A cidade mais antiga da Córsega, Bonifácio foi construída há mais de 1,2 mil anos sobre uma gigantesca falésia. É muito comum visitar a ilha italiana Sardenha e seu arquipélago La Maddalena, devido sua proximidade – uma ilha fica a pouco mais de três horas de barco da outra

Bonifácio, Córsega (Foto: Shutterstock)
Bonifácio, Córsega (Foto: Shutterstock)

Cercada por mar azul-turquesa que contrasta com suas casas em tom areia, se perder em suas estreitas e charmosas ruas de pedra é voltar na história. Dividida entre cidade baixa, onde fica o porto e inúmeras lojinhas, sorveterias e restaurantes, e cidade alta, que é a parte histórica, vale reservar no mínimo um dia inteiro para esse destino.

Para chegar até a parte alta da cidade, é possível subir a enorme escadaria escavada na rocha – diz a lenda que, em 1420, essa escada foi feita em uma única noite, por ordem do rei espanhol Afonso de Aragão, para que os soldados pudessem invadir a cidade depois de um cerco que já durava cinco meses. O fato é que até hoje não se sabe quem fez a tal “Escadaria do Rei Aragão”. Também é possível subir de carro ou de trem (aberto apenas durante o verão). Imperdível também pegar um barco e conhecer as Grutas Marinhas, os Calanques de Bonifácio e ter a visão da cidade do mar.

Onde comer em Bonifácio, na Córsega

Stella D’Oro: fundado em 1965, o restaurante que fica no centro histórico de Bonifácio oferece ótimos peixes frescos, massas feitas na casa e uma bouillabaisse (sopa tradicional francesa de peixes brancos) irresistível.

Kissing Pigs: situado no porto de Bonifácio, o nome já diz o que esperar; os mais tradicionais pratos franceses elaborados com carne de porco. Disputado, sua carta de vinhos conta com mais de 60 rótulos – todos franceses, claro.

 

Posts relacionados