Além de praia co areia rosa e todas as  outras maravilhas do Caribe, mas sem muitos turistas.

Great Guana Cay

Bahamas Abaco
Great Guana Cay que tem praias privadas de um condomínio

Menos turística que as outras ilhas das Bahamas, Great Guana Cay, na região de Ábaco, encanta pelos 11km de beira-mar com esse mar azulzão. Metade da ilha abriga um condomínio particular e a outra metade casas. É lá que fica o Nippers, bar divertido caribenho famoso pelos seus sunsets, que atrai barcos de toda a região.

Marsh Harbour

Além de abrigar o aeroporto, Marsh Harbour tem uma área central animada com todas as comodidades da cidade. É daqui que parte passeios para a região. É aqui a maioria das pousadas e hotéis.

Onde ficar? O charmoso Hope Tow Inn & Maria, Hope Town Lodge Ábaco Beach Resort. Importante: por aqui é tudo mais rústico e simples, o foco é a natureza e uma das regiões menos exploradas das Bahamas

Abaco Bahamas
A extensão de águas rasas que une Scotland Cay (foto Daniela Filomeno)

Scoland Cay

A ilha de Scoland Cay é privada, sim tem dono, até com seu próprio aeroporto, que tal? Seu território é ligado a uma ilha por um banco de areia que proporciona uma maravilha da natureza, uma enorme extensão em que pode caminhar de águia transparente, com vista do mar aberto ao fundo. É parar o barco neste banco de areia e passar o dia.

Treasure Cay

Possui quilômetros de extensão de praias, incluindo uma das 10 melhores praias do mundo, que leva o mesmo nome da ilha. Também possui um aeroporto menor, para voos locais e executivos. Elbow Cay e Green Turtle Cay são antigos assentamentos lealistas ingleses, onde você encontrará arquitetura colonial preservada, com um toque de cor das Bahamas.

Aqui você encontrará também algumas pousadas e hotéis, como o histórico Bluff Resort & Marina (mais antigo resort da região de 1950, em Green Turtle Cay), e o  Bahama Beach Resort, na praia de Tresure Cay. O Treasure Sands Club é uma delícia para almoço.

É aqui que fica a Tahiti Beach, uma faixa de areia que invade o mar, em uma grande faixa,que se pode caminhar.

Com o som e fragmentos de conchas, algumas praias tem sua areia rosa, contraste lindo. (foto Daniela Filomeno)

Pink Sand

São várias praias nas Bahamas que tem areia cor de rosa. Agora, elas são realmente pink como vemos em diversas imagens (principalmente no insta)? Não! Você entra na Praia é a impressão é que a areia é Branca. Só consegue ver com o reflexo do sol ou onde a água vai e vem e acumula os fragmentos de conchas. Quando olha bem de perto vê os fragmentos de conchas e corais pink e rosa, demais! A cor da areia rosa vem de milhares de peças de coral quebradas, conchas e materiais de carbonato de cálcio deixados por seres marinhos com conchas vermelhas e cor-de-rosa, que vivem nos recifes de corais que cercam a praia. ⠀

Tiloo Cay

São diversas ilhas para visitar na região de Ábacos, norte das Bahamas. Umas das mais procuradas é a Tilloo Cay devido à sua imensidão de azuis e verdes em que se pode andar, em um gigantesco banco de areia. Nesta extensão de águas rasas, é possível ver raias, tartarugas, tubarões pequenos e muita vida faz do lugar um ótimo ponto de snorkel.

Hope Town

A ilha mais famosa da região abriga uma cidadezinha bem caribenha e um farol listrado.

No Name Cay tem porcos selvagens, mantidos por um cuidador (foto Daniela Filomeno)

No Name Cay

Na região de Abaco é possível nadar com os porcos (eles são criados em algumas ilhas nas Bahamas). Os porquinhos (que “inhos” não têm nada) ficam na ilhota No Name Cay, no sul de Green Turtle Cay. É só o barco aproximar que eles já vêm nadando. As crianças se divertem um monte, principalmente os pequeninos que ficam na praia. Daqui de Great Abaco Cay são 20 minutos de barco rápido. E vale ser combinado com Nun Jack Cay, com tubarões e arraias. O passeio é lindo demais.

Ela é também chamada Piggyville tem um protetor, Craig Russel, chamado de Pig Whisperer, que vive fazendo campanhas para os turistas levarem legumes frescos e água potável.

De Great Abaco Cay até aqui são 20 minutos de barco rápido. E vale ser combinado com a ilha de Nun Jack Cay, dos tubarões e arraias. O passeio é lindo demais. ⠀

Nun Jack Cay

No nosso Instagram @viagemegastronomia é só procurar pela #viagemegastronomiabahamas que é possível ver muitas fotos e vídeos das nossas viagens por aqui.

Posts relacionados