Koh Phi Phi Don (Foto: Shutterstock)

Quando se pensa em Tailândia, vem direto à cabeça: praias, templos e, claro, a loucura boa de Bangkok. Mas, aqui, nosso foco é outro destino favorito dos turistas: a região de Phi Phi Island, um arquipélago de 6 ilhas na costa do mar de Andaman. Ali, o mar turquesa impressiona, as montanhas ao redor arrematam a paisagem inesquecível. Não se esqueça de mergulhar não só por baixo d’água – e se deslumbrar com cardumes e tartarugas -, mas por todos os atrativos culturais e naturais desse destino paradisíaco. As dicas são da Eva Fagundes, viajante profissional que compartilha suas descobertas e aventuras pelo mundo no insta @eva.meleva

Das 6 ilhas que formam Phi Phi, apenas a Koh Phi Phi Don é habitada. Por lá, tudo se faz a pé, e é onde está localizado o centro da cidade, com todos os bares, restaurantes, praias, baladas, lojas, enfim, toda a magia! É ela a segunda maior ilha do arquipélago, e é nela que está localizada a famosa Maya Bay, local onde foi gravado o filme “A Praia” com Leonardo di Caprio, a Phi Leh Lagoon e outras belezinha naturais. As outras quatro ilhas de Phi Phi são: Ko Mai Phai (Bamboo Island), Ko Yung (Mosquito Island), Bida Nok e Bida Nai.

Maya Bay (Foto: Shutterstock)

Onde se hospedar: são diversas as opções de hospedagem, tanto no centro da ilha, quanto nos lugares mais afastados, que é onde ficam localizados os resorts de luxo. Das duas vezes que fui, decidi me hospedar no centro de Phi Phi, e não me arrependo porque a facilidade de locomoção é perfeita. Mas caso queira se hospedar em um resort afastado, vale a pena conferir se eles fornecem um barco gratuito para levar e buscar na ilha.

Veja também:
Tailândia: três maneiras únicas de conhecer esse paraíso asiático
O que ver em Chiang Mai
Top 5: lugares para comer e beber em Bangkok

Hostels: Ibiza Pool Party – tem quartos individuais e compartilhados e o diferencial são as festas na grande piscina, que atrai jovens animados.

Marine House – uma grande casa de madeira com quartos compartilhados e um restaurante e bar que serve pizza, massas e drinques, claro!

The Pier 519 – minimalista e cool, o hostel tem terraço e lounge compartilhado, e fica de frente para Phi Phi Don, a 100 metros da Baía de Ao Poh.

Bangalôs Phi Phi Coco Beach

Hotéis: PP Princess – com vista para uma das praias mais bonitas da ilha, a Loh Dalum Bay, o hotel tem 2 lindas piscinas com vista para o mar , 7 restaurantes com culinárias diferentes e bares.

Phi Phi Coco Beach – os bangalôs de bambu te inserem completamente no mood tailandês. a piscina infinita à beira-mar e o barco à disposição dos hóspedes ajudam na entrega ao lifestyle regional.

PP Palm Tree – está a 5 minutos a pé do píer em Tonsai, quartos modernos em estilo tailandês, piscina, academia, além de restaurantes de comida marítima e italiana.

Resort: Phi Phi Don Chukit Resort – hotel pé na areia com vista livre e linda para o mar. Tem quartos e bangalôs e restaurantes de culinária tailândesa e internacional.

O que fazer:
Apesar do tamanho, Phi Phi possui atrações para todos os gostos, desde praias, até passeios de barco, mergulho, party boat, pool party, massagem, comer e beber, claro!

Durante o dia:
Long Beach: dá para ir a pé até ela (mais ou menos 40 minutos de caminhada) ou pegar um taxi boat, que te deixa lá em 5 minutos. Esta é uma praia muito bonita, que vale a pena conhecer e ficar para ver o pôr do sol.

Viewpoint: outro lugar para ver o pôr do sol, ou até mesmo passear durante o dia. Não é necessário ir de tênis, mas se você se
sentir mais confortável, vale a pena. O acesso é feito por uma subida com escadas.

Passeio de Long Tail: ir para a Tailândia e não andar nos famosos barquinhos, chamados de long tail, é como se a viagem não fosse completa! Nesta aventura você pode pedir para ir até a Phi Phi Leh, na Mosquito Island e também na Bamboo Island. Mas para chegar neste último destino é necessário ter um pouco mais de tempo e pedir ao mar para que fique calmo! Peça orientação ao barqueiro, se achar necessário. O valor para alugar um long tail por 6 horas sai 4 mil baths (cerca de 480 reais). Curiosidade: sabe o motivo das faixas e flores coloridas na ponta do long tail? É que os marinheiros da Tailândia acreditam que os espíritos malignos do mar chegam pela ponta dos barcos, e quanto mais oferenda para os deuses você dá, mais proteção o barco terá.

Mergulho: ir para Phi Phi e não mergulhar é um desperdício! Então vá para debaixo d’água em duas regiões diferentes: uma delas é na praia de Hay Yo, onde tem os famosos tubarões inofensivos, que podem ser visto por snorkel; e a outra é a região das tartarugas e dos lindos cardumes. 

Piscina grátis: fica dentro do hotel Puphuya Resort, e como não há nenhuma fiscalização, basta você entrar e curtir. E, não se preocupe, eles estão acostumados com isso!

Durante a noite: curtir as festas na praia e ver o show de fogos.

Reggae bar: esse bar é famoso por ter um ringue que te permite lutar Muay Thai e conquistar um bucket, baldinho com bebida!.

Outras informações:
Academia: se o seu hotel não tem academia e você gosta de se exercitar, o Banana Resort tem pass.

Mordida de macaco: cada vez mais os casos vêm aumentando na Tailândia. Quando você for à Monkey Beach, aconselho ir sem nenhum tipo de coisa que chame a atenção dos animais e também sem nenhum alimento. Mas, se for mordido, vá imediatamente ao pronto socorro ou a um hospital mais próximo. Passe com o médico, e ele irá falar qual nível de mordida você teve (são 3). No meu caso foi de nível 2, e tive que tomar uma primeira dose de vacina lá.

Como chegar: a ilha é acessível somente via ferry, podendo sair tanto de Krabi quanto de Phuket. O preço varia de 30 a 40 reais, e o ticket pode ser comprado on line ou na hora do embarque.

Posts relacionados