Gótica e medieval, Edimburgo tem uma beleza própria, não só por suas construções e elegância, mas também pela simpatia de seu povo. A cidade abriga um dos mais importantes festivais culturais da Europa, em outubro, quando suas ruas viram palco das mais diferentes apresentações artísticas e musicais. Afinal, elegância e cultura parecem características inerentes a encantadora capital escocesa

As construções desde o século VII poderiam deixar Edimburgo com um aspecto sisudo, mas a capital da Escócia está longe disso. Charmosa, elegante e muito bela, tem na cidade antiga construções medievais como o Castelo de Edimburgo, a Royal Mile, a Catedra Saint Gilles, Universidade de Edimburgo e o Palácio de Holyrood, residência da Rainha Elisabeth II na Escócia. Já a “cidade nova”, toda em torno da Old Town, foi planejada e construída em 1766 pelo arquiteto James Craig. O verde contrasta com o cinza da cidade, parques como o Princess Street Gardens embelezam a Edimburgo com construções magníficas ao fundo. Cenário de filme, literalmente (aliás de vários), como Highlander, 007 Operação Skyfall, Coração Valente e Harry Potter, Edimburgo realmente passa a impressão aos visitantes de estarem em um cenário, tamanho sua beleza.

Carlton Hill, com vista da cidade de Edimburgo (Foto: Daniela Filomeno)

País de embates constantes com o Reino Unido, a Escócia recuperou a região onde fica Edimburgo no Século X. Após a construção de seu castelo (XII), começou a formar uma cidade em seu entorno, um burgo real. Antes de 1707, Escócia era independente por mais de 600 anos, depois se juntou a Grã Bretanha (País de Galês, Escócia e Inglaterra). Reino Unido ainda inclui a Irlanda do Norte, Gilbraltar e outros territórios ingleses com tratados econômicos e políticos. 

O que ver?

Castelo de Edimburgo: palácios são mais residenciais enquanto os castelos são mais militares. A colina de rochas vulcânicas fazem parte da estrutura de proteção do castelo Edimburgo

Castelo de Edimburgo (foto Daniela Filomeno)

Catedral de Saint Giles.

Zoológico de Edimburgo

Scotch Whisky Heritage Centre

Palácio de Holyrood: imperdível conhecer a residência real da Rainha Elisabeth II na Escócia. O Palácio de Holyrood fica aberto para visitação quando a família real não está e é um dos pontos altos de Edimburgo. As histórias contadas sobre lá são incríveis. A ruína da Abadia, ao lado do Palácio, também é incrível. Tem audio guide em português que já vem no valor do ingresso (€16 em 2019).

Pode parecer estranho, mas os cemitérios do centro (foto ao lado) têm túmulos do século XVII e são superinteressantes. 

Arthur’s Seat

Royal Botanic Garden

Royal Yacht Britannia: atração imperdível em Edimburgo, ainda mais para os amantes de The Crowl e das histórias da família real.

Calton Hill: a montanha onde é possível ver a cidade tem uma cópia do Pathernon não terminada, pois o dinheiro acabou. 

Nos arredores de Edimburgo, vale visitar o Scone Palace e Hopetoun House.

Onde comer?

The Kitchiin  – imperdível, um dos melhores do país (tem que reservar) 

Um mapa chega a mesa com indicações de onde os ingredientes são – literalmente – da Escócia e suas ilhas. Para não ter dúvidas, o nome de cada ingrediente é impresso em cima de cada região. Algo selvagem ou vegetais das terras baixas, mussels das ilhas Shetland, monkfish, bacalhau ou lulas dos mares gelados do Atlântico. Até o Wagyo e águas são locais. Esta proposta de aproximar os produtos locais à mesa é seguida à risca no The Kitchin, seguido por um simpático e prestativo serviço, que se desdobra para tirar todas as dúvidas e atender todos os pedidos.

Lookout – No Carlton Hill, uma vista estonteante de Edimburgo em um restaurante todo envidraçado. Descolado, tem a cozinha aberta de onde saem pratos com ingredientes superfrescos.

Gastropub The Scran & Scallie

The Gardeners Cottage

Number One – estrela Michelin, com comida sofisticada e menu degustação

Brasserie Prince by Alain Roux – restaurante Frances descontraído do Balmoral

Ruibarb – em um hotel afastado que já valeria a visita, como uma elegante casa escocesa, jantar sofisticado e delicioso

Booking.com

    No Verão, a cidade cinza ganha alguns dias de sol

    Quando Visitar

    Chuva na Escócia faz parte do dia a dia do escocês, já que não existe estações chuvosas/ secas. A melhor época é o Verão (junho a setembro) por ter temperaturas mais amenas, não tanto frio, e dias mais compridos.

    15 / 18ºC
    Junho, julho e agosto
    7 / 15ºC
    Março, abril e maio

    Onde comer em Edimburgo? The Kitchiin

    O que comer
    Imperdível, The Kitchiin é um dos melhores do país e tem que reservar Um mapa chega a mesa com indicações de ontem os ingredientes vem - literalmente - da Escócia e suas ilhas. Para não ter dúvidas, o nome de cada ingrediente é impresso em cima de cada região. Algo selvagem ou vegetais das terras baixas, mussels das ilhas Shetland, monkfish, bacalhau ou lulas dos mares gelados do Atlântico. Até o Wagyo e águas são locais. Esta proposta de aproximar os produtos locais à mesa é seguida à risca no The Kitchin, seguido por um simpático e prestativo serviço, que desdobra para tirar todas suas dúvidas e atender todos os pedidos.

    Onde ficar? The Balmoral Hotel

    Onde Ficar
    A Princes Street n°1 da cidade no icônico The Balmoral, que abriga a torre do relógio. Desde 1902 é um hotel e fica bem na divisão da Old Town com a cidade. Curiosidade: colado na estação de trem, seu relógio sempre foi 3 minutos adiantado, para que as pessoas não perderem o trem. Somente 31/12 que funciona na hora normal, para acertar a virada do ano. Da rede Rocco Forte tem vista para o castelo de Edimburgo e outros monumentos de uma das cidades mais charmosas da Europa. Antiga sede do Commercial Scotland Bank, seu projeto inicial era para ser uma universidade de Física, feito pelo mesmo arquiteto que projetou a “cidade nova” no século XVIII. Inacabada, o banco comprou e terminou a obra com um novo arquiteto. Este majestoso prédio abriga hoje o The Dome, com faixa da Grego-romana e interior estonteante. Restaurante e hotel, tem comidinhas, drinques deliciosos e serviço impecável. Parada mais que estratégica em um dia de passeio. 
    https://www.roccofortehotels.com/hotels-and-resorts/the-balmoral-hotel/

    Posts relacionados