A vila toscana Altos do Chavón nasceu do sonho de um empreendedor e acrescentou romantismo à República Dominicana 

Imagem1

Cenário inusitado: uma vila toscana do século 16 feita de pedras no alto de um morro. E sim, no Caribe! A leste da capital Santo Domingo, República Dominicana, na região de La Romana, está localizada no alto do morro, acima do rio Chavón, uma charmosa e bela réplica de uma vila italiana, que parece ter história própria.

Imagem4

Construída em 1976, e desenhada pelo cineasta Roberto Coppa, nasceu do sonho de Charles G. Bludorn (Gulf & Western Industries), que resultou nesse lindo e inusitado lugar no Caribe. A bela paisagem é muito procurada por noivos que realizam seus casamentos na igreja de San Estanislao, inaugurada pelo papa João Paulo II.

Imagem5

Refúgio também de turistas, principalmente americanos, canadenses e europeus, para passear em suas estreitas ruas de pedras, onde se encontram ótimas opções de restaurantes, lojas de artesanatos, charutos, estúdios de artistas, ateliês e galerias. Arte é a vocação de Altos do Chavón, que abriga a tradicional Escola de Desenhos de Altos de Chavón, afiliada a Parsons The New School For Design, de Nova York, fundada em 1983, e considerada uma das 13 melhores escolas de design do mundo, a qual atende 1.300 alunos anualmente.

Alto del Chavon (36)

Outro destaque de Chavón é o anfiteatro romano em estilo gregoriano, com capacidade para 5 mil pessoas. Sua inauguração, em 1982, teve apresentação de ninguém menos que Frank Sinatra. Também Ciudad de los Artistas, tem ao fundo colunas romanas, réplicas dos 12 apóstolos de Roma. O anfiteatro já abrigou shows de importantes artistas internacionais, como Julio Iglesias, Sting, Luis Miguel, Gloria Estefan, Rick Martin e Duran Duran.

Imagem3

Posts relacionados