Quais os melhores Pubs de Dublin? Aprendi uma coisa no primeiro dia na cidade: todos são incríveis. Dezenas foram fundados no século XIX, têm interior charmosos, cerveja boa e música ao vivo ao cair o dia…só conhecendo todos para escolher o predileto

Os Pubs são originários das antigas tavernas romanas construídas no Reino Unido, onde a bebida oficial era o vinho. Depois, com as invasões dos vikings e anglo-saxões foram se adaptando ao paladar e a cerveja chegou. E se tornou uma tradição em todo o Reino Unido, principalmente na Inglaterra e Irlanda.

Hazen Head, Pub mais antigo de Dublin, de 1198 (Foto: Daniela Filomeno)

Apesar dos turistas amarem este programa, para os locais é um hábito, frequentam religiosamente os Pubs. Pub é a abreviação de public house. Ou seja, o espírito comunitário habitam nestas casas. Você serve sua própria cerveja, sua comida e paga no balcão. A diferença principal do Pub irlandês é a animação, dificilmente ficará parado com o som de músicas típicas que costumam tocar ao vivo.

A Irlanda tem registros destes estabelecimentos há mais de mil ano e possui o mais antigo do mundo, o Sean’s Barm, na cidade de Athlone. Fundado no ano de 900 como “Luain’s Inn”, foi reconhecido pelo Guinesss Book em 2004. O famosos Brazel Heads, de 1198, fica em Dublin e é visita obrigatória.

Estima-se que somente Dublin abrigue mais de 700 estabelecimentos, enquanto a Irlanda inteira mais de 7 mil. Será que o país tem ou não vocação para isto? Então, escolha o que mais enche os olhos, peça uma boa Guiness (ou a marca / tipo que preferir) e aproveite o melhor da capital irlandesa.

Em Dublin, um bairro inteiro é dedicado aos PUBs: o Temple Bar (também tem o Temple Bar Pub). São mais de 80 restaurantes e bares espalhadas pelo bairro boêmio. É imperdível.

Algumas sugestões de Pubs que visitei e amei (sim, foram dias intensos de cerveja e muita animação), mas a facilidade de entrar e sair, mesmo sem consumir (tarefa difícil), apenas para conhecer, ajuda bem. Uma dúvida frequente: Pubs não aceitam menores de idade depois das 21h, antes somente acompanhados dos pais. A idade para consumo de bebida alcoólica é 18 anos, de 15 a 17 podem frequentar, mas não podem consumir.

O famoso Temple Bar Pub, um dos mais animados e também o mais procurado de Dublin. Sempre com música ao vivo, ele fica no bairro boêmio Temple Bar (Foto: Daniela Filomeno)

The Temple Bar Pub

O mais famoso Pub de Dublin também é o mais procurado e animado. Sua inconfundível fachada vermelha quase fica camuflada atrás de tanta gente. Seu interior é escuro e lotado, mas o acesso ao bar é fácil: cada um pega sua cerveja e aproveita a música ao vivo maravilhosa (vimos um casal com violino e vocal cantando Pink Floyd incrível). Outro dia nos acabamos de dançar com a música local. Me disseram: dispense o Temple Bar Pub, no boêmio bairro que leva o mesmo nome, mas eu simplesmente amei! Não deixe de ir.

O’Nells

Realmente a comida é muito boa, é todo self service, com ótimo custo. Você escolhe a mesa, pega sua comida em um balcão ou pede à la carte no caixa e já paga. A cerveja você mesmo pega em outro balcão e pronto, só relaxar e aproveitar o aconchegante local.

Oliver

Público bonito, música animada e boa cerveja parece ser a fórmula dos Pubs aqui. Mas este aqui, em especial, me encantou: música sensacional, gente animada e lugar agradável.

Open Gate Brewery

Literalmente a Guiness abre seus portões para degustação de mais de 100 anos de história da cerveja. Além de degustar as cervejas Guiness, novidades e experimentos somente disponíveis lá. Só entra com hora marcada e é super disputado (€9 com direto a degustar 5 novidades). Reservei pelo site.

Hairry Lemon Pub (Foto: Daniela Filomeno)

Hairry Lemon

Trend em uma casa do século XIX, sinta-se na verdadeira atmosfera de um Pub irlandês:  tem interior decorado cheio de peças penduradas com muita Madeira em um balcão repleto de “torneiras” de uma ótima seleção de cervejas. Sua fachada verde e amarela fica difícil de confundir em uma esquina na Stephen Street.

Bruxelles

Mais sofisticado, aqui é para uma turma mais experiente. Suas mesinhas na calçada lembram os cafés parisienses. Não que dentro não signifique que não tenha música ao vivo e boa cerveja, além de boa comida irlandesa.

The Oak

Restaurante elegante com couro e veludo azul, muita madeira e espelhos, com estantes repletas de bebidas. No limite de Temple Bar, em uma esquina, fica o pequeno bar para quem quer somente ficar nos drinques: repare na seleção de whiskys.

PIGmalion

Moderninho, com mesinhas na calçada, definitivamente o com púbico mais jovem que vi e vive lotado. Alguns dias da semana tem até música eletrônica, mas a turma gosta mesmo de ficar na calçada em suas mesas de barris.

Posts relacionados