Bem próxima a Orlando, Winter Park é uma cidadezinha que foge da agitação de parques de diversões e é sinônimo de calmaria, veraneio, cultura e luxo

É quase impossível imaginar que bem pertinho de Orlando tenha um refúgio para quem busca por dias mais tranquilos em meio à agitação de parques de diversões. Esse é o caso de Winter Park, uma cidadezinha localizada a aproximadamente 20 minutos do centro de Orlando. Nascida no final do século XIX, antigamente Winter Park era uma imensa fazenda com plantações variadas – desde criação de gado até algodão – mas aos poucos a região foi sendo descoberta pelos próprios estadunidenses com a chegada da ferrovia South Florida Railroad, ainda em 1880. Além disso, esse pedacinho da Flórida também brilhava aos olhos dos americanos por ser um lugar especial para quem desejasse fugir dos invernos rigorosos do norte dos Estados Unidos e, por isso, recebeu o nome de “Winter Park”. Em pouco tempo, a cidadezinha também fincou seu pé no mapa com a chegada da Rollins College, a primeira universidade americana a oferecer cursos com duração de quatro anos completos.

Ruas arborizadas de Winter Park, na Flórida (Foto: Carol Fiacadori)
Winter Park está a 20 minutos do centro de Orlando (Foto: Carol Fiacadori)

Aos poucos, essa pequena província foi – e está sendo – explorada devido à sua proximidade com Orlando, uma das cidades mais movimentadas do estado e que reúne um alto número de turistas. Inclusive, Winter Park está caindo no gosto dos brasileiros. Como faz parte do território da Flórida, está cercada por lagos, entre os mais conhecidos estão o Lake Virginia, Maitland e Osceloa. Então, ainda que pequena, a regiãozinha merece ser desbravada e vale a pena incluí-la em seu roteiro pela Flórida – seja para visitar de pertinho os lagos, curtir um restaurante, tomar um café ou apenas caminhar pelas ruas arborizadas. Aproveite a ida a Orlando ou até mesmo a outra cidade da Flórida e curta a brisa dos lagos de Winter Park. Confira abaixo o que não pode faltar em seu roteiro pela pequena cidade:

Passeie de barco pelos tradicionais lagos da Flórida e observe as casas de veraneio

Os lagos são clássicos na Flórida e as cidades de Orlando e Winter Park são rodeadas por alguns deles. Porém, já que o território de Winter Park é bem menor, consequentemente, a cidade possui menos lagos e é possível conhecê-los através de um delicioso passeio de barco. Quem oferece esse serviço é Scenic Boat Tour, uma atração tradicionalíssima da cidade, que já existe há mais de 80 anos. Seus barqueiros apresentam aos turistas apenas três dos sete lagos que envolvem a cidade. Durante o passeio, é possível apreciar, além dos lagos imensos, os canais totalmente arborizados, que interligam uma região à outra. No caminho você encontrará belíssimas árvores centenárias – que os funcionários indicarão quais são – e você também poderá observar de longe algumas das icônicas e milionárias casas de veraneio, à beira dos lagos e com jardins enormes. Quando passar pelo Lake Virginia não deixe de admirar o campus da Rollins College. Diretamente da água você pode avistar o clube particular oferecido pela universidade, o hangar onde os alunos ancoram seus barcos para a prática de atividades e todos os dormitórios. O passeio dura em média 60 minutos e os barcos saem de uma em uma hora. Os valores variam entre US$7 e US$14.

Passeie de barco pelos lakes de Winter Park (Fotos: Carol Fiacadori)

Veja também: Universal anuncia novo parque em Orlando

Restaurante Prato, com raízes italianas, em Winter Park (Foto: Carol Fiacadori)

Almoce em um dos restaurantes da Park Avenue

Ruas arborizadas, sem grandes movimentos e com muita natureza ao redor, assim é Winter Park. Caminhar pelas ruas é se perder no tempo e aproveitar um pedacinho da Flórida que foge completamente às origens de Orlando, a cidade mais próxima dali. Entre poucas vielas, algumas escondidas e outras mais movimentadas, está a Park Avenue, a principal rua de Winter Park. Essa rua reúne diversos atrativos – entre restaurantes, lojas, cafeterias e docerias. Aproveite a gama de casas com gastronomia variada (de americana, italiana e até turca) e acomode-se em uma mesa na calçada. Para um almoço tardio, sem pressa e em um dia bonito, aproveite para conhecer o Prato – um restaurante italiano que preza pela gastronomia “farm to table”, ou seja, procura por pequenos produtores e oferece o que há de mais fresco aos seus clientes. O Prato, além disso, produz suas próprias massas na casa e tem como missão oferecer uma comida apenas com ingredientes locais, cultivados no próprio estado da Flórida, então, ao entrar no ambiente você se depara com um mapa que indica as regiões de plantio. Não deixe de provar as meatballs servidas com molho pomodoro e a polenta de mascarpone. O Bosphorous Turkish também é uma das boas opções gastronômicas e oferece pratos turcos e outros com influências árabes, como o trio de babaganoush, coalhada seca e hommus, com cenoura, salsão e pepino. O pão folha chega à mesa quentinho, enorme e pronto para ser compartilhado.

Tome um café na Barnie’s Coffee Tea Co.

Ainda na Park Avenue, esquina com uma viela extremamente charmosa, está a Barnie’s Coffee Tea Co., uma cafeteria artesanal e que leva seu produto bastante a sério. Em um pequeno laboratório, a casa produz e torra seu próprio café e serve suas especialidades em um charmoso ambiente. Por lá, você consegue provar os cafés especiais – que podem ser originários de diversos lugares do mundo – e também a bebida com diferentes preparos, como o nitro cold brew, o cold brew, macchiato, cappuccino, entre outros. Se quiser, peça um pedaço de bolo de lavanda – sabor e característica bem marcantes.

Visite o Morse Museum 

Caminhando mais a frente, ainda pela Park Avenue, você encontrará um dos mais belos museus de Winter Park, o The Charles Hosmer Morse Museum of American Art, conhecido como Morse Museum. Como peça central, o espaço conta a história e abriga a coleção mais completa de Louis Comfort Tiffany (1848-1933) – artista que sempre trabalhou com cores variadas e pinturas feitas em vidro. Os visitantes conseguem apreciar seus diferentes trabalhos, feitos em joias, cerâmicas, pinturas, vidro de arte, lâmpadas e até janelas. A vida de Louis Tiffany é retratada em diversas salas no Morse e você pode olhar de pertinho o processo que ele utilizava na produção de cada trabalho. Ainda sobre sua história, o museu retrata períodos diversos do artista e traz alguns momentos mais sombrios de sua carreira, como o incêndio em que destruiu uma capela toda feita em mosaico de vidro, criada para a Exposição Mundial da Colômbia. Com detalhes precisos e encantadores, o Morse remontou todo o projeto arquitetônico e reabriu ao público depois de mais de 100 anos e, sem dúvidas, é uma das partes mais bonitas do espaço. O museu também apresenta outras curiosidades e outros incêndios que ocorrem na vida de Louis Tiffany, como em sua própria casa. As ferramentas utilizadas para a produção de cada material também estão expostas para que o público perceba o quão especial é o seu trabalho.

Morse Museum apresenta obras de Louis Tiffany (Foto: Carol Fiacadori)

Apesar de ser uma cidade bem pequena, com aproximadamente 30 mil habitantes, Winter Park é um lugar delicioso para ser descoberto ao longo do dia, caminhando pelas ruas e se perdendo nas vielas.

*A jornalista viajou a convite do VisitOrlando

Posts relacionados