Por Kizzy Magalhães

Lyon é uma cidade para se apaixonar à primeira vista. Ou ao primeiro gole. Ou à primeira garfada. A terceira maior cidade da França tem atrações suficientes para uma longa estadia. Confira abaixo algumas dicas para aproveitar toda a cultura do destino

O Rio Saône percorre Lyon e traz cenários incríveis (Foto: Shutterstock)

Atrás apenas de Paris e Marseille, Lyon é a terceira maior cidade francesa e possui uma gama de programas, principalmente se considerarmos os arredores, que são repletos de vinícolas e estações de esqui. É também um destino perfeito para um city break e, com disposição, dá para percorrer a cidade inteira em poucos dias. Lyon tem dois mil anos de história e é Patrimônio da Humanidade, segundo a Unesco. As ruas medievais, ruínas romanas e edifícios modernos convivem cenograficamente entre os Rios Rhône e Saône.

Flanar pelas lojas irresistíveis de Presquîle, se perder nas ruas históricas de Vieux Lyon e se apaixonar pelo bairro residencial de Croix Rousse faz parte de qualquer roteiro. Também é obrigatório subir o funicular até Fourviére para visitar a Basílica de Notre Dame e as ruínas do Teatro Romano. O bondinho sai de Vieux Lyon e te deixa, praticamente, dentro da Igreja. Sempre com uma pausa na beira do rio para recuperar o fôlego – ou perder de vez, diante de tanta beleza.

Passeios ao ar livre e culturais

Lyon é para ser aproveitada ao livre: no comércio de rua, na beira dos rios ou nos parques. Vale alugar uma bicicleta e explorar a cidade através das ciclovias. Aproveite para conhecer o Parc de la Tête D’Or, é o maior e mais popular, está debruçado no Rio Rhône e existe desde 1857. Abriga um zoológico, o maior jardim botânico da França e é vizinho do Museu de Arte Contemporânea. Aliás, a cidade tem ótimas opções para fãs de artes plásticas – além de importantes museus e diversas galerias se espalham pela cidade. O Museu de Belas Artes é um dos maiores da Europa, com 70 salas repletas de clássicos do Egito Antigo, Monets, Picassos e outros gênios da pintura. O Institut Lumière fica na Rue de Premier Film, que significa exatamente isso: a rua onde tudo começou. Foi ali que os irmãos Louis e Auguste realizaram a famosa invenção que mudou a história do cinema. As crianças adoram o Museu das Miniaturas e do Cinema, que conta com maquetes, cenários e guarda-roupa de personagens famosos e super heróis. Outro programa superbacana para os pequenos (e também adultos) é o Musée des Confluences, que vale a pena pela arquitetura exuberante do edifício e pelas exposições de ciência e antropologia. O Museu das Confluências fica na região homônima que vale a visita. A antiga área industrial de Lyon seguiu o padrão das outras metrópoles e trocou o “abandonado” por “hype“. Os maiores nomes da arquitetura internacional – como Christian de Portzamparc e Massimiliano Fuksas – entraram em ação e a região virou vanguarda. Lojas, casas, bares e escritórios convivem com obras de arte ao ar livre.

A loja conceito da Pop and Shoes é uma atração em Lyon, na França (Foto: Kizzy Magalhães)

Compras

A Rue de Republique (suas adjacências também) é a rua mais popular para compras. É por alio que fica a Printemps, H&M, Cos, Uniqlo, Nike Store, Flying Tiger e Monoprix. Está sempre movimentada, com artistas de rua que se apresentam de dia e à noite. Nos bairros vizinhos, Cordeliers e Bellecour, ficam diversas multimarcas e concept stores, com roupas e efeites para casa de jovens designers. Lá também é o endereço de lojas como Scotch & Soda, Zadig & Voltaire, Sandro, Comptoir des Cotonniers e a enorme Pop and Shoes, com uma ótima seleção de marcas para homens e mulheres. Entre as elegantes praças Jacobina e Bellecour fica o Carré d’Or District, com a maior concentração de lojas grifadas da cidade. Para chegar é simples: basta digitar “Rue du Président Éduouard Herriot no Google Maps e voilá!

Dica: Fête des Lumières

Durante quatro noites por ano, sempre por volta de 8 de dezembro, Lyon se transforma num festival de luzes. Milhares de pessoas passeiam pelas ruas e ficam enchantés com projeções nas praças, monumentos e edifícios emblemáticos. Vale (e muito!) a pena se programar com antecedência e visitar a cidade nessa época.


Kizzy Magalhães

Diretora de TV com mais de 20 anos no mercado audiovisual (entre canais abertos, a cabo e produtoras independentes). Os últimos 10 anos foram dedicados ao Video Show, onde era Diretora Geral Artística. Desde 2017 vive em Lisboa com o marido e 2 filhos (7 e 9 anos). Apaixonada por Londres, onde morou por 2 anos antes de virar mãe do Antonio e do João. Ama viajar e comer. Muito, de preferência.

Posts relacionados