Emoldurada pela beleza dos Andes argentinos, o cinturão de montanhas mais alto das Américas abriga uma pequena cidade que é também a terra do vinho: Mendoza. Com um centro arborizado e cheio de charme, neve no inverno e mais de mil vinícolas, Mendoza é um convite para os amantes da boa comida, dos esportes radicais e, principalmente, do vinho

Responsável por 70% de todo o vinho produzido na Argentina é reconhecida mundialmente por seu malbec, mas outras varietais, como merlot, cabernet, sauvignon, pinot, syrah, tempranillo, torrontés e chardonnay ganharam força nas últimas décadas, dando início a uma nova era da bebida no país. 

A cidade é abundantemente arborizada, as ruas são cortadas por canais que desviam o curso da água, proveniente do degelo andino e que nos faz esquecer que estamos em uma região com clima de deserto. A cerca de mil quilômetros de Buenos Aires, quase na divisa com o Chile, a província abriga o imponente Monte Aconcágua, com seus 6.962 metros acima do nível do mar. 

A província de Mendoza divide-se em quatro principais regiões: a capital Mendoza, Maipú e Luján de Cuyo, cerca de 20 km do centro, e Vale de Uco, mais afastada, a 80km do centro. Encantadora, com um cenário que mistura picos que se mantêm nevados o ano todo e parreirais que parecem infinitos, Mendoza merece ser apreciada e degustada sem pressa. Prepare a taça e boa viagem! 

O que fazer em Mendoza: além das vinícolas 

Mendoza pode ser considerada a Disney dos enófilos. Mas, garantimos, você não precisa ser um expert em vinhos para curtir esta cidade argentina. Com um centrinho charmoso, com ótimas opções de bares e restaurantes, vale aproveitar pelo menos dois dias na capital da província. 

Parque General San Martin

parque mendoza
Parque General San Martin (Foto: Tina Bornstein)

Aberto 24 horas por dia, é considerado o maior da América Latina, um patrimônio florestal com quase 300 espécies vegetais de todo o continente. Com 400 hectares de área, abriga um estádio de futebol, um anfiteatro, um museu de ciências naturais e restaurantes. Ponto de encontro dos moradores locais no fim de tarde, subir o Cerro de la Gloria para assistir ao pôr do sol é um programa imperdível. O extenso lago artificial permite praticar atividades aquáticas. 

Plaza Independencia

É o marco zero de Mendoza e tem o tamanho equivalente a quatro quarteirões. Ótimo lugar para observar os hábitos dos mendocinos, que enchem a praça praticamente o dia todo – menos no horário da siesta (entre 13h e 17h). Entre árvores e fontes, a área abriga feira de artesanato, apresentações artísticas e musicais, o museu de arte, o Teatro Municipal e quiosques com petiscos argentinos. 

Tour Cervejeiro

Nem só de malbec vive a cidade. Para quem gosta de cerveja, o passeio pode começar pela Good Dog, cervejaria artesanal no bairro de Godoy Cruz, que tem uma visita guiada entre uma e duas horas para mostrar as bebidas criadas por um americano e um argentino. O roteiro segue para a região de Maipú, na fábrica da Pirca, uma marca criada há 15 anos por um grupo de amigos aventureiros no assunto. A excursão termina na Chachingo Craft Beer, um negócio paralelo do enólogo Alejandro Vigil, da vinícola Catena Zapata, onde é possível degustar uma gelada de qualidade harmonizada com petiscos e iguarias regionais.

Veja também:

Onde se hospedar no centro de Mendoza
Zuccardi Valle de Uco, em Mendoza, recebe prêmio de melhor vinícola da América Latina e do Mundo

Centros Culturais

Para saber um pouco mais da história de Mendoza, vale fazer o circuito de museus na cidade. O Museo Histórico General San Martín é uma homenagem à figura que lutou para a independência da Argentina, com itens pessoais, armas, uniformes e imagens da época. O Museo del Area Fundacional e o Museo del Pasado Cuyano narram a história de Mendoza no período colonial. Por fim, o Museo Municipal de Arte Moderno apresenta mostras de artistas locais.

Mercado Central

Presunto cru, embutidos nacionais, frutas frescas e secas, vinhos da região… Todas as iguarias da cidade distribuídas em pequenas lojas, com simpáticos vendedores fazendo de tudo para chamar sua atenção. Definitivamente, um lugar de encher os olhos e esvaziar os bolsos! 

Endereços

Museo Histórico General San Martín: Calle Escalada de San Martin, 1843  / Tel: (261) 425-7947

Museo del Area Fundacional: Rua Juan B. Alberdi, s/n / Tel: (261) 425-6927

Museo del Passado Cuyano: Rua Montevideo, 544 / Tel: (261) 423-6031

Museo Municipal de Arte Moderno: Plaza Independencia / Tel: (261) 425-7279

Mercado Central: Avenida Las Heras, 279 / Tel: (261) 425-6904

Parque General San Martin: Avenida Emilio Civit, 701 – Mendoza 

Plaza Independencia: Rua Gral. Espejo, 300 

Good Dog: Rua Adolfo Calle, 240 – Godoy Cruz / Tel: (261) 468-1512

Pirca: Rua Padre Vazques, 673 – Maipú / Tel: (261) 481-4227

Chachingo Craft Beer: Avenida Arístides Villanueva, 383 / Tel: (261) 338-6365

Posts relacionados