Mascote do programa De Olho nos Bichos (Foto: divulgação)

Preservar o meio ambiente e respeitar os animais são os dois pilares do projeto de educação ambiental de Olho nos Bichos e Teatro dos Bichos na histórica Fazenda Capoava, em Itu, interior de São Paulo

De forma lúdica e prática, por meio de brincadeiras, a criançada se reúne nas manhãs de domingo para aprenderem um pouco mais sobre a preservação da fauna e da flora. Há mais de 15 anos na grade de atividades de lazer do hotel, o projeto foca na conscientização das crianças por meio do contato direto com as espécies de animais silvestres que vivem na fazenda, além das que podem ser vistas em seu habitat natural, nas imediações da Capoava.

O contato com os animais, inclusive, só é possível graças às apresentações do time de biólogos da Fazenda Capoava, que além de mostrarem os animais ao público e contarem algumas curiosidades e características sobre cada um deles, promovem um contato mais próximo, como o preparo e a alimentação das espécies.

Para um dos responsáveis pelo projeto, o biólogo Ayo Miranda um dos objetivos é desestimular a ideia de que os animais devem viver em cativeiros, sendo privados do convívio em seu habitat natural. “Achamos importante ressaltar para as crianças que os animais que vivem na Fazenda não estão aqui apenas para entretenimento, mas sim por motivos de outra natureza, que podem variar desde reabilitação a inviabilidade de reinserção ao meio ambiente”, ressaltou o profissional.

Estão inseridos nos projetos animais das mais variadas espécies, como é o caso do Agnaldo, um simpático Tucano Toco, que virou mascote do programa De Olho nos Bichos.

Posts relacionados