A partir de 2021, os brasileiros que forem à Europa precisarão de uma autorização para entrar no continente, chamada ETIAS. Confira os motivos e como o processo será feito!

Passaporte brasileiro (Foto: Caio Pezzo)

ETIAS (Sistema Eletrônico para a Autorização de Viagem, na sigla em inglês) é um novo sistema, implantado pela Europa, para evitar possíveis imigrantes ilegais ou ataques terroristas no continente. O controle entra em vigor a partir de 2021, e servirá os países que fazem parte do Tratado de Schengen, ao todo são 26 nações que assinaram o acordo, são elas: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein,  Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça. 

O ETIAS é obrigatório para cidadãos dos seguintes países: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru. A emissão será feita pela internet, no site do ETIAS. É necessário informar nome, idade, endereço, e-mail, passaporte, escolaridade, meio empregatício, se há parentes que moram na Europa, país de entrada e quais outros países pretende visitar, além disso, é preciso informar se há antecedentes criminais e se há alguma condição médica especial.  

A partir do momento que o ETIAS é solicitado, pode demorar de 48h a 72h para chegar a autorização. Por isso, é recomendado que fazer a solicitação pelo menos duas semanas antes da viagem. O valor para a emissão do documento é de 7 euros (cerca de 36 reais), e pode ser pago com cartão de débito ou crédito, os menores de 18 anos são isentos do valor. Após retirada, a autorização é valida por três anos, ou até o vencimento do passaporte- o que ocorrer primeiro.

Veja também: 

Sete lugares escondidos na Europa para conhecer já

Europa: 5 hotéis gastronômicos inesquecíveis

Booking.com

Posts relacionados