Bois de Boulogne

Os mais de 460 parques e jardins espalhados por Paris colorem a cidade e oferecem aos parisienses e aos turistas a oportunidade de descansar os pés na grama, dividir as horas do dia pertinho da natureza, deitar junto a lagos e, de quebra, se exercitar, fazer piquenique, brincar com as crianças, ficar próximos de animais. Se sua visita for no final da tarde, ainda pode ser agraciado pelo pôr do sol. Nada mal, né?!

 

Bois de Vincennes

Bois de Boulogne 
Construído na década de 1850, durante o reinado de Napoleão III, o parque é o maior de Paris e concentra por toda a sua área verde diversos pontos de diversão e prática de esportes, além de bastante espaço para o descanso e apreciação. Há hipódromos, pistas para cavalgar, caminhos para bicicletas e um grande lago que permite passeios de barcos. Mesas e cadeiras ao redor convidam para um piquenique. Além disso, ele engloba o parque Bagatelle, o Jardin Acclimatation, onde está a Fundação Louis Vuitton, e o Jardin Serres d’Auteuil.

Bois de Vincennes
Outra ótima opção de passeio para curtir o dia perto da natureza é o Bois de Vincennes, todo construído em estilo inglês. As árvores de folhas coloridas criam um cenário romântico, fotogênico e formam sombras perfeitas para se deitar embaixo. Aliás, não esqueça a canga! Ficar pertinho dos lagos é um dos programas preferidos dos parisienses! Jardins, pistas para ciclistas, áreas para caminhadas e cavalgadas completam o passeio.

Champ de Mars 

Champ de Mars

Ótimo lugar para tirar fotos incríveis da Torre Eiffel, o Parque Campo de Marte é o famoso jardim ao redor da Torre. Na sua extensa área aconteceram, ao longo dos tempos, muitos acontecimentos importantes, tais como o massacre de 1971 durante a Revolução Francesa, com a execução subsequente do seu impulsionador Jean Sylvain Bailly em 1793, a inauguração da Dama de Ferro na Exposição Universal de 1889. Aberto o dia inteiro, vale ir de noite ver o show de luzes da Torre.

Place des Vosges

Place des Vosges

Um dos jardins mais antigos de Paris, é também um dos complexos arquitetônicos mais bonitos da cidade. Cercado por casas de tijolos vermelhos e tetos pontiagudos, o gramado é um convite ao descanso, aos bate-papos, ao piquenique e, por que não, cochilos. Seus 400 anos de idade contam boa história: já serviu de lar para o escritor Victor Hugo, que é homenageado pelo Café Hugo e o museu Maison de Victor Hugo. Há uma fonte e uma estátua de Louis VIII. Tudo para ser contemplado.

Jardim Luxemburgo

Jardim Luxemburgo
É onde está sediado o Palácio do Luxemburgo. Há um enorme parterre, superbem cuidado e rodeado de estátuas, lagos e diversas espécies de flores. Os caminhos de chão de pedras que cruzam os gramados reservam mesas e cadeiras para uma pausa. Vale também caminhar, andar de bicicleta, brincar com crianças e, claro, simplesmente admirar.

Jardin des Tuileries
Seu stop na rotina agitada pode ser nesse belíssimo jardim. Primeiro porque sua localização é privilegiada: está bem próximo do Museu do Louvre e da Praça Concorde. Depois porque sua beleza é inspiradora. Árvores, folhas, flores, plantas e esculturas transformam todo o campo em cenário digno de ser emoldurado, como as obras de arte.

Fotos: Shutterstock

Posts relacionados