Se hospedar em meio às vinícolas é o desfrute perfeito para um fim de semana regado a bons vinhos e boa companhia

Regiões uruguaias possuem excelentes condições para viticultura. Prova disso é a alta concentração de empreendimentos vinícolas conhecidos mundialmente, em Canelones, Carmelo, Colonia del Sacramento, Montevidéu e Maldonado (onde está localizada Punta del Este), por exemplo. A união de vinhedos e hospedagem está em ascensão e o Uruguai é um dos países que oferece deliciosas opções para quem deseja combinar o conforto com boas uvas. Confira algumas vinícolas que também se tornaram hotéis:

Vinícola Pizzorno, em Canelones

A Vinícola Pizzorno, em Canelones, oferece uma pequena pousada. O aconchegante espaço possui quatro habitações decoradas com materiais existentes no universo do vinho, como, por exemplo, paredes descoradas com madeiras de antigos barris. Todos os quartos possuem varandas para as videiras. Outras vinícolas vizinhas também têm projetos semelhantes a curto prazo, como a Bouza, que planeja transformar um antigo vagão de trem num pequeno hotel boutique com apenas dois quartos. Já a Spinoglio planeja construir uma pequena estalagem de oito quartos em antigos tanques de concreto – marca registrada do estabelecimento.

Quarto na Vinícola Pizzorno (Foto: Martin Rodriguez)

Veja também: quatro pequenas vinícolas no Uruguai

Acomodação da vinícola Sacromonte (Foto: reprodução Instagram)

Vinícola Sacromonte, em Maldonado

As cabanas da Vinícola Sacromonte são a representação de onde o país está seguindo, quanto ao nível de hospedagem oferecido. Escolhida pela revista Time como uma das 100 melhores do mundo, a vinícola oferece visitas diárias e passeios que incluem uma hora de montanhismo, visita aos vinhedos, almoço e degustação de vinhos. Se for o caso, o visitante pode apenas almoçar no local.

Campo Tinto, em Carmelo

A pousada Campo Tinto oferece quartos completamente aconchegantes, cheios de charme, localizados em um antigo casarão. Em qualquer uma das 12 acomodações se aprecia a paisagem, que fica próxima a uma pintura icônica de Van Gogh. As habitações são grandes, com banheiros extensos, com tamanhos que vão de 25 a 34 m², com camas king size, wi-fi, TV à cabo e frigobar. 100% estruturadas e com clima ideal para cada estação do ano.

Narbona, também em Carmelo

A vinícola Narbona é uma das icônicas de Carmelo. Quem a visita, definitivamente, é capaz de se entregar a experiência completa entre visitar o espaço, as refeições e também pernoitar. Suas habitações são alinhadas uma a uma, distintamente, e contam com uma originalidade detalhista que mostra uma decoração antiga, porém com equipamentos modernos que traz prazer e bem-estar para quem se hospeda.

Narbona Winelodge (Fotos: divulgação)

Veja também: um passeio entre vinhos e azeites no Uruguai

Carmelo Resort & Spa by Hyatt, em Carmelo

Às margens do Rio de la Plata, na cidade de Carmelo (berço da uva Tannat), está o Camelo Resort & Spa, que segue o conceito de luxo, assinado pela rede Hyatt. O hotel é facilmente acessível de carro, barco ou avião, saindo de locais estratégicos, como Buenos Aires ou Montevidéu. Apenas a uma hora de distância de Colonia del Sacramento, o resort está no coração de um bosque de 45 hectares, possui seus próprios vinhedos localizados à beira da piscina e uma praia particular exclusiva na costa do Rio de la Plata.

Carmelo Resort & Spa by Hyatt (Foto: divulgação)

Hotel Las Liebres, em Colonia del Sacramento

Em Colonia del Sacramento, no topo da colina mais alta da região, está o Hotel Las Liebres, próximo a diversas vinícolas de Colonia. Por mais que não seja um estalecimento vitivinicultor, a hospedaria merece ser citada. Com apenas três quartos localizados na parte de cima de um dos restaurantes mais luxuosos do Uruguai, o Las Liebres manteve a originalidade dos quartos e trouxe o luxo e o conforto para que os hóspedes não queiram sair de lá.

*Conteúdo enviado pelo Ministério do Turismo do Uruguai

Posts relacionados