Muitos dizem que “aqui não é a real China”, mas Hong Kong oferece uma boa visão da cultura chinesa, com muita organização e modernidade

Chamada pelos chineses de cidade workholic, Hong Kong, na China, é fervilhante, agitada e, como muitos locais gostam de ressaltar, nada se parece com a China. Mas ao andar pelos bairros típicos, é possível ver traços marcantes da cultura chinesa, que desde 1997 incorporou-se ao País, antes colônia independente britânica. Apesar o acordo firmado com a Inglaterra que a China respeitará os termos administrativos, políticos e econômicos antes estabelecidos, Hong Kong está cada vez mais chinesa. Atualmente, 500 pessoas por dia são autorizadas a migrarem para a cidade.

IMG_5208-1

A partir do topo do mirante da cidade, o Victoria Peak (The Peak), é possível visualizar toda extensão da ilha. O que mais chama à atenção são os modernos arranha-céus no centro da cidade.

shutterstock_85779664

 

Ao andar pelo bairro de Wan Chai, não deixe de observar os andaimes feitos de bambu. Dá uma certa agonia tamanha a sensação de fragilidade, mas estão lá de pé com os chineses trabalhando normalmente, além disso, são sustentáveis.

317A9406

É lá que ficam os diversos mercados tradicionais, onde os chineses fazem suas compras. Tem de tudo, desde iguarias secas, como estômago de tubarão, até caixas replicando coisas de valor, que são utilizadas em cerimônias fúnebres.

HK8

Dica: observe de perto as curiosidades do Sheung Wan Dried Food & Herbal Market, muitos peixes e frutos do mar são vendidos secos, para consumir é preciso hidratá-los. A exemplo o cavalo marinho ou lagarto, que é indicado para asma. Por que iguarias? A barbatana de tubarão pode chegar a custar US$ 6 mil…

shutterstock_130803617

Em Hollywood Road Park, centro antigo de Hong Kong, tem um templo que vale a visita, o Man Mo Temple e o Wong Tai Sin Temple. Também é divertido caminhar pelas ruas e observar de perto o dia a dia da população. No Yau Ma Jei Jade Hawker Bazaar, muito parecido com a nossa feira, tem côcos pintados e enfeitados com fitas, usados para cerimônias de casamentos. Fica perto do Flower Market e Bird Garden e valem a visita. O Jade Market tem tudo feito da pedra, de bijuterias a objetos de decoração.

shutterstock_64503187

Para quem gosta de compras, o Element é um lindo shopping perto da área comercial, com diversos restaurantes, ou o IFC Mall. Não deixe de visitar o Buda gigante, Tian Tan Buda, na Lantau Island . O acesso é feito pelo mais longo teleférico da Ásia, o Ngong Ping 360.

HK4

O trajeto parece uma eternidade, principalmente ao ver as gaiolinhas balançando com as rajadas de vento, mas é seguro – e vale cada segundo pela vista linda. O Giant Buddha fica ao lado do Po Lin Monastery e é feito todo de bronze. Uma pequena vila, Tung Chung, fica em sua base, para alcancá-lo, depois do cable car, ainda tem uma boa escadaria, mas vale cada degrau. Lindo lugar.

HK5

Também faça um bate e volta para Macau, a Las Vegas chinesa, com bairros com placas em português, muitos restaurantes e, claro, cassinos.

Posts relacionados