O Behind the Scenes NYC, de Fernanda Paronetto*, traz 5 dicas de galerias e museus fora da rota turística de Nova York que vale a pena conhecer

Museu Pionner (Foto: divulgação)

Uma das megalópoles mais badaladas e visitadas do mundo, Nova York é conhecida não apenas como a capital da moda ou paraíso dos “foodies”, mas também como destino que ostenta incrível riqueza cultural. Sorte dos amantes das artes, que tem na cidade infinitas experiências e opções sobre o assunto. E se você for um desses apaixonados pela cena artsy, sabe de cor quais são os principais museus e galerias da cidade. Aqui, a ideia é ir além do óbvio e apresentar cinco lugares longe da rota turística que você pre-ci-sa visitar.

Pioneer Works
Localizado no bairro supercool de Red Hook, no Brooklyn, o Pioneer Works era a antiga Pioneer Iron work, originalmente uma fábrica para a construção de materiais industriais em grande escala, incluindo trilhos e máquinas para plantações de açúcar. Hoje este centro cultural, com mais de 2.500m2, reúne uma turma hiper conectada de todas as idades que dividem o mesmo interesse: arte, música, cultura, performances ao vivo, programas educacionais. Aproveite que está no bairro para fazer uma degustação de whisky no Widow Jane Distillery ou uma degustação de vinho no Red Hook Winery! Ah, e o bar Sunny’s é um clássico! Não se intimide pela fachada…

159 Pioneer Street

Veja também:
Especial Nova York: tudo o que você precisa conhecer na cidade

Museum of Trash
Isso mesmo! O Museum of Trash fica no East Harlem e é certamente um programa diferente. O curador deste local se chama Nelson Molina e é uma das pessoas incríveis que trabalhava incansavelmente para deixar Nova York limpa! Trabalho difícil, mas, durante seus anos de trabalho, Nelson encontrou inúmeros objetos curiosos nos lixos da cidade e, ao invés de jogar fora, decidiu começar sua coleção. Lá, você encontrará de tudo um pouco: fotos, instrumentos musicais, máscaras, louças, azulejos, quadros, brinquedos, acessórios esportivos… Afinal, são quase 40 anos trabalhando nesta coleção.

343 East 99th Street

Mmuseumm
Localizado numa ruela escondia em Chinatown/TriBeCa, especificamente entre a Franklin Street e a White Street, o Mmuseumm é o menor museu de Nova York. Ele foi construído dentro de um velho elevador de carga e talvez não seja mais algo tão secreto, mas vale a visita! Eles deixam entrar apenas 3 pessoas por vez e mostram coleções bem curiosas de artefatos encontrados em diversos cantos do mundo (e até no fundo do mar!). Recentemente, eles abriram um pequeno espaço de café com uma lojinha vendendo lembrancinhas.

4 Cortlandt Alley

Mmuseumm (Foto: divulgação)

Museum of the American Gangster
Nas décadas de 1970/1980, Nova York era conhecida como uma cidade extremamente perigosa e havia inúmeros bairros que não se podia andar. Existem alguns famosos nomes de famílias que dominavam a máfia na cidade – as 5 principais famílias eram: Bonanno, Colombo, Gambino, Genovese e Lucchese. E quem não lembra do famoso Al Capone!? Com o tempo a segurança foi melhorando e muitos dizem que depois em 1993, quando Rudy Giuliani implementou a política de tolerância zero, tudo começou a mudar de verdade. Felizmente a segurança melhorou, hoje a cidade é super segura, mas não se pode deixar morrer a história dessa famílias mafiosas. O Museum of the American Gangster, localizado no East Village, é pequeno, mas tem uma coleção de fotos, artefatos, jornais antigos e outros documentos também da Era da Proibição (1920–1933). Muito interessante.

80 St. Marks Place

Soloway
Sempre falo que Nova York é um paraíso para quem gosta de galerias de arte e sabemos que as mais famosas (ou mais visitadas), ficam no bairro de Chelsea e no Upper East Side. A cidade está repleta de galerias maravilhosas com trabalhos de artistas renomados e/ou emergentes que vale a pena conhecer. Mas, não é apenas Manhattan que se encontra ótimas galerias. O Brooklyn e outros cantos são ótimos para explorar também. A Soloway, localizada em South Williamsburg, no Brooklyn, é um espaço destinado nas apenas à exposições mas também para performances. A galeria leva o nome do “ex-inquilino” do espaço, uma antiga loja de materiais de encanamento. Hoje fazem um trabalho incrível expondo o trabalho de muitos artistas locais.

348 South 4th Street

 

*Fernanda Paronetto é fundadora do Behind the Scenes NYC (BTSNYC), uma plataforma que conecta visitantes curiosos do mundo todo e verdadeiros nova-iorquinos aos elementos desconhecidos da cidade, que vão desde restaurantes e bares até museus. Fernanda nasceu em São Paulo e mudou-se para Nova York em 2015, onde iniciou o site e uma empresa de concierge corporativo. Em 2018, expandiu seu negócio para o YouTube.

Posts relacionados